Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
247,00 242,00 245,00
GO MT RJ
235,00 230,00 237,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2180,00
Garrote 18m 2430,00
Boi Magro 30m 3010,00
Bezerra 12m 1860,00
Novilha 18m 2330,00
Vaca Boiadeira 2440,00

Atualizado em: 18/9/2020 11:14

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Frigoríficos negam risco para exportações

 
 
 
Publicado em 14/08/2020

O diretor-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) nega que a de detecção de traços de coronavírus em frangos exportados para a China traga riscos para as exportações brasileiras. Ricardo Santini afirma que os vestígios foram encontrados na embalagem de um produto e garante que não há contaminação da carne em si. “A gente tem a certeza que não pode transmitir a Covid-19 pela carne, então não há problema em comer a carne. A OMS falou isso, o Hospital Albert Einstein aqui no Brasil e os cientistas da Embrapa mostram que o vírus não vive em uma carne morta, ele precisa de uma célula viva para se reproduzir. Então não é como uma bactéria que pode estar em uma carne, então não há risco contaminação”, explica em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan.

A confirmação do vírus nas exportações foi anunciada pela imprensa chinesa na quinta-feira, 13. O Centro de Prevenção e Controle de Doenças afirma ter encontrado vestígios do coronavírus nos produtos. Com o ocorrido, todas as pessoas que tiveram contato com o produto passaram por testes da doença e os lotes da exportação foram confiscados por autoridades, segundo informações do jornal chinês Global Times. Com a repercussão, o Ministério da Agricultura pediu à Administração-Geral de Aduanas da China explicações sobre o caso, afirmando que a pasta ainda “não foi notificada oficialmente pelas autoridades chinesas sobre a ocorrência”.

Ricardo Santini acredita que não há chances da contaminação ter acontecido no Brasil, explicando que as caixas dos produtos são manipuladas “várias vezes” e que a exportação leva em torno de 45 dias no transporte. Por isso, há possibilidade que a contaminação tenha acontecido fora do território brasileiro. No entanto, independente disso, o diretor-executivo reforça que a contaminação “não foi na carne em si”, garantindo que “foi um achado ocasional”, já que outras caixas com o produto, enviadas no mesmo container, não tinham vestígios do vírus. Ele explica ainda que a informação é da prefeitura de Shenzhen, na província de Guangzhou, mas ainda pede fazer um novo exame pelo ministério da Agricultura chinês.

O diretor-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal afirma que o ocorrido não trará prejuízos ao mercado brasileiro, ressaltando os “severos protocolos” seguidos pelos frigoríficos. “A gente tem a certeza que todos os países confiam na ciência, não há possibilidade de transmissão do vírus. Não tivemos nenhum sinal [de prejuízo nas exportações], o que os importadores apenas pediram explicações e o governo explicou a situação. Temos protocolos muito severos, que cuidam da carne e do nosso colabora, seguidos desde o início de março. Por causa disso, temos frigoríficos que não tiveram nenhum caso de coronavírus mesmo depois de cinco meses. Foi um caso pontual, não há risco para as relações com a China. O Brasil vendeu mais de 400 mil toneladas de janeiro a junho para a China e isso vai seguir normalmente, é um episódio superado. Repito, não há qualquer risco de ter Covid-19 em carnes”, garante. Com informações da Jovem Pan.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[18/09/2020] - Produção da Pecuária poderá bater os R$ 200 bi
[18/09/2020] - DISPARADA: bezerro já subiu quase 70%
[18/09/2020] - Arroba: mercado firme por falta de boi
[18/09/2020] - Comissão Europeia tenta aprovar acordo UE-Mercosul
[18/09/2020] - Bolsonaro: Brasil preserva e sofre ataques
[18/09/2020] - IGP-M dispara 4,5% na segunda prévia de setembro
[18/09/2020] - Produtor recebe sementes não-solicitadas

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[17/09/2020] - Preço do boi tem espaço para subir ainda mais?
[17/09/2020] - Arroba: ágio do boi China está cada vez menor
[17/09/2020] - Cepea: boi segue nas máximas históricas
[17/09/2020] - Minerva pode distribuir dividendo milionário
[17/09/2020] - Tereza: produtor sabe que preservar é importante
[17/09/2020] - Mourão: pressão européia tem fundo comercial
[16/09/2020] - Frigoríficos sofrem pressão nas vendas à China
[16/09/2020] - Arroba: frigoríficos reduzem ágio pelo boi China
[16/09/2020] - Bezerro vai continuar valorizado, prevê analista
[16/09/2020] - Frigoríficos preocupados com ameaça européia
[16/09/2020] - Minerva: banco diz que negócio não é tão bom
[16/09/2020] - Minerva prevê crescimento no exterior após negócio
[16/09/2020] - Empresa da Minerva pode ir à bolsa dos EUA
[16/09/2020] - Exportações de milho seguem firmes
[16/09/2020] - FGV diz que PIB teve forte recuperação em julho
[16/09/2020] - Entidade alerta contra sementes recebidas da China
[15/09/2020] - Minerva recebe oferta para venda parte de empresa
[15/09/2020] - JBS vai resgatar dívida de 2024
[15/09/2020] - Exportações mantém ritmo forte em setembro
[15/09/2020] - Arroba: ágio para boi China chega a R$ 5
[15/09/2020] - Arroba: boi subiu no Norte e no Centro-Oeste
[15/09/2020] - Boi teve forte alta em Mato Grosso
[15/09/2020] - Leite: preço ao produtor disparou em agosto
[15/09/2020] - Leite: importação de lácteos bate recorde do ano
[15/09/2020] - Rebanho bovino de Mato Grosso cresceu em 2020
[15/09/2020] - China: suspensões por Covid serão temporárias
[15/09/2020] - China volta a usar reserva estatal de carne
[15/09/2020] - MAPA prevê recorde para a produção do Agro
[14/09/2020] - Disponibilidade de carne aumentará no Brasil?
[14/09/2020] - Arroba: frigoríficos estão pagando mais por fêmeas
[14/09/2020] - JBS é acusada de não proteger empregados nos EUA
[14/09/2020] - Milho: compradores recuam e preços perdem força
[14/09/2020] - Brasil suspende importação de carne suína alemã
[14/09/2020] - Polícia recupera gado furtado em Mato Grosso
[14/09/2020] - Indicador do PIB cresce, abaixo do esperado
[11/09/2020] - Exportações de carne bovina: alta de 12% em 2020
[11/09/2020] - Arroba: alta continua com força em todo o País
[11/09/2020] - Carne bovina segue em alta no atacado
[11/09/2020] - Fundo saudita injeta R$ 400 mi no Minerva
[11/09/2020] - Peste suína chega à Alemanha e ameaça exportações
[10/09/2020] - Abates caíram e estão no menor nível desde 2011
[10/09/2020] - Arroba: boi China já passa de R$ 250
[10/09/2020] - Indicador CEPEA renova máximas nominais
[10/09/2020] - Produtor de leite deve ter cautela
[10/09/2020] - MAPA prorroga por um ano a validade dos RGN
[10/09/2020] - Goiás autoriza a realização de eventos pecuários
[10/09/2020] - Safra de grãos deve bater recorde histórico
[10/09/2020] - Vendas no varejo têm o melhor julho desde 2000
[10/09/2020] - Forte onda de calor em todo o Brasil
[10/09/2020] - Raios: ameaça constante ao pecuarista

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br