Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
310,00 299,00 309,00
GO MT RJ
308,00 294,00 294,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2590,00
Garrote 18m 2900,00
Boi Magro 30m 3420,00
Bezerra 12m 2240,00
Novilha 18m 2680,00
Vaca Boiadeira 2840,00

Atualizado em: 26/11/2021 10:14

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

IGP-M sobe forte, sem sinal de alívio

 
 
 
Publicado em 18/11/2020

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) subiu 3,05% na segunda prévia de novembro, após ter aumentado 2,92% na segunda leitura de outubro. A informação foi divulgada nesta quarta-feira, 18, pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Com o resultado, o índice acumulou elevação de 21,70% no ano de 2020 e alta de 24,25% em 12 meses.

A FGV informou ainda os resultados dos três indicadores que compõem a segunda prévia do IGP-M de novembro. O IPA-M, que representa os preços no atacado, aumentou 3,98% em novembro, ante um avanço de 3,75% na segunda medição do mês passado. O IPC-M, que corresponde à inflação no varejo, subiu 0,51% na segunda leitura de novembro, depois da alta de 0,71% em igual prévia de outubro.

Já o INCC-M, que mensura o custo da construção, teve avanço de 1,38% na segunda medição deste mês após uma elevação de 1,50% na anterior.

A gasolina ficou mais cara, mas o aumento mais brando nas passagens aéreas desacelerou a inflação ao consumidor na segunda prévia de novembro do IGP-M.

No IPC-M, seis das oito classes de despesa registraram taxas de variação mais baixas, com destaque para o grupo Educação, Leitura e Recreação, que passou de uma alta de 3,05% na segunda prévia de outubro para elevação de 0,20% na mesma leitura deste mês. O item passagem aérea saiu de 33,57% para 1,56% no período

Os demais decréscimos ocorreram nas taxas dos grupos Alimentação (de 1,66% para 1,24%), Vestuário (de 0,40% para 0,18%), Despesas Diversas (de 0,14% para -0,01%), Habitação (de 0,31% para 0,28%) e Saúde e Cuidados Pessoais (de 0,11% para 0,09%). As maiores influências partiram dos itens frutas (de 2,92% para -0,65%), roupas (de 0,43% para 0,11%), conserto de aparelho telefônico celular (de 0,12% para -0,55%), tarifa de eletricidade residencial (de 0,13% para -0,11%) e artigos de higiene e cuidado pessoal (de 0,19% para 0,16%).

Na direção oposta, as taxas foram mais elevadas nos grupos Transportes (de 0,01% para 0,85%) e Comunicação (de 0,06% para 0,07%), sob impacto de itens como gasolina (de -0,74% para 1,74%) e combo de telefonia, internet e TV por assinatura (de 0,00% para 0,14%).

O IGP-M é usado para reajuste de contratos de aluguel. O período de coleta de preços para cálculo do índice foi de 21 de outubro a 10 de novembro. No dado fechado do mês de outubro, o IGP-M teve elevação de 3,23%. Com informações do portal Estadão.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[26/11/2021] - Arroba: boi em alta, carne também subiu
[26/11/2021] - Arroba: preços também subiram em SP
[26/11/2021] - Margem do pecuarista deve subir se China voltar
[26/11/2021] - Confinamento cresceu em 2021 e deve crescer mais
[26/11/2021] - EUA: Brasil lidera produtividade agropecuária
[26/11/2021] - Economia: atividade cresceu 2% em outubro
[26/11/2021] - Senado aprova projeto que pode reduzir frete

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[25/11/2021] - Arroba: mercado em alta
[25/11/2021] - CEPEA vê arroba do boi a R$ 310
[25/11/2021] - Milho cai em Mato Grosso do Sul
[25/11/2021] - Produtores de suínos comemoram abertura russa
[25/11/2021] - Arbitragens mostram a briga por trás da JBS
[24/11/2021] - Rússia libera exportações de 12 frigoríficos
[24/11/2021] - Arroba: o que fazer agora?
[24/11/2021] - Arroba: reabertura chinesa já mexe com o preço
[24/11/2021] - Tereza: embargo chinês pode cair em dezembro
[24/11/2021] - Lácteos: preços em queda no Paraná
[24/11/2021] - MAPA bota em marcha a diplomacia dos insumos
[24/11/2021] - Vacina será comunicada online em Mato Grosso
[24/11/2021] - Governo americano vai subsidiar frigoríficos
[24/11/2021] - Molina paga R$ 20 milhões para encerrar processo
[23/11/2021] - China dá primeiro sinal de fim do embargo
[23/11/2021] - Brasil é o único país que pode atender cota russa
[23/11/2021] - Frigoríficos recebem mais pela carne exportada
[23/11/2021] - Arroba: frigoríficos não acham boi pra comprar
[23/11/2021] - Boi subiu quase 10% em Goiás
[23/11/2021] - Aprosoja: UE pratica protecionismo disfarçado
[22/11/2021] - Arroba: em SP a referência já bate os R$ 310
[22/11/2021] - Arroba: boi também subiu na Bahia e no Rio
[22/11/2021] - Leite: margem do produtor está apertada
[22/11/2021] - Pecuaristas se retiram do Conseleite RS
[22/11/2021] - Milho: preço médio é o menor em 14 meses
[19/11/2021] - Rússia confirma liberação de frigoríficos
[19/11/2021] - Arroba: frigoríficos já pagam acima de R$ 310
[19/11/2021] - Arroba: disparada do boi continua em São Paulo
[19/11/2021] - CNA protesta contra ameaça à carne do Brasil
[19/11/2021] - Senador dos EUA quer barrar carne brasileira
[18/11/2021] - Brasil exporta leite à China pela primeira vez
[18/11/2021] - Arroba: pecuaristas estão segurando as vendas
[18/11/2021] - Arroba: parece que o jogo virou
[18/11/2021] - Rússia zera tarifa para importação de carne
[18/11/2021] - Produtores dos EUA querem barrar carne do Brasil
[18/11/2021] - JBS compra empresa de carne de laboratório
[18/11/2021] - Rússia garante venda de fertilizantes ao Brasil
[18/11/2021] - FPA: prorrogação da desoneração é boa para o Agro
[17/11/2021] - Diplomata chinês prevê volta das importações
[17/11/2021] - Com a volta da China, para quanto vai a arroba?
[17/11/2021] - Exportações: volume menor, preço bem maior
[17/11/2021] - Arroba: já tem frigorífico pagando mais de R$ 300
[17/11/2021] - Confinamento recua em MT após trava chinesa
[17/11/2021] - Frigoríficos reclamam que falta gado no RS
[17/11/2021] - UE quer barrar produto até de desmatamento legal
[17/11/2021] - Exportações de sêmen: alta de 84% no trimestre
[16/11/2021] - Arroba: após disparada, frigoríficos travam compra
[16/11/2021] - Produtores de leite protestam contra preço baixo
[16/11/2021] - Milho: queda de preços continua
[16/11/2021] - Aftosa: está difícil achar vacina para comprar

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br