Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
247,00 242,00 245,00
GO MT RJ
235,00 230,00 237,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2180,00
Garrote 18m 2430,00
Boi Magro 30m 3010,00
Bezerra 12m 1860,00
Novilha 18m 2330,00
Vaca Boiadeira 2440,00

Atualizado em: 18/9/2020 11:14

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Milho está acabando em Mato Grosso

 
 
 
Publicado em 14/08/2020

O milho safrinha de Mato Grosso, na reta final da colheita da safra 2019/20, está quase todo comercializado.

Das 33,47 milhões de toneladas (t) estimadas, mais de 90% estavam vendidas até o início desse mês.

O ritmo histórico dos negócios trouxe a reboque a valorização da saca. Menos milho disponível no mercado é igual a preços mais caros.

Na comparação anual dos períodos, a valorização do cereal é de 59%. Mesmo em alta, mercado acelera compras da safra 2020/21, que será cultivada somente a partir do final de janeiro do ano que vem.

Conforme dados atualizados pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), a comercialização está 7,22 pontos percentuais (p.p.) a frente do observado em igual momento de 2019. Nessa virada do mês, a colheita iniciada em maio, entrou na 12ª semana de trabalhos.

Quanto aos preços, a saca passou de R$ 23,51 para R$ 37,39 na média do indicador Imea.

“O mercado interno segue sustentando os preços do milho no Estado. Para o indicador Imea, o preço médio da saca na semana fechou cotado a R$ 37,39/sc, aumento de 5,98% em relação à média da semana passada. Descolando do mercado interno, as cotações do milho no indicador CME-Group corrente apresentaram queda de 2,29% no comparativo semanal, refletindo as expectativas da melhora da produtividade das lavouras nos EUA”, explicam os analistas.

O novo relatório do Imea sobre a comercialização destaca que a safra 2019/20 totalizou 90,45% da produção vendida, avanço de 3,37 p.p. em relação a junho. “Esse ritmo tímido das negociações, na avaliação mensal, foi influenciado pelos produtores que estão segurando as vendas, a fim de aguardar a melhora nos preços para poderem voltar a fazer novos negócios”.

A safra nova – 2020/21 que será plantada ainda no final de janeiro de 2021 – tem volume comercializado recorde para o período atual: 45,88%. Como apontam os analistas do Imea, houve um avanço de 4,99 p.p. se comparado ao mês passado.

“Ao analisar as regiões, o norte e médio norte se destacam na comercialização da safra futura, apresentando 56,40% e 48,90% da produção negociada, respectivamente”. O instituto ainda nem tem estimativas de produção para a safra futura.

Os preços praticados no mercado do cereal da safra 2020/21, seguem o mesmo ritmo acelerado das vendas, e exibe um aumento de 29,30% no preço se comparado ao mesmo período da safra passada.

Os analistas da consultoria Agrifatto destacam que mesmo em dia com dólar tímido, as cotações do cereal avançam no mercado físico e futuro, “sustentadas pela pouca disponibilidade de milho para negócios”.

E completam: “Até onde vai o preço do milho no Brasil? Essa é a principal questão que tem circundado o mercado do cereal brasileiro. Já que, mesmo em um dia em que o dólar recuou mais de 1%, a cotação do milho no mercado físico paulista se valorizou e se aproxima dos R$ 54,00/sc. Estamos diante de um ‘entesouramento de milho’. Na B3, o dia também foi marcado por altas, com o vencimento setembro/20 finalizando o dia em R$ 55,32/sc”.

As exportações mato-grossenses de milho ganharam ritmo no mês passado e chegam a 4,97 milhões t entre os meses de janeira a julho de 2020, segundo os dados da Secex.

“Observando a soja no mês passado, houve redução nos volumes da oleaginosa embarcados pelo Estado.

Com isso, as demandas para o cereal ganharam espaço no cenário do escoamento dos grãos, que neste momento apresenta maior disponibilidade devido à colheita no Estado.

Percebe-se que as exportações do milho se elevaram em 2,55 milhões t em relação ao último mês (maior crescimento no volume do ano), número que se analisado com a série histórica, segue abaixo do visto em 2019, no qual acumulou um embarque de 8,75 milhões t e comparado ao mesmo período (jan/jul)”.

