Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
142,00 130,00 136,00
GO MT RJ
131,00 128,00 130,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1270,00
Garrote 18m 1520,00
Boi Magro 30m 1830,00
Bezerra 12m 970,00
Novilha 18m 1160,00
Vaca Boiadeira 1340,00

Atualizado em: 20/7/2018 10:57

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Gilmar Mendes pede vista e Wesley continuará preso

 
 
 
Publicado em 06/12/2017

Depois de dois votos da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) para manter válido o decreto de prisão da 6ª Vara Federal de São Paulo contra o empresário Wesley Batista, do grupo J&F, pela prática de crime contra o mercado financeiro, o ministro Gilmar Mendes pediu vista dos autos. Ele quer mais tempo para decidir se a competência para determinar a medida cautelar é mesmo da primeira instância ou se caberia à Corte, responsável pela homologação do acordo de delação premiada do executivo.

O relator do processo, ministro Edson Fachin, votou pela improcedência da reclamação de Wesley. "Cabe ao Supremo avaliar os efeitos do acordo, mas incumbe ao juiz singular a tutela dos fatos que, segundo a imputação, extrapolam o objeto do negócio jurídico", afirmou. De acordo com o relator, também não procede a tese da defesa segundo a qual o empresário estaria penalmente imune a quaisquer crimes praticados até, durante e após a celebração do acordo pactuado como o Ministério Público Federal (MPF).

Seguiu o relator o ministro Dias Toffoli. Logo após, Gilmar Mendes pediu vista. Ele não tem prazo para devolver seu voto ao colegiado. Além dele, ainda faltam votar os ministros Ricardo Lewandowksi e Celso de Mello.

O advogado Ticiano Figueiredo de Oliveira, que representa Wesley Batista, afirmou que o inquérito contra o empresário foi instaurado em maio, mas que a decretação da prisão preventiva só ocorreu em setembro, um dia depois que o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot deu entrevista coletiva sobre possíveis omissões nas delações de colaboradores da JBS. "Passaram-se quatro meses sem qualquer pedido de medida cautelar. Bastaram um holofote e uma câmera de televisão para que o delegado decretasse a prisão", criticou.

Representante do MPF no julgamento, o subprocurador-geral da República Paulo Gustavo Gonet Branco defendeu a competência do juiz de primeira instância para decretar a detenção preventiva do empresário. "Não é o fato de haver um acordo que faz com que todo o evento conectado a ele atraia a competência do Supremo. Isso somente acontece em relação aos casos em que o acusado tiver a prerrogativa de foro, o que não ocorre no caso concreto", afirmou. De acordo com ele, a decisão de primeiro grau teve por fundamento "a necessidade de garantir a ordem pública e o risco à instrução penal". Com informações do Valor.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[20/07/2018] - BNDES: há interessados em parte da JBS
[20/07/2018] - Arroba: consumo está segurando a alta
[20/07/2018] - Para onde vai a reposição?
[20/07/2018] - Tabela de frete continua travando venda de milho
[20/07/2018] - CEPEA: Agro será o mais prejudicado com tabela
[19/07/2018] - Pressão de alta na arroba do boi
[19/07/2018] - Para onde vai a arroba do boi em 2018?

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[19/07/2018] - Exportações em alta animam a pecuária
[19/07/2018] - MAPA demite envolvidos na Carne Fraca
[19/07/2018] - Caminhoneiros estariam espalhando boatos
[19/07/2018] - Governo já não crê em acordo com a UE
[18/07/2018] - Lucro dos frigoríficos melhorou com greve e dólar
[18/07/2018] - Frigoríficos seguem pagando acima da referência
[18/07/2018] - Reposição se movimenta no MS
[18/07/2018] - Frigorífico fechado pela JBS será reaberto
[18/07/2018] - Leite longa vida parou de subir
[17/07/2018] - Exportações batem recorde de outubro de 2014
[17/07/2018] - Arroba: boi deveria subir mais
[17/07/2018] - Carne não sobe e reduz margem do frigorífico
[17/07/2018] - MT: 300 mil animais tiveram que ser revacinados
[17/07/2018] - Preços do milho sem direção definida
[16/07/2018] - Lula teria pedido para agilizar verba para a JBS
[16/07/2018] - Arroba: frigoríficos oferecem acima da referência
[16/07/2018] - Reposição ganhou força
[16/07/2018] - Exportações de boi em pé cresceram 84%
[16/07/2018] - Exportações do Agro seguem firmes, apesar da greve
[13/07/2018] - Arroba: frigoríficos cm dificuldade para comprar
[13/07/2018] - Preço da carne continua caindo no varejo
[13/07/2018] - STF nega liminar que suspenderia tabela de frete
[13/07/2018] - Frete: aprovação não derruba ações judiciais
[13/07/2018] - O Brasil ganha ou perde com a guerra comercial?
[13/07/2018] - Preço do milho recua e pode cair mais
[13/07/2018] - CNA: campo precisa entrar na política de segurança
[12/07/2018] - Arroba subiu, frigoríficos já pagam mais
[12/07/2018] - CEPEA: arroba em alta, carne em baixa
[12/07/2018] - Frigoríficos apostam em retomada das exportações
[12/07/2018] - Abates batem recorde positivo no MT após a greve
[12/07/2018] - PIB da Pecuária recua no MT mas deve se recuperar
[12/07/2018] - Câmara aprova tabela de frete
[12/07/2018] - Senado aprova tabela de frete em tempo recorde
[12/07/2018] - Lactalis vai produzir marca francesa no Brasil
[11/07/2018] - Arroba: frigoríficos não acham boi para comprar
[11/07/2018] - Carne bovina deve subir mais
[11/07/2018] - Leite pára de subir
[11/07/2018] - Custo deve subir até 50% com tabela de frete
[11/07/2018] - Frete alto dificulta entrega de fertilizantes
[11/07/2018] - JBS: Noruega decide não investir e cita corrupção
[11/07/2018] - Polpa cítrica: oferta está menor
[10/07/2018] - Quem quer vender boi a R$ 150 a arroba?
[10/07/2018] - Consumo de carne bovina segue devagar
[10/07/2018] - Proibição da exportação pode ser votada hoje
[10/07/2018] - Inspeção privada tem data para começar no RS
[10/07/2018] - Crise e inflação podem piorar com tabela
[10/07/2018] - Tabelamento do frete pode ser aprovado hoje
[10/07/2018] - Doença que atinge o milho chegou ao Paraná
[10/07/2018] - Prefeitura fecha acordo para reabrir frigorífico
[09/07/2018] - Arroba: feriado em SP pode puxar cotação do boi

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br