Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
311,00 301,00 301,00
GO MT RJ
298,00 302,00 292,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2850,00
Garrote 18m 3190,00
Boi Magro 30m 3920,00
Bezerra 12m 2420,00
Novilha 18m 2900,00
Vaca Boiadeira 3130,00

Atualizado em: 17/6/2021 10:17

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Sauditas tentam explicar embargo ao Brasil

 
 
 
Publicado em 11/05/2021

Na noite desta segunda-feira (10) o Ministério das Relações Exteriores informou que recebeu um comunicado verbal oficial do governo da Arábia Saudita a respeito da suspensão do país árabe a 11 frigoríficos processadores de aves do Brasil que eram habilitados a exportar. Segundo o Itamaraty, a alegação é de que "produtos exportados pelas empresas envolvidas teriam ultrapassado limites e padrões microbiológicos estabelecidos no Regulamento Técnico nº GSO 1016/2015".

Apesar de citar a norma, o Itamaraty não especificou qual ou quais microorganismos foram identificados nas cargas das empresas com as habilitações suspensas. Segundo uma fonte ligada ao comércio entre Brasil e Arábia Saudita ouvida pelo Notícias Agrícolas e que não quis se identificar, a justificativa apontada pela autoridade sanitária do país árabe é de presença de salmonella nas cargas.

"É algo estranho e difícil de dar este tipo de problema. A carga pode sair aqui do Brasil com níveis dentro do padrão, mas durante o transporte pode haver problemas na refrigeração do contêiner, por exemplo, e a bactéria se proliferar. Quando isso acontece, a carga é incinerada quando chega ao destino e o seguro de importação é acionado para cobrir o prejuízo. Mas é estranho que 11 plantas que representam 65% da carne de frango importada pela Arábia Saudita tenham a habilitação suspensa de uma só vez por essa razão", disse a fonte.

Na última quinta-feira (5) o setor de avicultura brasileiro sou pego de surpresa pela suspensão de 11 plantas frigoríficas habilitadas para exportar carne de aves para a Arábia Saudita. A medida passa a valer a partir do dia 23 de maio. De acordo com informações de uma conjunta do Ministério das Relações Exteriores e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), "não houve contato prévio das autoridades sauditas, tampouco apresentação de motivações ou justificativas que embasem as suspensões".

Questionado sobre uma justificativa oficial do governo saudita para a medida, o MAPA repondeu que a pasta "não recebeu comunicado oficial das autoridades sanitárias da Arábia Saudita sobre o assunto".

O Regulamento Técnico nº GSO 1016/2015 é uma norma publicada pela Organização de Padronização do GCC (GSO), uma organização regional na qual uma das principais funções é emitir normas e regulamentos técnicos do Golfo por meio de comitês técnicos especializados (TCs).

O Ministério informou, por meio de nota, que recebeu o comunicado ainda no domingo (9), por meio de Nota Verbal à Embaixada do Brasil em Riade. "No entanto, deve-se salientar que a comunicação oficial da medida saudita ao governo brasileiro ocorreu depois de os frigoríficos terem sido suspensos, sem que houvesse a possibilidade de apresentação de defesa técnica pelo Brasil. Além disso, não foram apresentados dados a respeito dos limites suspostamente ultrapassados, nem dados científicos acerca da metodologia utilizada nas análises que teriam sido realizadas", apontou o comunicado do Itamaraty. Com informações do Notícias Agrícolas.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[17/06/2021] - Pecuaristas dos EUA não querem depender da JBS
[17/06/2021] - China está comprando menos carne do Brasil
[17/06/2021] - Arroba: mercado preocupado com vendas à China
[17/06/2021] - Arroba: boi já vale mais em Goiás
[17/06/2021] - Queda do dólar pode derrubar a arroba do boi
[17/06/2021] - Custo de produção do leite continua a subir
[17/06/2021] - Combater desperdício de alimentos é prioridade
[17/06/2021] - Guedes: governo precisa reduzir encargos
[17/06/2021] - Herdeiros da BRF aprovam sociedade com Marfrig
[17/06/2021] - Construção de ferrovia depende de consulta a índio
[17/06/2021] - Câmara adia projeto que altera demarcações

