Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
266,00 267,00 251,00
GO MT RJ
248,00 254,00 280,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2400,00
Garrote 18m 2770,00
Boi Magro 30m 3290,00
Bezerra 12m 2100,00
Novilha 18m 2540,00
Vaca Boiadeira 2840,00

Atualizado em: 15/10/2021 10:48

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Leite: alta para o produtor chegou ao fim?

 
 
 
Publicado em 21/07/2021

O preço pago ao produtor de leite atingiu em junho a quarta alta consecutiva em junho, fechando a R$ 2,201/litro, aumento de 7,5% em relação ao mês anterior (valores reais deflacionados pelo IPCA de junho/21). O levantamento é de pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Esalq/USP, e considera a “Média Brasil” líquida (principais bacias leiteiras do País).

De janeiro a junho de 2021, segundo boletim mensal do Cepea, a média de preços esteve 34,2% acima do mesmo período do ano anterior, resultado da menor disponibilidade de matéria prima no campo. "A limitação da oferta se dá em consequência da forte estiagem em importantes bacias leiteiras e da alta expressiva nos custos de produção", dizem os pesquisadores. E as expectativas sobre o leite captado em junho e pago ao produtor em julho apontam para nova elevação, em torno de 5%.

No entanto, segundo pesquisas do Cepea, houve expressivo aumento de 11,5% nos custos de produção na “Média Brasil” no primeiro semestre de 2021 ante a primeira metade de 2020, resultado das valorizações dos grãos e do dólar. "A desvalorização do real frente às moedas estrangeiras resultou não somente no aumento das exportações de grãos e na diminuição da oferta doméstica como também encareceu os insumos produzidos com matéria prima importada, como é o caso de adubos e corretivos e sais minerais", comenta o Cepea.

Os pesquisadores destacam, ainda, que "os consecutivos meses de perda nas margens do produtor levaram muitos pecuaristas a diminuírem os investimentos na atividade, uma vez que o estímulo da alta nos preços do leite não tem garantido rentabilidade como em anos anteriores".

Do lado da indústria, o repasse da valorização no campo para o consumidor se mantém conflituoso por causa da demanda enfraquecida e do menor poder de compra dos brasileiros. Laticínios e cooperativas têm mantido os estoques enxutos por causa de sua margem espremida, de modo a conseguirem maior poder de barganha para elevar preços. Em junho, as cotações do queijo mussarela, leite UHT e leite em pó negociadas no atacado de São Paulo aumentaram 16,1%, 8,6% e 2,6%, respectivamente, ante a maio. "Esse resultado deve sustentar a alta de preços ao produtor pelo leite captado em junho e pago em julho", estima o Cepea.

No entanto, o movimento altista no mercado de derivados lácteos tem perdido força em julho, em virtude dos elevados níveis de preços associados à demanda fragilizada. Além disso, os volumes de lácteos importados nos últimos meses devem diminuir a forte competição entre indústrias pela compra de leite no campo.

Isso já foi sinalizado pelo desempenho do mercado spot (leite negociado entre indústrias) em julho. A pesquisa do Cepea mostra que, em Minas Geais, o leite spot registrou média de R$ 2,52/litro em julho, queda de 9,4% ante junho. "Esse resultado evidencia o controle do volume estocado das indústrias, indicando possíveis recuos nos preços da matéria prima para agosto em relação ao leite captado em julho", concluem os pesquisadores. Com informações do CEPEA e do Broadcast.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[15/10/2021] - Arroba: frigoríficos continuam derrubando o boi
[15/10/2021] - Ataques a entidades do Agro causam indignação
[15/10/2021] - Deputado da FPA pede investigação de vandalismo
[15/10/2021] - Atividade econômica perdeu força em agosto
[15/10/2021] - JBS faz novo investimento nos Estados Unidos
[15/10/2021] - Alemanha tem caso atípico de vaca louca

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[14/10/2021] - China terá carne barata quando mercado reabrir?
[14/10/2021] - Militantes vandalizam sede de entidades do Agro
[14/10/2021] - Arroba: boi caiu, mas a carne ainda não
[14/10/2021] - CEPEA: pecuaristas não aceitam preços menores
[14/10/2021] - PIB da Pecuária: alta de 6,1% em 2021
[13/10/2021] - Como estão as exportações em outubro?
[13/10/2021] - Arroba: frigoríficos continuam segurando compras
[13/10/2021] - China derrubou importações de carne
[13/10/2021] - Milho: compradores saíram do mercado
[13/10/2021] - Proibição da exportação de gado avança
[08/10/2021] - China deve aumentar (muito) importações do Brasil
[08/10/2021] - Arroba: frigoríficos travam as compras
[08/10/2021] - Produção de leite de Mato Grosso caiu
[08/10/2021] - Bolsonaro: falta de adubo é preocupante
[07/10/2021] - Abrafrigo: EUA dobraram importações do Brasil
[07/10/2021] - Arroba: reabertura chinesa pode ocorrer amanhã
[07/10/2021] - Arroba: frigoríficos estão atrás de boi barato
[07/10/2021] - CEPEA: referência está quase 5% menor
[07/10/2021] - Leite: preço ao produtor volta a subir em setembro
[07/10/2021] - Lácteos sobem pelo sexto mês consecutivo
[07/10/2021] - RS já registrou focos de raiva em 25 municípios
[07/10/2021] - Preço do milho já caiu quase 5%
[07/10/2021] - Fundador da Marfrig será julgado pela CVM
[06/10/2021] - Embargo chinês: o que dizem os analistas?
[06/10/2021] - Confinadores já fazem conta dos prejuízos
[06/10/2021] - Arroba: mercado segue travado
[06/10/2021] - Carcaça casada caiu em setembro
[06/10/2021] - Crédito rural bate recorde histórico
[06/10/2021] - Senado aprova novas regras para ferrovias
[06/10/2021] - IGP mostra que inflação perdeu força
[05/10/2021] - Arroba: mercado calmo
[05/10/2021] - Arroba: frigos derrubam o boi no mercado futuro
[05/10/2021] - Laticínios anunciam fusão
[05/10/2021] - Milho: mercado recuou
[05/10/2021] - EUA anunciam vacina para Peste Suína Africana
[04/10/2021] - Exportações de carne bovina: alta de 31%
[04/10/2021] - Receita com exportações foi a maior da história
[04/10/2021] - Frigoríficos pagam menos, mas carne não caiu
[04/10/2021] - Leite volta a subir em setembro
[04/10/2021] - Milho: vendedores saem do mercado
[04/10/2021] - Faltam tratores e máquinas no mercado
[01/10/2021] - Ações de frigoríficos nem sentiram embargo chinês
[01/10/2021] - BNDES, enfim, deve vender ações da JBS
[01/10/2021] - Arroba: frigoríficos seguem pressionando com força
[01/10/2021] - Arroba: especulação tomou conta em SP
[01/10/2021] - Justiça proíbe demissões na Marfrig
[30/09/2021] - Frigoríficos derrubam o boi e põem culpa na China
[30/09/2021] - CEPEA: boi tem a maior queda desde janeiro de 2020
[30/09/2021] - Agro continua gerando mais empregos
[30/09/2021] - Ração: preços dispararam... na China

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br