Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
299,00 287,00 279,00
GO MT RJ
275,00 282,00 283,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2560,00
Garrote 18m 2790,00
Boi Magro 30m 3770,00
Bezerra 12m 2070,00
Novilha 18m 2530,00
Vaca Boiadeira 2820,00

Atualizado em: 24/5/2022 12:56

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Demanda pela carne brasileira deve continuar forte

 
 
 
Publicado em 25/01/2022

A demanda chinesa continua responsável pela volatilidade dos preços da carne bovina. Foi a China que empurrou as cotações para cima em fins de 2019, encurralada pelos focos de peste suína africana. E a mesma China jogou o mercado para baixo, quando em outubro passado barrou as importações, por causa dos casos atípicos do mal da vaca louca no Brasil. A boa notícia foi a suspensão do embargo, anunciada pelo Ministério da Agricultura em meados de dezembro.

“Havia um sério risco de desestímulo à produção do ‘boi China’ – como são chamados os animais com 30 meses –, caso o país asiático não retomasse as compras ou reduzisse o volume”
Guilherme Cunha Malafaia, coordenador do Centro de Inteligência da Carne Bovina (CiCarne), da Embrapa

Ele se mostra otimista, porque outros compradores internacionais continuam com apetite pela carne brasileira. “Pelo menos até 2025, vemos uma demanda externa forte para a carne bovina, tempo que ainda deve durar a recomposição do rebanho suíno da China, e isso tem impacto no preço”, afirma Malafaia.

Olhando mais à frente, as projeções indicam que as compras chinesas de carne bovina brasileira podem chegar a 3,62 milhões de toneladas em equivalente carcaça em 2030. O volume é 32,8% superior ao registrado no ano passado. Os dados são de um estudo feito pela Scot Consultoria, com apoio das organizações Solidaridad e WWF-Brasil, em parceria com a TFA (Tropical Forest Alliance).

Maurício Velloso, presidente da Associação Nacional da Pecuária Intensiva (Assocon), diz que a baixa oferta de animais para reposição deve continuar no primeiro semestre do próximo ano, com consequente elevação dos preços. No entanto, a alta nos custos de produção poderá trazer prejuízos aos produtores, alerta. “Sem dúvida alguma, nós devemos experimentar, no primeiro semestre de 2022, valores mais altos do que estão sendo praticados hoje”. Com informações do Globo Rural.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[24/05/2022] - China barra compras de mais três frigoríficos
[24/05/2022] - Preço da carne exportada subiu quase 30%
[24/05/2022] - Arroba: frigoríficos derrubam cotações
[24/05/2022] - Queda do preço do boi pode estar perto do fim
[24/05/2022] - Brasil vai exportar milho à China
[24/05/2022] - Milho: abertura do mercado chinês puxa cotações
[23/05/2022] - Custo alto deve reduzir confinamento em 2022

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[23/05/2022] - Arroba: mercado devagar em SP
[23/05/2022] - Arroba: até quando frigoríficos tentarão a baixa?
[23/05/2022] - Milho: frente fria não prejudicou a safra
[23/05/2022] - Milho: mercado travado no Sul do Brasil
[20/05/2022] - Senadores dos EUA: frigoríficos formam cartel
[20/05/2022] - Exportações do Agro batem recorde histórico
[20/05/2022] - Frigoríficos querem boi barato e exportação cara
[20/05/2022] - Arroba: frigoríficos continuam derrubando preços
[20/05/2022] - População ocupada no Agro: maior número desde 2016
[20/05/2022] - Falso policial aplicava golpe em produtores rurais
[20/05/2022] - Argentina aumenta novamente impostos sobre o Agro
[20/05/2022] - Satélites da SpaceX ajudarão a monitorar Amazônia
[19/05/2022] - Bloqueio chinês gera prejuízos incalculáveis em GO
[19/05/2022] - China compra quase 50% das exportações do Brasil
[19/05/2022] - Arroba: frigoríficos testam valores menores
[19/05/2022] - Arroba: onda de frio segue influenciando cotações
[19/05/2022] - Onda de frio continua sem grandes danos ao Agro
[19/05/2022] - Inflação do aluguel desaba na prévia de maio
[18/05/2022] - Frigoríficos aproveitam o frio para derrubar o boi
[18/05/2022] - Onda de frio: até quando?
[18/05/2022] - Arroba: preço dos machos cede em São Paulo
[18/05/2022] - Analista prevê mais quedas para o boi gordo
[18/05/2022] - Custo em alta derruba confiança do pecuarista
[17/05/2022] - China está usando os EUA para pressionar o Brasil?
[17/05/2022] - Ações de frigoríficos caem com ação da China
[17/05/2022] - Como estão as exportações de carne em maio?
[17/05/2022] - Arroba: preços no mesmo lugar
[17/05/2022] - Preço do boi estável em Rondônia
[17/05/2022] - Lucro da Frigol dispara com exportações
[17/05/2022] - Embrapa: leite subiu menos que custo de produção
[17/05/2022] - Funcionários de fazenda presos por furto de gado
[17/05/2022] - MP muda Tabela de Frete Rodoviário
[17/05/2022] - PIB cresce 1,5% puxado pela exportação do Agro
[17/05/2022] - Inflação medida pelo IPC-Fipe perde velocidade
[16/05/2022] - MAPA corrige para cima o PIB estimado do Agro
[16/05/2022] - Arroba: pecuarista não aceita queda do boi
[16/05/2022] - Preço de produtos do Agro recuam em SP
[16/05/2022] - China habilita 13 frigoríficos dos EUA
[16/05/2022] - Milho: frente fria reverte cenário de queda
[13/05/2022] - Exportações: Brasil vendeu mais para 101 países
[13/05/2022] - Volume exportado aos EUA já bate 25% da China
[13/05/2022] - Arroba: frigoríficos seguram as compras
[13/05/2022] - Leite: custo de produção reduz ritmo de alta
[13/05/2022] - Produtores de milho protestam contra tarifa zero
[13/05/2022] - Tarifa zero não preocupa produtores de frango
[12/05/2022] - Arroba: frigoríficos aumentam a pressão de baixa
[12/05/2022] - Diferença entre machos e fêmeas bate recorde
[12/05/2022] - JBS não vê impacto de lockdowns na China
[12/05/2022] - IBGE: Abates cresceram, produção de leite caiu
[12/05/2022] - JBS tem o melhor trimestre da história

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br