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[16/06/2021] - Agro brasileiro bateu recorde de exportações
[16/06/2021] - Arroba: frigoríficos pagam mais que a referência
[16/06/2021] - Arroba: boi volta a subir em várias praças
[16/06/2021] - Confinador precisará fazer muita conta em 2021
[16/06/2021] - Sauditas facilitam importação de carne brasileira
[16/06/2021] - China: queda de preços pode ameaçar recuperação
[16/06/2021] - O que acontece se a Marfrig comprar a BRF?
[16/06/2021] - Preços dos lácteos estão mais altos
[16/06/2021] - Milho: preços caem abaixo de R$ 90 a saca
[16/06/2021] - Milho: preços dispararam em Mato Grosso do Sul
[16/06/2021] - Geração de emprego em fazendas surpreende em 2021
[16/06/2021] - Inflação ao produtor perde força em maio
[16/06/2021] - Força Nacional chega a RO para enfrentar guerrilha
[16/06/2021] - Argentina: governo pode reduzir exportação em 50%
[15/06/2021] - Como estão as exportações de carne em junho?
[15/06/2021] - Exportações de carne de MT caem pelo segundo mês
[15/06/2021] - PIB da Pecuária deve crescer quase 4% em 2021
[15/06/2021] - Arroba do boi China já vale R$ 5 a mais
[15/06/2021] - Arroba: fora de SP boi já está valendo mais
[15/06/2021] - MAPA deve aprovar milho transgênico dos EUA
[15/06/2021] - Agro pode ter imagem manchada pelo tráfico
[14/06/2021] - Decisões do STF podem estimular invasões de terra
[14/06/2021] - Arroba: frigoríficos pagam mais no Centro-Oeste
[14/06/2021] - Arroba: sexta foi dia de poucos negócios
[14/06/2021] - JBS pode fatiar Sadia e Perdigão
[14/06/2021] - EUA intervirão na relação frigorífico-pecuarista
[14/06/2021] - Milho: colheita próxima derruba preços
[14/06/2021] - Prévia do PIB brasileiro mostra crescimento
[11/06/2021] - JBS pode comprar o controle da BRF?
[11/06/2021] - Compra de BRF pode ser travada pelo CADE
[11/06/2021] - PIB do Agro cresce 5% em cima de valor recorde
[11/06/2021] - Arroba: preços devem subir ainda mais
[11/06/2021] - Arroba: frigoríficos pagam mais para garantir bois
[11/06/2021] - Captação de leite bate recorde histórico
[11/06/2021] - Indicador mostra recuperação do emprego
[11/06/2021] - Bolsonaro sanciona lei que recompõe o Plano Safra
[10/06/2021] - JBS pagou resgate milionário para hackers
[10/06/2021] - China pode abrir mercado enorme para o Brasil
[10/06/2021] - Arroba: escalas começaram a encurtar
[10/06/2021] - Frigoríficos aumentam oferta por vacas e novilhas
[10/06/2021] - Pecuarista retém fêmeas com reposição em alta
[10/06/2021] - MAPA promove evento sobre seguro rural pecuário
[09/06/2021] - Dependência de poucos mercados traz risco enorme
[09/06/2021] - Brasil: China comprou quase 58% da carne exportada
[09/06/2021] - China vai usar mais carne de suas reservas
[09/06/2021] - Alta da arroba do boi vai continuar?
[09/06/2021] - Arroba: alta continua em São Paulo
[09/06/2021] - Custo rural deve subir com falta de chuvas
[09/06/2021] - Inflação tem forte alta puxada pela energia
[09/06/2021] - JBS emite dívida com selo sustentável

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br