Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
311,00 291,00 301,00
GO MT RJ
296,00 299,00 286,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2890,00
Garrote 18m 3360,00
Boi Magro 30m 3970,00
Bezerra 12m 2550,00
Novilha 18m 3090,00
Vaca Boiadeira 3300,00

Atualizado em: 9/4/2021 10:23

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Por que as exportações do Agro caíram em janeiro?

 
 
 
Publicado em 12/02/2021

As exportações do agronegócio foram de US$ 5,67 bilhões em janeiro deste ano, o que significou recuo de 1,3% na comparação com janeiro do ano passado (US$ 5,75 bilhões). De acordo com a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SCRI/Mapa), a queda nas exportações de soja em grão, de quase meio bilhão de dólares, explica o recuo das exportações do agronegócio no mês de janeiro.

Essa redução foi compensada, em grande parte, pelo aumento do valor exportado de quatro produtos: milho (+42,5% ou +US$ 148,96 milhões em valores absolutos), açúcar de cana em bruto (+35,6% ou + US$ 141,06 milhões em valores absolutos), café verde (+30,2% ou +US$ 108,05 milhões) e farelo de soja (+28,3% ou +US$ 99,17 milhões em valores absolutos).

A queda nas exportações do agronegócio (-1,3%) em conjunto com o aumento das exportações dos demais produtos (+4,5%) fez com que a participação do agronegócio nas exportações brasileira declinasse de 39,6% em janeiro de 2020 para 38,3% em janeiro deste ano.

As importações de produtos do agronegócio, por sua vez, aumentaram 6,5%, passando de US$ 1,22 bilhão (janeiro/2020) para US$ 1,30 bilhão em janeiro de 2021. O saldo da balança resultou em US$ 4,37 bilhões.

Milho

As vendas externas de milho foram preponderantes no setor de cereais, farinhas e preparações, atingindo US$ 499,86 milhões (+42,5%), com alta de 22,1% no volume exportado e 16,7% no preço médio de exportação do cereal.

Segundo a SCRI, os embarques de milho iniciaram trajetória ascendente a partir de agosto de 2020, em função do atraso na colheita da segunda safra no ano passado, por questões climáticas.

Açúcar

As exportações de açúcar de cana em bruto foram recordes em volume em janeiro, com 1,85 milhão de toneladas (+31,7%). O produto brasileiro segue trajetória positiva iniciada em 2020, em virtude de quedas de produção nos principais produtores asiáticos, que estimulou a recuperação de preços internacionais e os valores exportados da commodity.

Café

Os embarques de café verde registraram US$ 466,20 milhões (+30,2%). O volume exportado de café verde foi recorde para os meses de janeiro, chegando a 221,88 mil toneladas (+35,8%).

Farelo de soja

O farelo de soja em janeiro foi o destaque do setor complexo soja (grãos, farelo e óleo) atingindo US$ 449,59 milhões, alta de 28,3%. As vendas foram influenciadas pela elevação dos preços médios em 27,2%, já que os volumes permaneceram praticamente os mesmos comparados a janeiro de 2020 (+0,8%). A alta de preços reflete o baixo estoque de passagem da soja em grão nos principais exportadores mundiais, como os Estados Unidos e Brasil.

Preços internacionais

O índice de preço dos produtos do agronegócio exportados pelo Brasil teve aumento de 1,2% entre janeiro de 2020 e janeiro de 2021, enquanto o índice de quantum recuou 2,5%. De acordo com a análise da SCRI, esse comportamento já reflete o aumento dos preços internacionais das commodities ocorrido a partir de maio de 2020, e que continua no princípio de 2021.

