Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
311,00 301,00 302,00
GO MT RJ
299,00 301,00 292,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2850,00
Garrote 18m 3190,00
Boi Magro 30m 3920,00
Bezerra 12m 2380,00
Novilha 18m 2800,00
Vaca Boiadeira 3030,00

Atualizado em: 21/6/2021 10:17

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Preço do milho dispara na bolsa

 
 
 
Publicado em 16/10/2020

Os preços futuros do milho ganharam força na manhã desta sexta-feira (16) na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registravam movimentações positivas entre 1,28% e 1,79% por volta das 11h28 (horário de Brasília).

O vencimento novembro/20 era cotado à R$ 75,14 com ganho de 1,68%, o janeiro/21 valia R$ 75,08 com elevação de 1,61%, o março/21 era negociado por R$ 74,00 com valorização de 1,79% e o maio/21 tinha valor de R$ 67,50 com alta de 1,28%.

O dólar também manteve sua trajetória altista ante ao real neste último dia da semana. A moeda americana subia 0,38% e era cotada à R$ 5,63 por volta das 11h35 (horário de Brasília).

De acordo com analise da Agrifatto Consultoria, o dólar firme e a valorização nas cotações externas mantêm o milho em alta no Brasil. “O apetite externo segue grande, não à toa, o prêmio pago pelo milho nos portos brasileiros já chegou à casa dos US$ 1,55/bu, valorizando mais de 80% nos últimos três meses”.

Mercado Externo

Os preços internacionais do milho futuro seguem em alta na Bolsa de Chicago (CBOT) nesta sexta-feira. As principais cotações registravam movimentações positivas entre 1,25 e 2,50 pontos por volta das 11h20 (horário de Brasília).

O vencimento dezembro/20 era cotado à US$ 4,06 com valorização de 2,50 pontos, o março/21 valia US$ 4,09 com ganho de 1,75 ponto, o maio/21 era negociado por US$ 4,10 com elevação de 1,50 ponto e o julho/21 tinha valor de US$ 4,10 com alta de 1,25 ponto.

Segundo informações do site internacional Farm Futures, os futuros do milho subiram esta manhã com o aumento do otimismo nas exportações para a China, flertando com uma alta de 14 meses no comércio da madrugada.

Os analistas esperavam que as vendas semanais de exportação anunciadas no final da manhã pelo USDA provavelmente mostrassem um pouco menos vendas de exportação de milho reservadas para a semana que terminou em 8 de outubro, o que acabou se confirmando.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos informou que as vendas de milho caíram 47% semana a semana e 63% abaixo da média das quatro semanas anteriores, para 25,8 milhões de bushels (655.320 toneladas).

“Os analistas geralmente esperavam uma aquisição maior, com estimativas de comércio que variaram entre 23,6 milhões e 47,2 milhões de bushels (599.440 e 1,198 milhão de toneladas)”, diz o analista Ben Potter.

Apesar disso, os totais acumulados para o ano comercial de 2020/21 ainda permanecem bem à frente do ritmo do ano passado, com 176,9 milhões de bushels (4,493 milhões de toneladas).

Já os embarques de exportação de milho caíram 5% abaixo da média das quatro semanas anteriores, para 32,1 milhões de bushels (815.340 toneladas). O México foi o destino número 1, seguido por China, Coreia do Sul, Honduras e Colômbia. Com informações do Notícias Agrícolas.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[21/06/2021] - Arroba: indicador do CEPEA bate recorde histórico
[21/06/2021] - Arroba: ágio para o boi China chega a R$ 9
[21/06/2021] - Os dólares trazidos pela exportação de carnes
[21/06/2021] - Governo argentino fecha acordo com pecuaristas
[21/06/2021] - Leite: produtor deve receber 5% a mais
[21/06/2021] - Minerva vai exportar pratos prontos aos EUA
[21/06/2021] - Marfrig vai construir unidade no Paraguai
[21/06/2021] - Milho: compradores acreditam em quedas maiores
[21/06/2021] - É hora de vender milho?

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[18/06/2021] - Arroba: dá para receber mais pelo boi
[18/06/2021] - Arroba: frigoríficos paulistas saem do mercado
[18/06/2021] - China dará subsídio a produtores rurais
[18/06/2021] - O que virá no próximo Plano Safra?
[18/06/2021] - Milho: preço sobe após se aproximar de R$ 80
[18/06/2021] - Brasil vai importar milho dos EUA
[18/06/2021] - Dólar cai abaixo dos R$ 5 nesta sexta
[17/06/2021] - Pecuaristas dos EUA não querem depender da JBS
[17/06/2021] - China está comprando menos carne do Brasil
[17/06/2021] - Arroba: mercado preocupado com vendas à China
[17/06/2021] - Arroba: boi já vale mais em Goiás
[17/06/2021] - Queda do dólar pode derrubar a arroba do boi
[17/06/2021] - Custo de produção do leite continua a subir
[17/06/2021] - Combater desperdício de alimentos é prioridade
[17/06/2021] - Guedes: governo precisa reduzir encargos
[17/06/2021] - Herdeiros da BRF aprovam sociedade com Marfrig
[17/06/2021] - Construção de ferrovia depende de consulta a índio
[17/06/2021] - Câmara adia projeto que altera demarcações
[16/06/2021] - Agro brasileiro bateu recorde de exportações
[16/06/2021] - Arroba: frigoríficos pagam mais que a referência
[16/06/2021] - Arroba: boi volta a subir em várias praças
[16/06/2021] - Confinador precisará fazer muita conta em 2021
[16/06/2021] - Sauditas facilitam importação de carne brasileira
[16/06/2021] - China: queda de preços pode ameaçar recuperação
[16/06/2021] - O que acontece se a Marfrig comprar a BRF?
[16/06/2021] - Preços dos lácteos estão mais altos
[16/06/2021] - Milho: preços caem abaixo de R$ 90 a saca
[16/06/2021] - Milho: preços dispararam em Mato Grosso do Sul
[16/06/2021] - Geração de emprego em fazendas surpreende em 2021
[16/06/2021] - Inflação ao produtor perde força em maio
[16/06/2021] - Força Nacional chega a RO para enfrentar guerrilha
[16/06/2021] - Argentina: governo pode reduzir exportação em 50%
[15/06/2021] - Como estão as exportações de carne em junho?
[15/06/2021] - Exportações de carne de MT caem pelo segundo mês
[15/06/2021] - PIB da Pecuária deve crescer quase 4% em 2021
[15/06/2021] - Arroba do boi China já vale R$ 5 a mais
[15/06/2021] - Arroba: fora de SP boi já está valendo mais
[15/06/2021] - MAPA deve aprovar milho transgênico dos EUA
[15/06/2021] - Agro pode ter imagem manchada pelo tráfico
[14/06/2021] - Decisões do STF podem estimular invasões de terra
[14/06/2021] - Arroba: frigoríficos pagam mais no Centro-Oeste
[14/06/2021] - Arroba: sexta foi dia de poucos negócios
[14/06/2021] - JBS pode fatiar Sadia e Perdigão
[14/06/2021] - EUA intervirão na relação frigorífico-pecuarista
[14/06/2021] - Milho: colheita próxima derruba preços
[14/06/2021] - Prévia do PIB brasileiro mostra crescimento
[11/06/2021] - JBS pode comprar o controle da BRF?
[11/06/2021] - Compra de BRF pode ser travada pelo CADE
[11/06/2021] - PIB do Agro cresce 5% em cima de valor recorde
[11/06/2021] - Arroba: preços devem subir ainda mais

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br