Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
152,00 140,00 149,00
GO MT RJ
139,00 139,00 143,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1500,00
Garrote 18m 1820,00
Boi Magro 30m 2060,00
Bezerra 12m 1140,00
Novilha 18m 1360,00
Vaca Boiadeira 1520,00

Atualizado em: 23/7/2019 10:32

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Não faltam vacinas para doação à Venezuela

 
 
 
Publicado em 04/12/2018

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) vai enviar nesta terça-feira (4), 1,6 milhão de doses de vacina contra a febre aftosa à Caracas, na Venezuela, embarcadas em um Boeing 767 da FAB. O diretor do DSA (Departamento de Saúde Animal) do Mapa, Guilherme Marques, observa que o Brasil vai doar, no total, 20 milhões de doses, das quais 500 mil já foram enviadas para serem aplicadas no rebanho de Maracay.

As 17,9 milhões de doses restantes ficam sob a guarda do Mapa e deverão ser buscadas por aeronaves venezuelanas. As vacinas seguem em caixas de isopor com gelo e, chegando lá, serão colocadas em câmaras frias para posteriormente serem distribuídas conforme a demanda, sendo colocadas novamente no gelo e enviadas às fazendas.

O diretor prevê que a quantidade doada pelo Brasil, atenda a demanda mais urgente daquele país, em especial, a vacinação de 100% do rebanho de Bolívar, estado vizinho de Roraima. “Boliva tem em torno de 800 mil cabeças de bovinos, ali nós vamos focar as operações do Brasil. Foi acertado com as autoridades venezuelanas que dessas 1,6 milhão de doses, 800 mil vão ser destinadas exclusivamente para a fronteira com o Brasil.

A campanha de imunização de todo o rebanho começou em 1º de novembro e se estenderá até 1º de janeiro. Em maio de 2019, serão vacinados os animais jovens (até 24 meses), mais suscetíveis à doença por nunca terem recebido a proteção vacinal. O rebanho venezuelano soma 17 milhões de cabeças.

Representantes do Centro Pan Americano de Febre Aftosa (Panaftosa) estiveram lá por várias semanas acompanhando, registrando e adequando as câmaras frias, inclusive com a presença de grupo gerador para garantir a manutenção da refrigeração, em caso de interrupção no fornecimento de energia elétrica, mantendo a qualidade das vacinas. Existem pontos de armazenamento na capital, mas há outras câmaras frias distribuídas no país de forma estratégica.

Segundo Marques, o objetivo além de vacinar, é desenvolver uma estratégia de cadastramento das propriedades, inspeção clínica dos animais e coleta de amostras que serão enviadas para o laboratório de referência internacional para febre aftosa, o Lanagro, de Pedro Leopoldo (MG), para acompanhamento da atividade do vírus no rebanho.

As autoridades sanitárias venezuelanas do Insai (Instituto Nacional Agrícola de Saúde Integral) estão acompanhando o processo, colaborando para solução do problema, para a erradicação da febre aftosa daquele país. “O Brasil pela sua experiência pode auxiliar muito as autoridades venezuelanas”, disse Marques. Com informações do MAPA.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[23/07/2019] - Exportações de carne: alta de 22% em julho
[23/07/2019] - China reabre mercado para leite e queijo do Brasil
[23/07/2019] - Colômbia tenta reabertura do mercado chinês
[23/07/2019] - Arroba: oferta de boi curta e consumo, devagar
[23/07/2019] - Caminhoneiros querem tabela até 35% mais alta
[23/07/2019] - CNA volta a pedir que STF julgue tabela de frete
[23/07/2019] - Bandidos invadem fazenda e roubam vacas no MT

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[22/07/2019] - Mercado de reposição começa a ganhar força
[22/07/2019] - Arroba: mercado do boi segue devagar
[22/07/2019] - JBS informa pagamento de R$ 750 mi em dívidas
[22/07/2019] - BRF segue interessada em entrar na carne bovina
[22/07/2019] - Fiscais envolvidos na Carne Fraca são demitidos
[22/07/2019] - Ladrões já roubaram 375 bovinos em SP
[22/07/2019] - Raiva bovina põe o RS em alerta
[22/07/2019] - Pecuária volta após seca matar 160 mil bois
[22/07/2019] - Frete: após protestos, ministério suspende tabela
[22/07/2019] - Embargo complica exportação de milho ao Irã
[19/07/2019] - Consultoria prevê alta de 12% nas exportações
[19/07/2019] - Arroba: frigoríficos pressionam o preço do boi
[19/07/2019] - Carne: consumo piorou, mas preço não caiu
[19/07/2019] - Liberação do FGTS pode ser ótima para o Agro
[19/07/2019] - O preço do leite vai mesmo despencar?
[19/07/2019] - Exportações de milho podem bater recorde
[19/07/2019] - Delegado da PF é nomeado presidente da Funai
[19/07/2019] - Ministro promete nova reunião sobre frete
[19/07/2019] - Caminhoneiros voltam a ameaçar entrar em greve
[19/07/2019] - Bolsonaro não cré em nova greve
[19/07/2019] - Projeto acaba com licença ambiental para estradas
[18/07/2019] - China deve habilitar mais 25 frigoríficos
[18/07/2019] - China inspeciona frigoríficos até por aplicativo
[18/07/2019] - Preço da carne continua a subir na China
[18/07/2019] - China aumenta importações de carne da Europa
[18/07/2019] - Arroba: pecuarista segura o boi esperando alta
[18/07/2019] - Como ficará o confinamento em 2019?
[18/07/2019] - Marfrig emitirá R$ 300 milhões em dívida
[18/07/2019] - Reposição firme em Rondônia
[18/07/2019] - Liberdade para os produtores de queijo artesanal
[18/07/2019] - Paraguai exige divisão da cota de carne à Europa
[18/07/2019] - Aftosa: Paraná pode não vacinar já em novembro
[18/07/2019] - Reforma da previdência passa de R$ 900 bi
[18/07/2019] - Imposto maior sobre o milho revolta produtores
[17/07/2019] - Exportações devem crescer com doença na China
[17/07/2019] - Arroba: como ficará o preço do boi em agosto?
[17/07/2019] - Preço da carne subiu no atacado
[17/07/2019] - Arroba: frigoríficos pressionam a arroba do boi
[17/07/2019] - Rebanho bovino cresceu no Mato Grosso
[17/07/2019] - Crise eleva abates de vacas na Argentina
[17/07/2019] - Deputado quer proibir cães na caça ao javali
[17/07/2019] - ANTT aprova mudanças na tabela de frete
[16/07/2019] - Como estão as exportações de carne em julho?
[16/07/2019] - Arroba: mercado devagar e indefinido
[16/07/2019] - Exportações de carne do MS cresceram 60%
[16/07/2019] - Turquia está importando menos bois do Brasil
[16/07/2019] - PIB da Pecuária sobe e evita queda maior do Agro
[16/07/2019] - Mercosul avança em novos acordos comerciais
[16/07/2019] - Impostos travam investimento na pecuária do MT
[16/07/2019] - Agro: 97% das exportações do Mato Grosso

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br