Por outro lado, a queda do índice de quantum das exportações do agronegócio brasileiro pode ser explicado pela forte queda da quantidade exportada de soja em grão, ocorrida em função do baixo estoque de passagem, do atraso no plantio da safra 2020/2021 em função da seca, e, posteriormente, do atraso nas áreas de colheita em decorrência das chuvas.  Com informações do MAPA.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[09/04/2021] - Arroba: carne pode subir no mercado doméstico?
[09/04/2021] - Incertezas travam mercado do boi
[09/04/2021] - Preço do boi firme no Rio Grande do Sul
[09/04/2021] - JBS nega ter vendido carne imprópria
[09/04/2021] - Milho: preços seguem acima de R$ 100
[09/04/2021] - Alta de custos preocupa setor de aves e suínos
[09/04/2021] - Nelore: pesquisa acha gene de qualidade da carne

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[09/04/2021] - Petrobras anuncia queda no preço do diesel
[09/04/2021] - Inflação: IPCA subiu menos que a expectativa
[09/04/2021] - IGP-M perde força em abril
[09/04/2021] - Austrália: exportações têm pior nível em 10 anos
[08/04/2021] - Arroba: frigoríficos pagam acima da referência
[08/04/2021] - Scot: boi China chega a R$ 320
[08/04/2021] - CEPEA: peste suína puxa vendas de carne do Brasil
[08/04/2021] - Carcaça bovina sobe com alta da arroba
[08/04/2021] - PIB da Pecuária deve crescer quase 30% em MT
[08/04/2021] - JBS: operação investiga venda de carne imprópria
[08/04/2021] - Falta de chuvas pode prejudicar ainda mais o milho
[08/04/2021] - Brasil baterá recorde na produção de grãos
[08/04/2021] - Agro responde por 82% das exportações de Goiás
[07/04/2021] - Arroba: frigoríficos não completam escala em SP
[07/04/2021] - Boi já chega a R$ 307 em Mato Grosso
[07/04/2021] - Arroba: tendência é bater os R$ 320
[07/04/2021] - Vender carne bovina no Brasil não é bom negócio?
[07/04/2021] - Bolsonaro pede que Rússia libere mais frigoríficos
[07/04/2021] - Produtor recebe cada vez menos pelo leite
[07/04/2021] - Leite: produção caiu, mas demanda não ajuda
[07/04/2021] - Milho: preço dispara e bate os R$ 100
[07/04/2021] - Milho: qual a expectativa para os preços?
[07/04/2021] - Crédito rural está ameaçado
[07/04/2021] - Tereza: ambiente e comércio são aliados
[07/04/2021] - Embrapa trabalha em vacina contra o carrapato
[06/04/2021] - Boi volta a bater recorde
[06/04/2021] - Arroba: frigoríficos seguram compras e olham
[06/04/2021] - Preço da carne bovina exportada subiu quase 5%
[06/04/2021] - Bezerro deve continuar caro?
[06/04/2021] - Frigol fecha unidade citando mercado interno ruim
[06/04/2021] - Produtores de suínos reclamam da margem do varejo
[06/04/2021] - Milho já chega próximo dos R$ 100 na Bolsa
[06/04/2021] - Preço do milho disponível bate recorde
[06/04/2021] - Fazenda é invadida por 500 garimpeiros em MT
[05/04/2021] - Exportações de carne subiram quase 6% em março
[05/04/2021] - Bezerro caro deve derrubar confinamento em 10%
[05/04/2021] - Arroba bate recorde e acumula alta de 18% em 2021
[05/04/2021] - Preço do boi vai continuar subindo em abril?
[05/04/2021] - Scot: arroba voltou a subir em SP
[05/04/2021] - Milho disparou e subiu quase 10% em março
[05/04/2021] - Mato Grosso muda emissão de GTA
[01/04/2021] - Arroba do boi volta a subir e bate recorde em SP
[01/04/2021] - CEPEA: alta do bezerro é sinal de alerta
[01/04/2021] - Lácteos valorizam, mas produtor não vê alta
[01/04/2021] - Agro tem a maior geração de emprego desde 2011
[01/04/2021] - Epidemia de peste suína volta ao norte da China
[01/04/2021] - ABCZ cancela a Expozebu presencial
[01/04/2021] - Setor de rações espera crescer apesar dos preços
[31/03/2021] - Não está fácil fechar a conta do boi
[31/03/2021] - Arroba: o que diz o mercado futuro?

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br