Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
247,00 242,00 245,00
GO MT RJ
235,00 232,00 240,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2180,00
Garrote 18m 2430,00
Boi Magro 30m 3010,00
Bezerra 12m 1860,00
Novilha 18m 2330,00
Vaca Boiadeira 2440,00

Atualizado em: 22/9/2020 09:26

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

China pede suspensão de mais dois frigoríficos

 
 
 
Publicado em 16/07/2020

A China pediu ao Ministério da Agricultura que suspenda a habilitação para exportação de carnes de mais dois frigoríficos brasileiros alegando contaminação de funcionários pela covid-19, apurou o Valor.

Os adidos agrícolas do Brasil em Pequim receberam ontem uma carta enviada pela Administração Geral de Alfândegas chinesa (GACC, na sigla em inglês) sugerindo que os estabelecimentos sejam bloqueados pelo ministério para evitar que os asiáticos os retirem da lista, o que levaria a um processo mais demorado posteriormente para a retomada das vendas.

O Valor apurou que a Pasta comandada por Tereza Cristina resiste em suspender as plantas, já que não vê motivos para isso e prefere não passar recibo. O pedido é direcionado a um frigorífico de carne bovina e outro de aves. Essa resistência, no entanto, não impede que a China interrompa as compras. “Não está muito claro o que vai acontecer”, afirmou uma fonte de Brasília.

Segundo uma fonte ouvida pelo Valor, a China também pediu informações sobre a situação de mais 15 unidades. Outra fonte confirmou a solicitação, mas não soube dizer quantos frigoríficos foram alvo do pedido. JBS, BRF, Marfrig, Minuano e Agra já tiveram plantas suspensas. Ao todo, seis frigoríficos estão com as exportações de carnes para a China suspensas. Cinco foram bloqueados pelos chineses e um por decisão tomada pelo próprio Ministério da Agricultura.

A falta de critérios técnicos para a suspensão por parte dos chineses tem sido a principal reclamação do governo brasileiro, que mantém diálogo constante com os técnicos do GACC. O Brasil enviou informações sobre as medidas de prevenção à covid-19 adotadas pela indústria de carnes do país - um recente protocolo interministerial entrou em vigor para harmonizar as ações necessárias - e pediu a retomada das exportações das unidades suspensas, mas ainda não obteve respostas.

Em Brasília, já não é descartada a possibilidade de o país avaliar alguma medida protetiva de comércio internacional, até no âmbito da Organização Mundial do Comércio (OMC), caso o diálogo não evolua para liberações. No momento, porém, um questionamento na OMC parece improvável. A China, principal destino das exportações brasileiras de carnes, vem adotando restrições semelhantes com frigoríficos de diversos países, como Estados Unidos, Alemanda, Holanda, Reino Unido e Argentina.

Ontem mesmo Pequim barrou temporariamente as exportações de seis frigoríficos argentinos de carne bovina após a identificação de casos de coronavírus entre trabalhadores, segundo a agência Reuters. Também o principal destino das exportações de carne bovina da Argentina, lideradas pelas empresas brasileiras Marfrig e Minerva, a China pediu ao país sul-americano garantias adicionais de segurança dos produtos enviados a seu mercado. Com informações do Valor.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[22/09/2020] - Está chegando a hora da queda do boi?
[22/09/2020] - Arroba: alta deu uma trégua
[22/09/2020] - Exportações de carnes seguem em crescimento
[22/09/2020] - Falta de boi deixa frigoríficos ociosos em MT
[22/09/2020] - Milho bate recorde de preço em Mato Grosso
[22/09/2020] - Caroço de algodão subiu mais de 35%
[22/09/2020] - Pecuaristas somam prejuízos com fogo no Pantanal

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[22/09/2020] - Bolsonaro: Brasil é vítima de campanha difamatória
[22/09/2020] - Governo anuncia pavimentação da BR-319
[21/09/2020] - Agro registra superávit comercial recorde em 2020
[21/09/2020] - Bolsonaro: Agro evitou colapso do Brasil
[21/09/2020] - Arroba do boi chega a R$ 250 no Pará
[21/09/2020] - Arroba do boi sobe no Norte e no Centro-Oeste
[21/09/2020] - Milho: compradores saem do mercado
[21/09/2020] - Governo crê em lobby contra acordo UE-Mercosul
[21/09/2020] - Peste suína: mais seis casos na Alemanha
[21/09/2020] - Sementes não-solicitadas são entregues no RS
[21/09/2020] - OPINIÃO: Desmatamento é conto do vigário
[18/09/2020] - Produção da Pecuária poderá bater os R$ 200 bi
[18/09/2020] - DISPARADA: bezerro já subiu quase 70%
[18/09/2020] - Arroba: mercado firme por falta de boi
[18/09/2020] - Comissão Europeia tenta aprovar acordo UE-Mercosul
[18/09/2020] - Bolsonaro: Brasil preserva e sofre ataques
[18/09/2020] - IGP-M dispara 4,5% na segunda prévia de setembro
[18/09/2020] - Produtor recebe sementes não-solicitadas
[17/09/2020] - Preço do boi tem espaço para subir ainda mais?
[17/09/2020] - Arroba: ágio do boi China está cada vez menor
[17/09/2020] - Cepea: boi segue nas máximas históricas
[17/09/2020] - Minerva pode distribuir dividendo milionário
[17/09/2020] - Tereza: produtor sabe que preservar é importante
[17/09/2020] - Mourão: pressão européia tem fundo comercial
[16/09/2020] - Frigoríficos sofrem pressão nas vendas à China
[16/09/2020] - Arroba: frigoríficos reduzem ágio pelo boi China
[16/09/2020] - Bezerro vai continuar valorizado, prevê analista
[16/09/2020] - Frigoríficos preocupados com ameaça européia
[16/09/2020] - Minerva: banco diz que negócio não é tão bom
[16/09/2020] - Minerva prevê crescimento no exterior após negócio
[16/09/2020] - Empresa da Minerva pode ir à bolsa dos EUA
[16/09/2020] - Exportações de milho seguem firmes
[16/09/2020] - FGV diz que PIB teve forte recuperação em julho
[16/09/2020] - Entidade alerta contra sementes recebidas da China
[15/09/2020] - Minerva recebe oferta para venda parte de empresa
[15/09/2020] - JBS vai resgatar dívida de 2024
[15/09/2020] - Exportações mantém ritmo forte em setembro
[15/09/2020] - Arroba: ágio para boi China chega a R$ 5
[15/09/2020] - Arroba: boi subiu no Norte e no Centro-Oeste
[15/09/2020] - Boi teve forte alta em Mato Grosso
[15/09/2020] - Leite: preço ao produtor disparou em agosto
[15/09/2020] - Leite: importação de lácteos bate recorde do ano
[15/09/2020] - Rebanho bovino de Mato Grosso cresceu em 2020
[15/09/2020] - China: suspensões por Covid serão temporárias
[15/09/2020] - China volta a usar reserva estatal de carne
[15/09/2020] - MAPA prevê recorde para a produção do Agro
[14/09/2020] - Disponibilidade de carne aumentará no Brasil?
[14/09/2020] - Arroba: frigoríficos estão pagando mais por fêmeas
[14/09/2020] - JBS é acusada de não proteger empregados nos EUA
[14/09/2020] - Milho: compradores recuam e preços perdem força

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br