Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
150,00 141,00 146,00
GO MT RJ
139,00 136,00 146,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1380,00
Garrote 18m 1650,00
Boi Magro 30m 2000,00
Bezerra 12m 1020,00
Novilha 18m 1250,00
Vaca Boiadeira 1420,00

Atualizado em: 14/12/2018 11:37

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Bolsonaro e Haddad farão segundo turno

 
 
 
Publicado em 08/10/2018

Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) vão disputar o segundo turno da eleição presidencial deste ano, com votação marcada para 28 de outubro. Com 99,73% das urnas apuradas, Bolsonaro contabilizava 46,10% dos votos válidos, com uma votação superior a 49,2 milhões de votos. Haddad tinha 29,19% do total, sendo o prefetido de pouco mais de 31,1 milhões de eleitores em todo o país.

Os dois candidatos votaram logo pela manhã, neste domingo (7/10). Depois de deixar a seção eleitoral, no Rio de Janeiro, Jair Bolsonatro manifestou confiança de ser eleito já no primeiro turno. Já Haddad, que votou em São Paulo, cidade da qual foi prefeito, perdendo a reeleição no primeiro turno para João Dória, afirmou que seria importante um segundo turno para o debate sobre os projetos para o Brasil.

Antes da divulgação dos primeiros resultados da apuração, pesquisas de boca de urna reforçavam a possibilidade da eleição presidencial ir para uma segunda etapa. De acordo com o Ibope, o candidato do PSL teria 45% dos votos enquanto o presidenciável do PT tinha 28% da preferência do eleitorado.

Já depois do resultado confirmado, Haddad reiterou que o segundo turno da eleição será uma oportunidade de "debater frente a frente, olho no olho", e que já nesta segunda-feira (8/10), recomeça a campanha na segunda etapa da eleição presidencial. 

Em pronunciamento divulgado pela sua página no Facebook, Bolsonaro apareceu ao lado de Paulo Guedes, tido como futuro ministro da Fazenda em um eventual governo. O candidato voltou a criticar o veto à utilização do voto impresso e destacou problemas em urnas eletrônicas. Resaltou ainda o fato de ter ganho de Haddad em quatro das cinco regiões do Brasil, com exceção do Nordeste.

"Vamos botar um ponto final em todo o ativismo no Brasil, tirar o Estado do cangote de quem produz, desonerar folha de pagamento. O Brasil está à beira do abismo", disse Bolsonaro, acrescentando que não será um segundo turno fácil, já que seus adversários têm "bilhões" para fazer campanha.

Candidato por um partido pequeno, Bolsonaro se mostrava à frente na corrida eleitoral nas pesquisas de intenção de voto, o que acabou se confirmando na votação deste domingo. Na fase final da campanha, recebeu oficialmente o apoio da Frente Parlamentar Agropecuária (FPA), liderada pela deputada Tereza Cristina.

Ao longo da disputa, acabou ficando afastado das atividades públicas depois de sofrer uma tentativa de assassinato, durante um evento de campanha, no município de Juiz de Fora (MG). O presidenciável passou por duas intervenções cirúrgicas. O autor do atentado, Adélio Bispo de Oliveira, foi preso e indiciado com base na Lei de Segurança Nacional.

Candidato à presidência pelo PDT, Ciro Gomes recebeu 12,48% dos votos, com pouco mais de 13,3 milhões de eleitores manifestando preferência por ele no primeiro turno das eleições presidenciais. Geraldo Alckmin (PSDB) teve 4,81% dos votos e João Amoedo (Novo) completa a lista dos cinco presidenciáveis mais bem votados, com 2,56% do total. Com informações do Globo Rural.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[14/12/2018] - Arroba: frigoríficos continuam procurando boi
[14/12/2018] - Arroba sobe forte no RJ
[14/12/2018] - Agência otimista com a situação do Minerva
[14/12/2018] - Leite: importações podem ser suspensas
[14/12/2018] - CNA pede ao STF decisão urgente sobre frete
[14/12/2018] - Incerteza sobre frete trava negócios
[13/12/2018] - Fux volta atrás e tabela de fretes volta a valer

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[13/12/2018] - CNA recorrerá contra tabela do frete
[13/12/2018] - Líder dos caminhoneiros agradece Fux
[13/12/2018] - Exportações de gado em pé cresceram 80%
[13/12/2018] - Arroba chega ao maior valor do ano
[13/12/2018] - Abates de novilhas batem recorde
[13/12/2018] - Abates bovinos cresceram 7% em um ano
[13/12/2018] - Exportações poderiam ter crescido mais
[13/12/2018] - Leite: longa vida tem preços estáveis
[13/12/2018] - Mercado do leite está estagnado
[13/12/2018] - Onde criar gado é correr risco de vida
[12/12/2018] - Exportações devem bater recorde em 2019
[12/12/2018] - Arroba: frigoríficos precisam de boi para o Natal
[12/12/2018] - Para onde vai o preço da reposição?
[12/12/2018] - Fracassa leilão de frigorífico em SP
[12/12/2018] - Venda da parte do BNDES na JBS ficou para 2019
[12/12/2018] - Ruralistas nunca foram contra ambiente e índios
[12/12/2018] - Deputados querem prorrogar o Refis do Funrural
[11/12/2018] - PF investiga propina da JBS a Aécio Neves
[11/12/2018] - Árabes aumentam pressão sobre Bolsonaro
[11/12/2018] - Caminhoneiros temem falta de apoio para greve
[11/12/2018] - Arroba: festas de final de ano puxam o boi
[11/12/2018] - Oferta curta valoriza preço da reposição
[11/12/2018] - Alta no atacado puxa preço da carne no varejo
[11/12/2018] - Exportações de carne: dezembro começa forte
[10/12/2018] - Caminhoneiros protestam contra decisão do STF
[10/12/2018] - Arroba do boi segue subindo
[10/12/2018] - Atacado da carne tem recorde de preço
[10/12/2018] - Marfrig será líder global em hambúrguer
[10/12/2018] - Leite: oferta aumentou e derrubou preço
[10/12/2018] - MG terá nova referência para o preço do leite
[10/12/2018] - Milho: preços seguem firmes
[10/12/2018] - Agro dá apoio ao novo ministro do Meio Ambiente
[07/12/2018] - STF impede multa por desrespeito à tabela do frete
[07/12/2018] - Mais uma greve dos caminhoneiros?
[07/12/2018] - Arroba do boi ganha força na alta
[07/12/2018] - Mercado do boi está devagar em SC
[07/12/2018] - Marfrig fecha compra de unidades da BRF
[07/12/2018] - Tereza: produtor deve ser pago para preservar
[07/12/2018] - Milho deve ficar mais caro em 2019
[07/12/2018] - Funai irá para o Ministério dos Direitos Humanos
[06/12/2018] - Arroba do boi voltou a subir em São Paulo
[06/12/2018] - Exportação de boi em alta em novembro
[06/12/2018] - Boi deve subir no Mato Grosso
[06/12/2018] - Há frigoríficos pagando mais pelo boi
[06/12/2018] - CNA pede suspensão de multas por tabela
[06/12/2018] - Custos devem derrubar PIB do Agro em 2018
[06/12/2018] - Dívida do Funrural será extinta?
[06/12/2018] - Minerva nega oferta para comprar ativos da BRF
[06/12/2018] - Prazo para o CAR termina em 31 de dezembro
[05/12/2018] - JBS: Batistas fora da liderança

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br