Apesar da diferença anual apontada pelo Imea, as expectativas para ano safra 2019/20 do milho são positivas no Estado, podendo superar a safra 2018/19 e ser capaz de apontar recorde de exportação para Mato Grosso.  Com informações do Diário de Cuiabá.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[18/09/2020] - Produção da Pecuária poderá bater os R$ 200 bi
[18/09/2020] - DISPARADA: bezerro já subiu quase 70%
[18/09/2020] - Arroba: mercado firme por falta de boi
[18/09/2020] - Comissão Europeia tenta aprovar acordo UE-Mercosul
[18/09/2020] - Bolsonaro: Brasil preserva e sofre ataques
[18/09/2020] - IGP-M dispara 4,5% na segunda prévia de setembro
[18/09/2020] - Produtor recebe sementes não-solicitadas

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[17/09/2020] - Preço do boi tem espaço para subir ainda mais?
[17/09/2020] - Arroba: ágio do boi China está cada vez menor
[17/09/2020] - Cepea: boi segue nas máximas históricas
[17/09/2020] - Minerva pode distribuir dividendo milionário
[17/09/2020] - Tereza: produtor sabe que preservar é importante
[17/09/2020] - Mourão: pressão européia tem fundo comercial
[16/09/2020] - Frigoríficos sofrem pressão nas vendas à China
[16/09/2020] - Arroba: frigoríficos reduzem ágio pelo boi China
[16/09/2020] - Bezerro vai continuar valorizado, prevê analista
[16/09/2020] - Frigoríficos preocupados com ameaça européia
[16/09/2020] - Minerva: banco diz que negócio não é tão bom
[16/09/2020] - Minerva prevê crescimento no exterior após negócio
[16/09/2020] - Empresa da Minerva pode ir à bolsa dos EUA
[16/09/2020] - Exportações de milho seguem firmes
[16/09/2020] - FGV diz que PIB teve forte recuperação em julho
[16/09/2020] - Entidade alerta contra sementes recebidas da China
[15/09/2020] - Minerva recebe oferta para venda parte de empresa
[15/09/2020] - JBS vai resgatar dívida de 2024
[15/09/2020] - Exportações mantém ritmo forte em setembro
[15/09/2020] - Arroba: ágio para boi China chega a R$ 5
[15/09/2020] - Arroba: boi subiu no Norte e no Centro-Oeste
[15/09/2020] - Boi teve forte alta em Mato Grosso
[15/09/2020] - Leite: preço ao produtor disparou em agosto
[15/09/2020] - Leite: importação de lácteos bate recorde do ano
[15/09/2020] - Rebanho bovino de Mato Grosso cresceu em 2020
[15/09/2020] - China: suspensões por Covid serão temporárias
[15/09/2020] - China volta a usar reserva estatal de carne
[15/09/2020] - MAPA prevê recorde para a produção do Agro
[14/09/2020] - Disponibilidade de carne aumentará no Brasil?
[14/09/2020] - Arroba: frigoríficos estão pagando mais por fêmeas
[14/09/2020] - JBS é acusada de não proteger empregados nos EUA
[14/09/2020] - Milho: compradores recuam e preços perdem força
[14/09/2020] - Brasil suspende importação de carne suína alemã
[14/09/2020] - Polícia recupera gado furtado em Mato Grosso
[14/09/2020] - Indicador do PIB cresce, abaixo do esperado
[11/09/2020] - Exportações de carne bovina: alta de 12% em 2020
[11/09/2020] - Arroba: alta continua com força em todo o País
[11/09/2020] - Carne bovina segue em alta no atacado
[11/09/2020] - Fundo saudita injeta R$ 400 mi no Minerva
[11/09/2020] - Peste suína chega à Alemanha e ameaça exportações
[10/09/2020] - Abates caíram e estão no menor nível desde 2011
[10/09/2020] - Arroba: boi China já passa de R$ 250
[10/09/2020] - Indicador CEPEA renova máximas nominais
[10/09/2020] - Produtor de leite deve ter cautela
[10/09/2020] - MAPA prorroga por um ano a validade dos RGN
[10/09/2020] - Goiás autoriza a realização de eventos pecuários
[10/09/2020] - Safra de grãos deve bater recorde histórico
[10/09/2020] - Vendas no varejo têm o melhor julho desde 2000
[10/09/2020] - Forte onda de calor em todo o Brasil
[10/09/2020] - Raios: ameaça constante ao pecuarista

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br