Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
191,00 176,00 187,00
GO MT RJ
179,00 171,00 179,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1790,00
Garrote 18m 2100,00
Boi Magro 30m 2610,00
Bezerra 12m 1380,00
Novilha 18m 1620,00
Vaca Boiadeira 1890,00

Atualizado em: 29/5/2020 10:38

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Dólar oscila com saída do ministro da Saúde

 
 
 
Publicado em 15/05/2020

O dólar voltava a mostrar intensa volatilidade no pregão brasileiro desta sexta-feira, oscilando entre altas e baixas, com o mercado atento ao Banco Central após intervenção mais intensa da autarquia na última sessão e ainda de olho no cenário político.

O pedido de demissão de Nelson Teich do cargo de ministro da Saúde, menos de um mês após assumir o cargo no lugar de Luiz Henrique Mandetta, adicionou volatilidade ao mercado.

Às 12:10, o dólar avançava 0,23%, a 5,8333 reais na venda. O principal contrato de dólar futuro subia 0,30%, a 5,8420 reais.

O dólar oscilou entre máxima de 5,8700 reais e mínima de 5,7600 reais no dia.

"O dia está absolutamente volátil; estamos falando de câmbio subindo e caindo, taxa de juros abrindo em alta e depois caindo e bolsa sem direção certa", disse Álvaro Bandeira, economista-chefe do banco digital modalmais.

Na véspera, o dólar à vista fechou em queda de 1,37%, a 5,8202 reais na venda, com a divisa brasileira recebendo apoio de atuações do Banco Central --que vendeu o total de 1,410 bilhão de dólares no pregão--, o que, segundo alguns analistas, impediu a divisa de tocar a marca psicológica dos 6 reais. O dólar chegou a 5,9725 reais na máxima da sessão de quinta.

"O BC fez atuação muito maior do que o normal", destacou Bandeira.

Em 2020, o dólar acumula alta de mais de 45% em relação ao real, deixando a divisa brasileira com o pior desempenho este ano entre mais de 30 principais pares da moeda norte-americana.

Nesse contexto, ainda que seja um cenário longe de qualquer consenso, há no mercado uma corrente que avalia os riscos de um dólar perto de 6 reais para a inflação.

O nível próximo de 6 reais por ora não causa pressões de preços, mas analistas do Morgan Stanley avaliam que isso pode mudar à medida que a situação fiscal se deteriora --movimento em curso--, o que num cenário mais agudo poderia provocar desancoragem das expectativas de inflação e impactar o repasse (pass through) cambial aos preços.

"Embora não seja o cenário-base de ninguém, nem o nosso, uma vez que o BC pesa riscos do cenário, isso tem de ser algo que deveria deter (o BC) de ir muito além (no corte de juros), especialmente considerando a questão fiscal", disseram profissionais do banco norte-americano em nota desta sexta-feira.

A redução sucessiva dos juros brasileiros a mínimas históricas tem sido fator importante para a disparada do dólar, uma vez que afeta rendimentos atrelados à taxa Selic e torna os investimentos locais menos atraentes quando comparados aos de países com risco até menor e juros ainda mais altos.

Os efeitos desse ponto são agravados no câmbio pelas consequências econômicas da pandemia de coronavírus e por crescentes tensões políticas no Brasil. Com informações da Reuters.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[29/05/2020] - China compra metade das exportações do Brasil
[29/05/2020] - China pode reduzir compras do Agro dos EUA
[29/05/2020] - Sem acordo, unidade da JBS continuará fechada
[29/05/2020] - Frigoríficos querem protocolo único para Covid-19
[29/05/2020] - Arroba: fim da quarentena pode puxar preço do boi
[29/05/2020] - Reposição: procura aumenta e preços sobem
[29/05/2020] - Confinamento: entidade prevê queda de 10%

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[29/05/2020] - JBS: irmãos Batista tentam evitar volta à prisão
[29/05/2020] - Preço do leite caiu 5% em maio. Como ficará junho?
[29/05/2020] - PIB recua 1,5% no primeiro trimestre de 2020
[29/05/2020] - IBGE: agronegócio foi o único setor a crescer
[29/05/2020] - Dólar volta a subir com tensões EUA-China
[28/05/2020] - Unidades fechadas: pecuarista deve se preocupar?
[28/05/2020] - Arroba: frigoríficos aumentam ofertas pelo boi
[28/05/2020] - Exportações recordes sustentam o preço do boi
[28/05/2020] - Como está o mercado do leite?
[28/05/2020] - Desemprego sobe e volta ao nível de abril de 2019
[28/05/2020] - Maia adia projeto da regularização fundiária
[28/05/2020] - FPA agiliza emissão de certidão negativa de débito
[27/05/2020] - Justiça interdita unidade de bovinos da JBS
[27/05/2020] - Justiça permite que Joesley volte à JBS
[27/05/2020] - Brasil bem posicionado para exportar mais carne
[27/05/2020] - Carne já falta nos supermercados dos EUA
[27/05/2020] - Arroba: procura maior pelo boi para exportação
[27/05/2020] - Quais unidades foram habilitadas pela Tailândia?
[27/05/2020] - Pecuária evita, e não aumenta, o desmatamento
[27/05/2020] - Senado aprova prorrogação de dívidas rurais
[27/05/2020] - Doria anuncia reabertura gradual da economia em SP
[27/05/2020] - Brasil perde mais de 860 mil empregos em abril
[26/05/2020] - Exportações podem fechar maio com alta de 22,6%
[26/05/2020] - Tailândia abre mercado e pode começar a comprar
[26/05/2020] - PIB do Agro crescerá 1,3% no pior caso, diz Ipea
[26/05/2020] - É hora de repor o gado?
[26/05/2020] - Frigoríficos pagam até R$ 10 a mais pelo boi China
[26/05/2020] - Arroba: mercado vive calmaria
[26/05/2020] - Justiça manda Marfrig mudar processos em unidade
[26/05/2020] - Leite: pandemia preocupa muito os produtores
[26/05/2020] - Milho: preço firme
[26/05/2020] - Dólar amplia queda em relação ao real
[25/05/2020] - Agronegócio será o único setor a crescer em 2020
[25/05/2020] - China: importações de carne bovina cresceram 28%
[25/05/2020] - Produção de carne caiu com força nos EUA
[25/05/2020] - Preço da carne continuará alto
[25/05/2020] - Atacado da carne segue firme
[25/05/2020] - Arroba: mercado prevê oferta curta na entressafra
[25/05/2020] - Marfrig: 25 funcionários afastados em Mato Grosso
[25/05/2020] - Carne contaminada transmite o coronavírus?
[25/05/2020] - Segurança em frigoríficos ficará melhor
[25/05/2020] - ACNB diz que Expoinel 2020 está mantida
[25/05/2020] - Relação de troca do boi com milho segue ruim
[25/05/2020] - Dólar tem nova queda forte
[22/05/2020] - Carne brasileira começa a chegar aos EUA
[22/05/2020] - EUA: estoques de carne caíram
[22/05/2020] - China vai aumentar a importação de carne
[22/05/2020] - PIB da Pecuária bateu R$ 600 bi em 2019
[22/05/2020] - Arroba: como ficará o boi com o fim da safra?
[22/05/2020] - Preço da carne tem leve queda no varejo

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br