Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
155,00 140,00 145,00
GO MT RJ
138,00 140,00 141,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1500,00
Garrote 18m 1850,00
Boi Magro 30m 2120,00
Bezerra 12m 1180,00
Novilha 18m 1400,00
Vaca Boiadeira 1560,00

Atualizado em: 26/6/2019 11:01

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Frigoríficos derrubam o valor da arroba no MT

 
 
 
Publicado em 10/06/2019

Caso atípico de vaca louca em um animal de uma fazenda de Nova Canaã do Norte, a 696 km de Cuiabá. Por se tratar de um caso que ocorre de forma espontânea, sem riscos para a população, a Organização Internacional de Saúde Animal já considera o caso encerrado e não alterou o status brasileiro, que continua como insignificante para a doença.

Mesmo assim, por medida protocolar, o Ministério da Agricultura suspendeu o envio de carnes para a China e essa ação fez com que as indústrias adotassem outras estratégias de compra e também de abate dos animais em Mato Grosso. O resultado foi a queda no preço da arroba.

Acompanhe as cotações da arroba do boi gordo e da reposição em: www.pecuaria.com.br/cotacoes.php

O serviço de embarcar gado na fazenda do pecuarista Fábio Neves está lento desde que a notícia de um caso de vaca louca repercutiu no país. As 36 vacas levadas já tinham sido vendidas ao frigorífico na semana anterior.

"Nós vendemos essas fêmeas a R$ 137 a arroba com 30 dias. Hoje a indústria quer pagar os R$ 130 e nesse número a gente chega a conclusão de que não dá para comercializar", afirmou o pecuarista.

Na região Sul do estado a arroba do boi gordo passou de R$ 145 para R$ 138.

Essa nova tabela de preços praticada pela indústria frigorífica não agrada os criadores, que temem em fechar as contas no vermelho, já que sequer cobrem os custos de produção.

O sindicato que representa os frigoríficos de Mato Grosso alega que algumas indústrias até deixaram de comprar animais no início da semana passada, não pela resistência dos criadores em relação aos novos preços, mas sim para equacionar o mercado, já que a suspensão de embarques para a China poderia resultar em grandes volumes de carne para o mercado interno.

A entidade não quis dizer quantos frigoríficos teriam reduzido os abates, mas todas as unidades já voltaram com as operações.

De acordo com o Sindifrigo, o estado tem 41 plantas frigoríficas, destas 32 são habilitadas para exportação.

Segundo a Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), nos quatro primeiros meses deste ano, o volume da exportação já passa das 121 mil toneladas, ou seja, 26,6% a mais do que as 95 mil toneladas exportadas entre janeiro e abril do ano passado.

São esses números que ajudam a entender porque a entidade é contra a suspensão das exportações de carne bovina do Brasil para a China depois da confirmação do caso atípico de vaca louca no estado.

“De acordo com os protocolos e principalmente com a China, bilateral, não inibia nenhuma exportação para aquele país ou demais países. Isso não daria fechamento de nenhum mercado internacional”, afirmou Marco Túlio Soares, presidente da Acrimat.

Segundo o Indea, todas as medidas sanitárias foram seguidas.

“Nós não perdemos o estado sanitário e isso comprova que nossa vigilância está muito bem, porque todo animal que chegar para abate, se estiver com qualquer sintoma neurológico, é feito o abate de emergência e é coletado o tecido nervoso justamente para fazer esse controle. Então não tem risco nenhum, nem para a população, nem para nosso rebanho”, afirmou Tadeu Mocelin, presidente do Indea.

Para o Instituto Mato-grossense da Carne, outra consequência para o mercado é o adiamento para a habilitação de novas plantas frigoríficas para exportação.

“O momento era de estreitar a confiança, habilitar novas plantas, ampliar nosso leque. Nós sabemos que a China passa por um problema de abastecimento em função da peste suína africana. Há a necessidade de aumento de compra, de proteína animal pelo mundo e Mato Grosso é um local preparado, que tem produção suficiente para atender esse mercado. Tropeçamos nessa semana, mas temos certeza que com o emprenho do Ministério da Agricultura e das Relações Exteriores a curto prazo retomaremos o processo de ampliação desse mercado para carne brasileira”, disse Guilherme Nolasco, presidente do Imac.Com informações do G1.
 

