Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
304,00 289,00 282,00
GO MT RJ
276,00 282,00 284,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2560,00
Garrote 18m 2790,00
Boi Magro 30m 3770,00
Bezerra 12m 2070,00
Novilha 18m 2530,00
Vaca Boiadeira 2820,00

Atualizado em: 17/5/2022 09:39

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Brasil parte para retaliação em disputa comercial

 
 
 
Publicado em 27/01/2022

O presidente Jair Bolsonaro assinou uma medida provisória que permite ao país retaliar unilateralmente em disputas comerciais se as audiências sobre elas estiverem interrompidas na Organização Mundial do Comércio (OMC), segundo texto da MP publicado no Diário Oficial desta quinta-feira.

O governo brasileiro disse que a medida foi tomada por causa da paralisação dos trabalhos do Órgão de Apelação da OMC. Essa paralisação ocorreu porque os Estados Unidos bloquearam novas nomeações --o que significa que não há membros no colegiado para decidir sobre disputas e os recursos são deixados em um vazio legal.

Os países que perderam disputas comerciais para o Brasil estão "isentos das conseqüências por tempo indefinido simplesmente porque seus recursos não serão analisados", disse o governo.

Segundo comunicado da Presidência da República, a medida provisória permitirá que o Brasil implemente decisões favoráveis que obteve na OMC, mas que ainda não foram implementadas devido aos recursos no órgão de apelação da entidade.

Uma fonte do Ministério da Economia disse que a medida abre o caminho para o Brasil retaliar unilateralmente a Índia e a Indonésia em disputas comerciais relativas ao açúcar e a aves, respectivamente

O Brasil aderiu a um sistema interino de recursos com vários outros membros, incluindo a União Européia e a China, mas países como Índia, Indonésia e Estados Unidos não aderiram --bloqueando efetivamente qualquer acordo.

Em dezembro, um painel da OMC decidiu a favor de Brasil, Austrália e Guatemala em suas disputas comerciais de 2019 com a Índia sobre subsídios de açúcar e pediu a Nova Délhi que atuasse de acordo com as regras globais, mas o país disse mais tarde que recorreria da decisão.

O Brasil também estava esperando que a Indonésia adotasse as recomendações feitas por um painel após uma disputa sobre o comércio de frangos. O Brasil solicitou à OMC consultas com a Indonésia em 2014 sobre medidas que bloqueavam seu acesso a esse mercado.

Brasília ganhou a disputa, mas a Indonésia solicitou "um período de tempo razoável" para adotar suas recomendações e em dezembro de 2020 apelou ao órgão de recurso da OMC.

"Por enquanto, estes são os dois únicos países contra os quais ganhamos disputas comerciais, mas que acabaram recorrendo para o órgão de apelação", disse a fonte. Com informações da Reuters.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[17/05/2022] - China está usando os EUA para pressionar o Brasil?
[17/05/2022] - Ações de frigoríficos caem com ação da China
[17/05/2022] - Como estão as exportações de carne em maio?
[17/05/2022] - Arroba: preços no mesmo lugar
[17/05/2022] - Preço do boi estável em Rondônia
[17/05/2022] - Lucro da Frigol dispara com exportações
[17/05/2022] - Embrapa: leite subiu menos que custo de produção

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[17/05/2022] - Funcionários de fazenda presos por furto de gado
[17/05/2022] - MP muda Tabela de Frete Rodoviário
[17/05/2022] - PIB cresce 1,5% puxado pela exportação do Agro
[17/05/2022] - Inflação medida pelo IPC-Fipe perde velocidade
[16/05/2022] - MAPA corrige para cima o PIB estimado do Agro
[16/05/2022] - Arroba: pecuarista não aceita queda do boi
[16/05/2022] - Preço de produtos do Agro recuam em SP
[16/05/2022] - China habilita 13 frigoríficos dos EUA
[16/05/2022] - Milho: frente fria reverte cenário de queda
[13/05/2022] - Exportações: Brasil vendeu mais para 101 países
[13/05/2022] - Volume exportado aos EUA já bate 25% da China
[13/05/2022] - Arroba: frigoríficos seguram as compras
[13/05/2022] - Leite: custo de produção reduz ritmo de alta
[13/05/2022] - Produtores de milho protestam contra tarifa zero
[13/05/2022] - Tarifa zero não preocupa produtores de frango
[12/05/2022] - Arroba: frigoríficos aumentam a pressão de baixa
[12/05/2022] - Diferença entre machos e fêmeas bate recorde
[12/05/2022] - JBS não vê impacto de lockdowns na China
[12/05/2022] - IBGE: Abates cresceram, produção de leite caiu
[12/05/2022] - JBS tem o melhor trimestre da história
[12/05/2022] - Minerva registra resultado recorde no trimestre
[12/05/2022] - Brasil continua recebendo fertilizantes russos
[12/05/2022] - Leite: governo aumenta imposto sobre mussarela
[12/05/2022] - Governo sanciona complemento do Plano Safra
[11/05/2022] - GOVERNO ZERA TARIFA DE IMPORTAÇÃO DE CARNE
[11/05/2022] - CNA pede fim do imposto zero para mussarela
[11/05/2022] - Frigoríficos precisam depender menos da China
[11/05/2022] - Arroba: boi recua em SP
[11/05/2022] - Frigoríficos trazem boi de fora para São Paulo
[11/05/2022] - Preço do boi tem comportamento fora do normal
[11/05/2022] - Senado aprova PIS/COFINS zero para milho
[11/05/2022] - Agro gaúcho já exportou 65% a mais em 2022
[10/05/2022] - JBS investe US$ 60 milhões em carne de laboratório
[10/05/2022] - China diz que importação de carne despencou
[10/05/2022] - Arroba: China continua tumultuando mercado
[10/05/2022] - Arroba: mercado parado em São Paulo
[10/05/2022] - Abates caíram 7,46% em Mato Grosso
[10/05/2022] - Milho: safra deve bater recorde, mesmo com seca
[10/05/2022] - Milho: preços em queda no Sul do Brasil
[10/05/2022] - Leite: insumos fazem custo de produção disparar
[10/05/2022] - IGP-M tem queda forte em maio
[09/05/2022] - Arroba: fim de safra com mercado estável
[09/05/2022] - Sinais de melhora para o mercado do boi
[09/05/2022] - Milho: preços em queda
[09/05/2022] - STF adiou decisão sobre o Funrural. E agora?
[09/05/2022] - Crédito rural: contratações dispararam 22%
[06/05/2022] - Exportações de carne registram novo recorde
[06/05/2022] - Análise: exportações seguem supreendendo
[06/05/2022] - Arroba: nem sobe, nem cai
[06/05/2022] - Missão do MAPA vai em busca de mais fertilizantes

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br