Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
287,00 269,00 286,00
GO MT RJ
284,00 274,00 269,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2250,00
Garrote 18m 2690,00
Boi Magro 30m 3430,00
Bezerra 12m 2010,00
Novilha 18m 2430,00
Vaca Boiadeira 2660,00

Atualizado em: 21/1/2021 11:52

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

FIESP prevê disparada no preço da carne bovina

 
 
 
Publicado em 10/07/2020

De acordo com o diretor do departamento de Agronegócio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Roberto Betancourt, a carne bovina deve perder espaço no mercado interno para as concorrentes, a proteína suína e avícola, além dos ovos. A instituição publicou nesta semana o Outlook Fiesp 2029, que traz perspectivas para o agronegócio brasileiro entre 2018 a 2029.

"A carne bovina vai se tornar artigo de luxo, vai passar a atender mais o mercado de exportação, e as demais proteínas de origem animal, como frango, suíno e ovos, devem tomar parte desse espaço", explicou.

Conforme o estudo aponta, enquanto o consumo doméstico de carne bovina tem previsão de aumentar 12% até 2029, a perspectiva de avanço para a carne de frango é de 21%, de carne suína em 27%, e de ovos, acréscimo de 47% na demanda doméstica.

Apesar da expectativa do aumento do consumo de proteínas de origem animal no mercado interno, Betancourt explica que como é uma previsão de longo prazo, não é levado em conta questões pontuais da economia, como a atual retração por conta da pandemia do coronavírus.

Para ele, o incremento na demanda doméstica é uma combinação de melhor poder aquisitivo da população, maior oferta de produto em âmbito doméstico e a saudabilidade dos alimentos.

No caso das exportações, os volumes de carne bovina devem crescer 102% até 2029; a expectativa de aumento para os embarques de proteína suína é de 68%, e para a carne de frango, 48%.

"Hoje a exportação de carne suína é a que mais depende de um mercado mais regionalizado, que é a China, e é claro que o país asiático não quer ficar totalmente preso a um só vendedor, e isso nem é sustentável também", explica.

Na opinião do diretor, é preciso que ao longo dos anos o Brasil diversifique as parcerias comerciais, uma vez que a Chiba, eventualmente, vai se recuperar da crise com a Peste Suína Africana (PSA), apostando em uma suinocultura mais tecnificada. "A China vai seguir importando enquanto trabalha nessa retomada, mas os volumes podem diminuir", disse. Com informações do Notícias Agrícolas.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[21/01/2021] - JBS vai mesmo processar os irmãos Batista
[21/01/2021] - Arroba: boi já volta ao patamar de R$ 300
[21/01/2021] - CEPEA: arroba tem a maior alta da história
[21/01/2021] - China: peste suína volta a aparecer
[21/01/2021] - Leite: cooperativas sofrerão com alta do ICMS
[21/01/2021] - Bolsonaro é contra venda de terra a estrangeiro
[20/01/2021] - Arroba: frigoríficos começam a dar férias

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[20/01/2021] - A disparada do boi em Mato Grosso do Sul
[20/01/2021] - China reabilita unidades da JBS
[20/01/2021] - Entidade descarta greve dos caminhoneiros
[20/01/2021] - Milho: alta de preço não tem fim
[19/01/2021] - Arroba começou a semana estável em SP
[19/01/2021] - Boi está em alta em Goiás
[19/01/2021] - Exportações perderam força na última semana
[19/01/2021] - Leite: preços devem ficar firmes, segundo o CEPEA
[19/01/2021] - ANTT publica tabela com fretes mais caros
[19/01/2021] - Atacado continua puxando índice de inflação
[19/01/2021] - Quadrilha simulava compra de gado em Goiás
[18/01/2021] - Governo de SP decide taxar leite pasteurizado
[18/01/2021] - Leite: aumento do ICMS pode fechar fazendas
[18/01/2021] - Arroba: movimento de alta continua
[18/01/2021] - Carne sobe no atacado
[18/01/2021] - Milho: preços em disparada preocupam
[18/01/2021] - China ainda tenta recuperar produção de carne
[18/01/2021] - JBS vai antecipar pagamento de dívida
[18/01/2021] - Polícia recupera gado roubado em MG
[15/01/2021] - Arroba: frigoríficos seguem oferecendo mais
[15/01/2021] - Greve dos caminhoneiros: se ocorrer será pontual
[15/01/2021] - IGP-10 recua com queda de preços ao consumidor
[15/01/2021] - Doria cumpre parcialmente acordo com produtores
[15/01/2021] - Marfrig emite dívida ao menor juro de sua história
[14/01/2021] - Arroba: frigoríficos voltaram a pagar R$ 290
[14/01/2021] - CEPEA: boi já recuperou queda de dezembro
[14/01/2021] - China importou quase 10 milhões de t de carne
[14/01/2021] - Leite subiu mas não melhorou situação do produtor
[14/01/2021] - Caminhoneiros ameaçam Bolsonaro
[14/01/2021] - Doria ainda não mandou publicar redução do ICMS
[14/01/2021] - Secretário promete que redução de ICMS vai sair
[14/01/2021] - Pagamento por serviços ambientais vira lei
[13/01/2021] - BNDES desiste de vender ações da JBS
[13/01/2021] - Safras: alta do boi é muito agressiva
[13/01/2021] - Arroba: frigoríficos pagam até R$ 11 a mais
[13/01/2021] - Analista prevê boi firme até março
[13/01/2021] - Milho: EUA esperam safra menor no Brasil
[12/01/2021] - Exportações de carne começaram o ano em forte alta
[12/01/2021] - Agro: exportações dispararam em janeiro
[12/01/2021] - Exportações do Agro passaram de US$ 100 bi
[12/01/2021] - Arroba: frigoríficos estão precisando de boi
[12/01/2021] - Arroba: boi dispara também em Goiás
[12/01/2021] - Pecuaristas de MT estão otimistas
[12/01/2021] - Carne continua em falta na China
[12/01/2021] - Empresa da JBS paga multa para encerrar processo
[12/01/2021] - Bolsonaro cobra apoio da bancada do Agro
[12/01/2021] - Minério de ferro pressiona e IGP-M segue em alta
[11/01/2021] - Analista prevê ano favorável para a pecuária
[11/01/2021] - Arroba: preço do boi tem forte alta
[11/01/2021] - Milho: preços em disparada

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br