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[26/06/2019] - Arroba: frigoríficos pagam mais em final de mês
[26/06/2019] - Reposição ganha força na Bahia
[26/06/2019] - Friboi aumenta transporte de carne por ferrovia
[26/06/2019] - Acordo com a UE pode ser fechado na sexta
[26/06/2019] - Alcolumbre barra demarcações no MAPA
[26/06/2019] - Senado deve votar hoje posse de arma rural
[26/06/2019] - Senado aprova regras para queijos artesanais

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[26/06/2019] - Empresa da JBS é alvo de nova investigação
[25/06/2019] - Arroba: frigoríficos pagam mais em boi para China
[25/06/2019] - Frigoríficos têm dificuldade para vender ao Irã
[25/06/2019] - Exportações de carne reagem com força
[25/06/2019] - PIB da Pecuária deve crescer 7% em 2019
[25/06/2019] - Argentina já exporta carne para a China
[25/06/2019] - Leite: preço deve cair mais de 4% no RS
[25/06/2019] - STF suspende MP que transferia demarcações
[24/06/2019] - Arroba: frigoríficos aumentam compras e boi sobe
[24/06/2019] - Importações chinesas de carne dispararam
[24/06/2019] - Bolsonaro terá reunião privada com líder chinês
[24/06/2019] - JBS paga R$ 2,7 bi em dívidas
[24/06/2019] - Preço do milho continua subindo
[24/06/2019] - Aftosa: SC põe em dúvida programa do Paraná
[24/06/2019] - MAPA critica protecionismo de países desenvolvidos
[19/06/2019] - Arroba: mercado aponta para alta firme
[19/06/2019] - Pecuaristas do MT estão muito otimistas
[19/06/2019] - Embargo chinês afetou a reposição
[19/06/2019] - Governo anuncia Plano Safra de R$ 225 bilhões
[19/06/2019] - Plano Safra inclui reforma de moradia rural
[19/06/2019] - Bolsonaro devolve demarcações ao MAPA
[19/06/2019] - Moro: governo tem o dever de proteger o agro
[19/06/2019] - Senado vota contra posse de armas
[18/06/2019] - Arroba: frigoríficos precisam comprar boi
[18/06/2019] - China deve puxar para cima o preço do boi
[18/06/2019] - Exportações de carnes têm pequena queda
[18/06/2019] - STF: fundador da JBS não vai à CPI do BNDES
[18/06/2019] - Leite: preço vai subir ou vai cair?
[18/06/2019] - Brasil terá exportações recordes de milho
[18/06/2019] - Juros do Plano Safra serão maiores
[18/06/2019] - Tereza: pequenos produtores terão mais crédito
[18/06/2019] - Agro investe em diplomacia para exportar mais
[18/06/2019] - China vai importar carne do Reino Unido
[17/06/2019] - Arroba: pecuarista agora faz jogo duro
[17/06/2019] - Levy pode ser convocado a explicar crédito ao JBS
[17/06/2019] - Governo do MS dá mais incentivos à JBS
[17/06/2019] - Brasil vai à OMC por barreiras da Indonésia
[14/06/2019] - Para onde vai a arroba com a reabertura da China?
[14/06/2019] - Pecuaristas calculam prejuízos com embargo chinês
[14/06/2019] - Preço da carne com osso já subiu
[14/06/2019] - Minerva suspende férias e retoma a produção
[14/06/2019] - JBS anuncia que aumentará produção em MG
[14/06/2019] - Marfrig aumenta produção no Mato Grosso
[14/06/2019] - Abates cresceram em 2019
[14/06/2019] - Produtor rural luta para poder produzir queijo
[13/06/2019] - China reabre as importações de carne do Brasil
[13/06/2019] - Arroba já sobe com frigoríficos firmes na compra
[13/06/2019] - Exportações de boi caíram
[13/06/2019] - Reposição está valorizada em Minas Gerais
[13/06/2019] - Mais um problema para a fusão BRF-Marfrig

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br