Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
223,00 213,00 220,00
GO MT RJ
211,00 200,00 210,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2010,00
Garrote 18m 2310,00
Boi Magro 30m 2880,00
Bezerra 12m 1590,00
Novilha 18m 1920,00
Vaca Boiadeira 2240,00

Atualizado em: 7/8/2020 14:33

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Brasil decreta emergência por nuvem de gafanhotos

 
 
 
Publicado em 26/06/2020

O Ministério da Agricultura reiterou nesta quinta-feira ser pouco provável, até o presente momento, que a nuvem de gafanhotos que atinge áreas agrícolas da Argentina avance em direção ao território brasileiro.

A informação foi divulgada após o ministério ter declarado estado de emergência fitossanitária para áreas de produção agrícolas no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, devido a riscos de os insetos chegarem ao país.

A medida, publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira, teve caráter "preventivo", esclareceu o ministério em nota.

"Além disso, essa medida visa permitir uma mobilização mais ágil de recursos humanos e financeiros para promover eventual controle da praga", afirmou o ministério.

Na véspera, o ministério já havia afirmado que seria "pouco provável" a chegada dos gafanhotos ao território brasileiro.

"Caso isso ocorra, será feito um monitoramento interno para o acompanhamento da evolução do evento."

Segundo o Serviço Nacional de Saúde da Argentina (Senasa), a nuvem contém cerca de 40 milhões de insetos e, depois de entrar na Argentina pelo Paraguai no final de maio, encontra-se na província de Corrientes, perto das fronteiras com o Brasil, Uruguai e Paraguai.

"Estamos acompanhando o movimento da praga", disse à Reuters o coordenador do Programa Nacional de Gafanhotos do Senasa, Héctor Medina.

Ele disse que, devido à entrada de uma frente fria do sul, o movimento de gafanhotos seria limitado nos próximos dias.

As baixas temperaturas "impedem que eles se movam e se reproduzam", explicou Medina, acrescentando que, embora o clima limite sua mobilidade a curto prazo, o vento poderá eventualmente empurrar a nuvem de gafanhotos para um país vizinho.

Enquanto isso, apesar do tamanho da nuvem, o Senasa e a Bolsa de Cereais de Buenos Aires (BCBA) indicaram que os gafanhotos não causaram grandes danos às lavouras na Argentina.

"Por enquanto não é um problema, estamos mais preocupados com a (falta de) umidade para o plantio de trigo do que gafanhotos", disse o chefe de Estimativas Agrícolas do BCBA, Esteban Copati.

No entanto, a presença da praga levantou preocupações no Brasil, onde um representante da associação de produtores de Aprosoja, no Rio Grande do Sul, disse que havia temor de que gafanhotos entrassem no Estado, que está em fase de plantio do trigo.

O representante da cooperativa Copercampos em Santa Catarina Eugenio Hack disse à Reuters que, se os gafanhotos chegarem ao Estado, os produtores teriam que ser treinados para usar produtos químicos apropriados, que são diferentes dos utilizados habitualmente.

"Meu avô lidou com gafanhotos há muitos anos. Os agricultores costumavam cavar valas no chão, cobrir os insetos com o terra e incendiá-los", disse Hack.

A portaria do Brasil nesta quinta-feira apontou que o estado de emergência visa a implementação de um plano de supressão da praga e a adoção de medidas emergenciais.

O prazo da emergência fitossanitária será de um ano, e diretrizes e medidas a serem adotadas ainda serão indicados em ato a ser assinado pela ministra Tereza Cristina, segundo o texto da medida.

Brasil e Argentina estão entre os principais exportadores de soja e milho do mundo. Com informações da Reuters.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[07/08/2020] - Exportações chegam perto das 200 mil toneladas/mês
[07/08/2020] - Frigoríficos: dependência da China não preocupa
[07/08/2020] - Boi sobe e pecuaristas aumentam as vendas
[07/08/2020] - Arroba: consumo de carne melhora e puxa o boi
[07/08/2020] - Reposição: alta não dá trégua
[07/08/2020] - PIB do Agro cresceu quase 5% em 2020
[06/08/2020] - Arroba: frigoríficos pagam mais até pela vaca

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[06/08/2020] - Um estado onde a reposição subiu mais de 60%
[06/08/2020] - Leite: produtor vai receber mais em agosto?
[06/08/2020] - Lácteos sobem no atacado
[06/08/2020] - Minerva anuncia a compra de frigorífico
[06/08/2020] - Preço do milho vai cair?
[06/08/2020] - Pedidos de seguro-desemprego menores que em 2019
[06/08/2020] - BC corta juros e taxa está no menor nível
[05/08/2020] - Arroba: frigoríficos oferecem mais pelo boi comum
[05/08/2020] - Disparada na reposição vai ter fim?
[05/08/2020] - Confinamento vai valer a pena este ano?
[05/08/2020] - Milho: preço sobe sem trégua há 10 dias
[05/08/2020] - MAPA digitaliza registros para alimentação animal
[05/08/2020] - PIB do Agro no Paraná supera 2019 e bate recorde
[04/08/2020] - Julho confirma recorde histórico das exportações
[04/08/2020] - Arroba: não tem boi no mercado
[04/08/2020] - Oferta curta segue puxando a arroba em MT
[04/08/2020] - Para onde vai a arroba do boi?
[04/08/2020] - Indústria brasileira cresce pelo segundo mês
[04/08/2020] - Cade aprova mais uma aquisição da JBS
[03/08/2020] - Arroba: boi comum já consegue preço de boi China?
[03/08/2020] - Carne sobe com otimismo do mercado
[03/08/2020] - Leite: preços tiveram forte alta em julho
[03/08/2020] - JBS usa Banco Original para fazer caixa
[03/08/2020] - Milho: mercado vive impasse
[03/08/2020] - Presidente do BC elogia medidas no crédito rural
[03/08/2020] - Polícia apreende 700 bovinos em operação
[03/08/2020] - Produtor deve tomar cuidado com o ITR deste ano
[31/07/2020] - Preço do boi pode bater recorde nos próximos dias
[31/07/2020] - Arroba: disparada do boi já começou
[31/07/2020] - Enchentes podem espalhar peste suína na China
[31/07/2020] - China: exportadores argentinos reagem a exigências
[31/07/2020] - A disparada nos preços da reposição
[31/07/2020] - Justiça condena fiscais do MAPA por Carne Fraca
[31/07/2020] - Justiça nega fechamento de unidade da JBS
[31/07/2020] - Agro faz Mato Grosso bater recorde de empregos
[30/07/2020] - Média da arroba do boi é recorde para julho
[30/07/2020] - Leite também bate recorde histórico de preço
[30/07/2020] - Arroba dispara com ajuda firme das exportações
[30/07/2020] - Reposição cada vez mais cara no Tocantins
[30/07/2020] - Goiás gerou empregos graças ao agronegócio
[30/07/2020] - Empresa da JBS nos EUA tem prejuízo no trimestre
[30/07/2020] - Confiança de serviços recuperou 50% da crise
[29/07/2020] - Mercado aponta para mais altas pro boi
[29/07/2020] - Minerva aproveita o momento e reverte prejuízo
[29/07/2020] - China bloqueia mais um frigorífico, agora de aves
[29/07/2020] - Confiança da indústria subiu, segundo a FGV
[29/07/2020] - Paraná muda regras para brucelose e tuberculose
[29/07/2020] - China vai investir em fazendas na Argentina?
[28/07/2020] - Exportações de carnes já bateram recorde histórico
[28/07/2020] - Sindicato quer reserva de mercado na fiscalização

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br