Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
189,00 173,00 187,00
GO MT RJ
178,00 175,00 173,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1750,00
Garrote 18m 2100,00
Boi Magro 30m 2550,00
Bezerra 12m 1350,00
Novilha 18m 1600,00
Vaca Boiadeira 1840,00

Atualizado em: 24/1/2020 10:20

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Bolsonaro: queimadas podem ser ação criminosa

 
 
 
Publicado em 21/08/2019

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (21) que o aumento de queimadas registrado nos últimos dias na Amazônia pode ser resultado de ação criminosa. Para o presidente, as ações podem ser uma reação à suspensão de repasses do governo para organizações não governamentais (ONGs) e a também de verbas de países para o Fundo Amazônia, projeto de cooperação internacional para preservação da floresta. Os principais países doadores do fundo, Alemanha e Noruega, anunciaram a suspensão de seus repasses após a divulgação das taxas de desmatamento na região.

“O crime existe e temos que fazer com que esse crime não aumente. Mas nós tiramos dinheiro de ONGs, repasses de fora, dos quais 40% iam para ONGs, não tem mais, acabamos com repasses de órgão públicos para ONGs, de modo que esse pessoal está sentindo a falta do dinheiro. Então, pode estar havendo ação criminosa desse 'ongueiros' para chamar atenção contra a minha pessoa, contra o governo do Brasil. Essa é a guerra que estamos enfrentando”, disse, ao deixar o Palácio da Alvorada, na manhã de hoje. “Não estou afirmando, mas no meu entender, há interesse dessas ONGs que representam interesse de fora do Brasil”, ressaltou.

Para Bolsonaro, as doações ao Fundo Amazônia, assim como o incentivo à demarcação de terras indígenas e ao aumento de áreas de reserva ambiental, são formas de “comprar à prestação a nossa soberania”.

“As demarcações não são para proteger o índio, mas para deixar intacta a maior parte possível dessa área para que, no futuro, outros países venham nos explorar aqui. Você acha que é coração muito grande desses países em ajudar? Ele não querem ajudar, todo mundo sabe que não tem amizade entre países, tem interesses. O que nós temos na região amazônica o mundo não tem. O mundo cresce 70 milhões de habitantes por ano, esse pessoal precisa de algo para se alimentar, para evoluir e vem de onde a matéria-prima? Dessa área”, disse o presidente.

Combate ao fogo

O Bolsonaro destacou que as equipes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) estão atuando na Amazônia contra as queimadas e que as Forças Armadas devem reforçar o combate com as equipes locais, assim como a Força Nacional deve enviar 40 homens para a região. “É um crime, o governo não está insensível para isso. Mas temos uma guerra acontecendo no mundo contra o Brasil, a guerra da informação”, disse, ressaltando que o governo vai investigar os responsáveis por esse crime. Com informações da Agência Brasil.
 

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[24/01/2020] - Arroba: frigoríficos seguraram as compras
[24/01/2020] - Atacado da carne segue corrigindo preços
[24/01/2020] - Brasil tem a maior criação de empregos desde 2013
[24/01/2020] - Minerva levanta mais de R$ 1 bilhão na Bolsa
[24/01/2020] - Milho: alta de 28,3%
[24/01/2020] - Agro responde por 77% das exportações do PR

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[23/01/2020] - Queda do boi não tem relação com a China
[23/01/2020] - BRF nega renegociação com a China
[23/01/2020] - Vender à China é coisa pra frigorífico grande?
[23/01/2020] - A China pode levar para onde o valor do boi?
[23/01/2020] - Arroba: mercado parado em São Paulo
[23/01/2020] - Pecuaristas protestam contra preço do boi em RO
[23/01/2020] - Frigoríficos do PR querem travar venda de bois
[23/01/2020] - Inflação desacelera com queda no preço da carne
[23/01/2020] - Milho: exportações perderam ritmo
[22/01/2020] - Frigoríficos estão mesmo tendo prejuízo na China?
[22/01/2020] - Frigoríficos perdem valor com impasse chinês
[22/01/2020] - Carne bovina cai também no Brasil
[22/01/2020] - Arroba: impasse no mercado do boi gordo
[22/01/2020] - Pecuaristas estão cautelosos na reposição
[22/01/2020] - Milho segue com preço firme
[22/01/2020] - CNI protesta contra reajuste da Tabela de Frete
[22/01/2020] - Justiça condena dez da Operação Carne Fraca
[21/01/2020] - China quer renegociar até carne já embarcada
[21/01/2020] - Exportações perderam ritmo mas seguem fortes
[21/01/2020] - Frigoríficos querem forçar baixa do boi
[21/01/2020] - Pecuaristas travam vendas com arroba menor
[21/01/2020] - Queda da carne não é generalizada
[21/01/2020] - PIB do Agro cresceu 1,15% até outubro
[20/01/2020] - Arroba: preços continuarão caindo?
[20/01/2020] - SC bate recorde na exportação de carne
[20/01/2020] - Vai faltar leite em 2020?
[20/01/2020] - Farelo de soja está mais caro
[20/01/2020] - Novos adidos agrícolas tomam posse
[20/01/2020] - Anvisa decide que abamectina continuará à venda
[20/01/2020] - MS deve criar fundo privado para sanidade
[20/01/2020] - Tabela de frete será julgada em fevereiro?
[17/01/2020] - O acordo EUA-China prejudica a carne brasileira?
[17/01/2020] - China: produção de carne suína tem queda histórica
[17/01/2020] - Bois e carne viram foco de bandidos
[17/01/2020] - Carne volta a cair com força no atacado
[17/01/2020] - Arroba volta a cair: pressão de baixa continua
[17/01/2020] - Controladores do Minerva venderão ações
[17/01/2020] - Minerva quer voltar a distribuir lucro
[17/01/2020] - Saída do BNDES da JBS vai atrasar novamente
[17/01/2020] - Nova tabela de frete: alta de 11 a 15%
[16/01/2020] - Arroba: frigoríficos estão pagando preços iguais?
[16/01/2020] - A alta do boi em 2019 foi realmente forte?
[16/01/2020] - Agro respondeu por 43% das exportações do Brasil
[16/01/2020] - Pecuarista investiu apesar da crise
[16/01/2020] - Inflação medida pelo IGP mostra desaceleração
[16/01/2020] - Leite: preço deve subir no curto prazo
[16/01/2020] - Minerva fará oferta de ações
[15/01/2020] - Arroba volta a cair com pressão dos frigoríficos
[15/01/2020] - Preço da carne bovina tem queda forte em MT
[15/01/2020] - China pressiona frigoríficos por preços menores

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br