Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
294,00 271,00 290,00
GO MT RJ
286,00 279,00 274,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2290,00
Garrote 18m 2730,00
Boi Magro 30m 3510,00
Bezerra 12m 2060,00
Novilha 18m 2530,00
Vaca Boiadeira 2740,00

Atualizado em: 27/1/2021 09:31

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Indústria já cresce acima do nível pré-pandemia

 
 
 
Publicado em 02/12/2020

O terceiro trimestre começou com força na indústria brasileira, com a produção crescendo pelo sexto mês seguido em outubro e superando em mais de 1% o patamar pré-pandemia.

A produção industrial brasileira subiu 1,1% em outubro sobre o mês anterior, de acordo com os dados divulgados nesta quarta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com alta de 39% acumulada nos seis meses de resultados positivos, o setor está 1,4% acima do patamar de fevereiro, antes do agravamento da pandemia de Covid-19 no país.

Em março e abril, a produção industrial caiu ao nível mais baixo da série diante das medidas de isolamento para contenção do coronavírus, e em setembro conseguiu recuperar as perdas acumuladas no ápice da pandemia.

Na comparação com outubro de 2019, houve aumento de 0,3% da produção, mas ainda assim no acumulado do ano a indústria tem contração de 6,3%, destacando o impacto relevante das medidas de contenção sobre o setor.

"Ainda há espaço expressivo a ser recuperado, antes da pandemia ainda havia perdas a retomar", afirmou o gerente da pesquisa, André Macedo, destacando que o setor ainda está 14,9% abaixo do nível recorde alcançado em maio de 2011.

As paralisações por conta da pandemia de coronavírus atingiram em cheio a indústria, que vem mostrando recuperação gradual com a flexibilização das medidas de isolamento e medidas de auxílio. O grande contigente de desempregados no país também ajuda a pressionar a economia.

"Qualquer manutenção dessa trajetória da indústria depende da reação do mercado de trabalho, ainda há muita gente fora dele. É fundamental pensar no aumento do emprego e massa de rendimentos", completou Macedo.

Os dados de outubro, porém, ficaram abaixo das expectativas em pesquisa da Reuters, de aumentos de 1,4% na comparação mensal e de 1,0% na base anual.

No mês de outubro o destaque foi a alta de 7,0% na produção de Bens de Capital, uma medida de investimento. A outra taxa positiva no mês foi registrada por Bens de consumo duráveis, de 1,4%. Ambas as categorias tiveram o sexto mês seguido de expansão na produção.

Por outro lado, a fabricação de Bens Intermediários caiu 0,2% em outubro sobre o mês anterior, enquanto a de Bens de Consumo semi e não duráveis recuou 0,1%, interrompendo cinco meses consecutivos de crescimento.

Entre as atividades, a principal influência positiva foi da alta de 4,7% em Veículos automotores, reboques e carrocerias, setor que acumulou expansão de 1.075,8% em seis meses consecutivos de crescimento na produção. Ainda assim, ele está 9,1% abaixo do patamar de fevereiro.

Um dado a ser destacado é a menor disseminação do crescimento entre as atividades. Enquanto em setembro 22 dos 26 ramos pesquisados apresentaram aumento da produção, em outubro foram apenas 15.

"O auxílio emergencial foi importante para a reação do setor, mas esse crescimento vem sendo menor. Até setembro era um crescimento generalizado da indústria, mas em outubro houve espalhamento menor (entre as atividades)", completou Macedo. Com informações da Reuters.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[27/01/2021] - Setor protesta contra alta do ICMS em São Paulo
[27/01/2021] - Arroba: R$ 300 já é referência para o boi
[27/01/2021] - Leite: produtor amarga prejuízos em SC
[27/01/2021] - Milho: queda do dólar pressiona preços
[27/01/2021] - Caminhoneiros: greve vira briga política

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[26/01/2021] - Mato Grosso pode ter apagão do boi em 2021
[26/01/2021] - Exportações: média diária maior que em 2020
[26/01/2021] - Preço do boi continua subindo em Goiás
[26/01/2021] - Frigoríficos dos EUA não poderão aumentar abates
[26/01/2021] - A hora é boa para comprar fertilizantes?
[26/01/2021] - Guedes crê em crescimento de 3,5% para o Brasil
[25/01/2021] - Arroba: semana de recordes para o boi?
[25/01/2021] - China não provou acusações contra frigoríficos
[25/01/2021] - Leite subiu mas custo também subiu em MS
[25/01/2021] - Leite: estiagem ainda afeta produtores do RS
[25/01/2021] - Milho: preços continuam batendo recordes
[25/01/2021] - Farelo de soja está mais caro
[25/01/2021] - Pecuaristas sofrem com falta de chuvas em MT
[25/01/2021] - Funai muda critério para reconhecer índios
[22/01/2021] - Arroba do boi volta a bater recorde de preço
[22/01/2021] - Pecuaristas atentos à manobra dos frigoríficos
[22/01/2021] - China tem foco de Covid em frigorífico
[22/01/2021] - Veja como as ONGs trabalham contra o Brasil
[22/01/2021] - PIB do Agro cresceu 16,81% até outubro de 2020
[22/01/2021] - Indonésia importará boi em pé e carne bovina
[22/01/2021] - JBS EUA vai pagar para funcionário tomar a vacina
[21/01/2021] - JBS vai mesmo processar os irmãos Batista
[21/01/2021] - Arroba: boi já volta ao patamar de R$ 300
[21/01/2021] - CEPEA: arroba tem a maior alta da história
[21/01/2021] - China: peste suína volta a aparecer
[21/01/2021] - Leite: cooperativas sofrerão com alta do ICMS
[21/01/2021] - Bolsonaro é contra venda de terra a estrangeiro
[20/01/2021] - Arroba: frigoríficos começam a dar férias
[20/01/2021] - A disparada do boi em Mato Grosso do Sul
[20/01/2021] - China reabilita unidades da JBS
[20/01/2021] - Entidade descarta greve dos caminhoneiros
[20/01/2021] - Milho: alta de preço não tem fim
[19/01/2021] - Arroba começou a semana estável em SP
[19/01/2021] - Boi está em alta em Goiás
[19/01/2021] - Exportações perderam força na última semana
[19/01/2021] - Leite: preços devem ficar firmes, segundo o CEPEA
[19/01/2021] - ANTT publica tabela com fretes mais caros
[19/01/2021] - Atacado continua puxando índice de inflação
[19/01/2021] - Quadrilha simulava compra de gado em Goiás
[18/01/2021] - Governo de SP decide taxar leite pasteurizado
[18/01/2021] - Leite: aumento do ICMS pode fechar fazendas
[18/01/2021] - Arroba: movimento de alta continua
[18/01/2021] - Carne sobe no atacado
[18/01/2021] - Milho: preços em disparada preocupam
[18/01/2021] - China ainda tenta recuperar produção de carne
[18/01/2021] - JBS vai antecipar pagamento de dívida
[18/01/2021] - Polícia recupera gado roubado em MG
[15/01/2021] - Arroba: frigoríficos seguem oferecendo mais
[15/01/2021] - Greve dos caminhoneiros: se ocorrer será pontual
[15/01/2021] - IGP-10 recua com queda de preços ao consumidor

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br