Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
295,00 287,00 293,00
GO MT RJ
286,00 278,00 292,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2500,00
Garrote 18m 2940,00
Boi Magro 30m 3620,00
Bezerra 12m 2190,00
Novilha 18m 2620,00
Vaca Boiadeira 2840,00

Atualizado em: 17/9/2021 08:46

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Importações de milho dispararam

 
 
 
Publicado em 03/08/2021

As importações de milho do Brasil neste último mês de julho atingiram a marca de 144,3 mil toneladas, de acordo com informações divulgadas nesta segunda-feira, 2 de agosto, pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), vinculada ao Ministério da Economia. O número representa uma alta de 23,6% em comparação com o mês de junho de 2021, quando o país importou 116,7 mil toneladas do cereal, destaca a Consultoria AgResource Brasil.

Em relação ao mesmo período do ano passado, apontam os analistas de mercado, quando o Brasil comprou 44,3 mil toneladas do cereal, a elevação chega a 225,5%. Já as exportações ficaram em 1,983 milhão de toneladas, alta de 2.052% em relação ao mês anterior (92 mil toneladas), mas queda de 50% na comparação com o mesmo período do ano passado (3,979 milhões de toneladas).

“Essa alta expressiva das importações e o recuo das exportações em relação ao ano anterior acontece por conta da quebra de safra de milho. Os produtores de diversos estados enfrentaram forte seca entre abril e maio, granizo e três eventos de geadas”, explicam os especialistas da Consultoria AgResource Brasil.

A Consultoria TF Agroeconômica, por sua vez, reporta que seus correspondentes apontam ter “aumentado consideravelmente” o interesse pela importação de milho entre empresas de médio e pequeno porte. “De fato, o interesse pela operação – apesar de sua complexidade e carga tributária – parece crescer. Empresas que nunca haviam importado, agora já se arriscam na operação, vendo com bons olhos o milho que vem de fora e que faz frente em custos em relação ao seu competidor no mercado interno”, concluem os analistas. Com informações do Agrolink.
 

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[17/09/2021] - O que os frigoríficos pretendem fazer agora?
[17/09/2021] - Rússia restringe compras de MG e MT
[17/09/2021] - Arroba: frigoríficos derrubam as cotações em SP
[17/09/2021] - Carne estocada pode ir para o mercado interno
[17/09/2021] - Empregos: Agro já recuperou o nível pré-pandemia
[17/09/2021] - Agro será o setor mais beneficiado com o 5G
[16/09/2021] - Arábia Saudita retira embargo ao Brasil

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[16/09/2021] - CEPEA: embargo chinês deve ser revertido logo
[16/09/2021] - Boi caiu, mas preço da carne continua o mesmo
[16/09/2021] - Arroba: incerteza ainda trava negociações
[16/09/2021] - Pedido de vistas interrompe julgamento no STF
[16/09/2021] - MST abraça capitalismo e capta dinheiro no mercado
[15/09/2021] - Arroba: pecuaristas recusam valores menores em SP
[15/09/2021] - Frigoríficos e pecuaristas travam disputa em MT
[15/09/2021] - Em Goiás, o PIB do Agro deve registrar alta de 11%
[15/09/2021] - Prévia do PIB sobe acima das previsões
[15/09/2021] - Governo renova programa de promoção do Agro
[15/09/2021] - Julgamento do marco temporal deve ser interrompido
[14/09/2021] - Exportações de carne bovina: 83% de alta em 1 ano
[14/09/2021] - Exportações do Agro: o maior valor desde 2013
[14/09/2021] - PIB da Pecuária: alta de mais de 5% em 2021
[14/09/2021] - Sauditas embargam frigoríficos de Minas Gerais
[14/09/2021] - Chineses podem usar EEB para renegociar preços
[14/09/2021] - Arroba: negócios não acontecem a valores menores
[14/09/2021] - Arroba: frigoríficos tentam forçar baixa
[14/09/2021] - Produtor de leite sente o peso dos custos altos
[13/09/2021] - Brasil deve enviar missão do MAPA à China
[13/09/2021] - Arroba: bloqueio chinês deve acabar logo
[13/09/2021] - Arroba: cenário de estabilidade em SP
[13/09/2021] - Milho: mercado aposta em queda de preço
[13/09/2021] - Entrega de fertilizantes dispararam em junho
[13/09/2021] - Bolsonaro: fim do marco temporal é o fim do Agro
[10/09/2021] - Pecuaristas acusam JBS de manipulação da arroba
[10/09/2021] - Arroba: entregar boi só por necessidade
[10/09/2021] - Arroba: frigoríficos culpam caminhoneiros
[10/09/2021] - Movimento dos caminhoneiros acabou
[10/09/2021] - Abates caíram, retenção de fêmeas continua
[10/09/2021] - Consultorias debatem: quantos bois há no Brasil?
[10/09/2021] - Leite: aquisição cai 1% no trimestre
[10/09/2021] - MAPA proíbe a entrada de produtos suínos no Brasil
[10/09/2021] - STF: primeiro voto é contra marco temporal
[10/09/2021] - Pecuaristas argentinos ameaçam nova greve
[09/09/2021] - Arroba: pecuarista não aceita menos pelo boi
[09/09/2021] - CEPEA: exportações devem voltar logo
[09/09/2021] - Arroba: boi já reage no mercado futuro
[09/09/2021] - Nos EUA, carne cara, boi barato
[09/09/2021] - Frigoríficos: governo dos EUA prepara ação
[09/09/2021] - Polícia garante livre fluxo de cargas nas estradas
[09/09/2021] - Bolsonaro conversa com caminhoneiros
[09/09/2021] - Frigoríficos: transporte está normal
[08/09/2021] - Vaca louca: produção brasileira não está em risco
[08/09/2021] - Pecuarista é quem vai assumir prejuízo?
[08/09/2021] - Ações de frigoríficos subiram na segunda
[08/09/2021] - Exportações de carne bateram recorde em agosto
[08/09/2021] - Arroba: frigoríficos travam as compras
[08/09/2021] - Frigol dá férias coletivas
[08/09/2021] - Brasil está importando mais lácteos

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br