Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
217,00 203,00 210,00
GO MT RJ
206,00 192,00 200,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2010,00
Garrote 18m 2310,00
Boi Magro 30m 2780,00
Bezerra 12m 1402,00
Novilha 18m 1680,00
Vaca Boiadeira 2090,00

Atualizado em: 3/7/2020 11:56

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Frigoríficos poderiam pagar R$ 235 pela arroba?

 
 
 
Publicado em 08/05/2020

Em entrevista ao Notícias Agrícolas, o Analista de Mercado da Cross Investimentos, Caio Junqueira, destacou que o dólar impacta positivamente nas exportações de carne bovina in natura. “Só que nós precisamos ter um ambiente externo favorável, porém devemos ter um ambiente externo favorável e não temos isso atualmente”, comenta.

Apesar dos preços mais baratos no mercado internacional, os valores da mercadoria em reais estão mais elevados devido ao dólar. “Nós chegamos a negociar a tonelada para a China a US$ 6.700 no final do ano passado. A China ficou ausente das compras até o fevereiro deste ano, mas retomaram as negociações em março em que pagaram US$ 5.400 por tonelada”, relata.

Atualmente, o valor médio negociado na tonelada da carne bovina está próximo de US$ 4.600. “Ainda é um preço atrativo já que equivale um animal cotado a R$ 235,00/@, se comparado com o dólar atualizado em R$ 5,87 no mercado futuro”, ressalta.

Nos últimos meses do ano passado, 27% do total produzido no Brasil foi destinado a exportação em que 60% do volume exportado foi comprado pela a China.“Hoje, as compras Chinesas correspondem a 50% do volume embarcado e nosso share entre mercado interno e externo está ao redor de 25%”, disse Junqueira.

Por conta da epidemia do coronavírus, os frigoríficos não estão ofertando as premiações para o animal Europa e Cota Hilton. “As grandes indústrias não estão precificando o boi Europa e nem estão negociando no mercado a termo, sendo que muitos já deveriam planejar para comprar esses animais do segundo giro do confinamento”, aponta.

Mercado Interno

As programações de abate estão aumentando gradativamente a cada semana. “Nós tínhamos um cenário em que as escalas estavam da mão para a boca. Hoje, temos uma média a níveis Brasil de 8 a 12 dias úteis. Algumas indústrias no estado de São Paulo tem escalas preenchidas para o mês inteiro”, conta.

Com relação ao consumo interno, o analista explica que as projeções indicam que a demanda deve reduzir nos próximos dias. “A minha leitura nestes primeiros quarenta dias de pandemia é que as pessoas estão consumindo normalmente a carne, mas se esse movimento vai continuar ou não é uma incógnita”, explica. Com informações do Notícias Agrícolas.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[03/07/2020] - Um alerta urgente para toda a Pecuária Brasileira
[03/07/2020] - Qual será o real impacto do embargo chinês aqui?
[03/07/2020] - Arroba: frigoríficos precisam comprar boi
[03/07/2020] - Arroba do boi já chegou a R$ 214 em MG
[03/07/2020] - Preço do boi disparou também no Rio Grande do Sul
[03/07/2020] - Expointer 2020 é oficialmente cancelada
[02/07/2020] - Exportações de carne bateram recorde em junho

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[02/07/2020] - Dependência da China preocupa produtores do Sul
[02/07/2020] - Tereza conversa com chineses sobre embargo
[02/07/2020] - Quais foram os frigoríficos liberados pelo México?
[02/07/2020] - Arroba: disputa pelo boi está cada vez maior
[02/07/2020] - Margem dos frigoríficos está menor
[02/07/2020] - A grande vitória do Brasil na pandemia
[02/07/2020] - Dólar trava queda no preço do milho
[02/07/2020] - Acordo com a UE deve sair, apesar de Macron
[02/07/2020] - Ataques destroem propriedades rurais na Argentina
[01/07/2020] - China pode suspender mais frigoríficos brasileiros
[01/07/2020] - Ação da China vai derrubar o preço do boi?
[01/07/2020] - Boi sobe com liberação de frigoríficos pelo México
[01/07/2020] - Arroba: sem chance de queda?
[01/07/2020] - Pecuaristas goianos estão segurando a venda de boi
[01/07/2020] - Varejo repassa alta do boi para carne
[01/07/2020] - Leite: preço dispara com oferta menor
[01/07/2020] - Para onde vai o preço do milho?
[01/07/2020] - EUA: exportações de carne a Hong Kong devem cair
[01/07/2020] - MAPA terá sistema de registro de máquina agrícola
[30/06/2020] - China suspende mais três frigoríficos brasileiros
[30/06/2020] - Por que a China está embargando frigoríficos?
[30/06/2020] - China também pode liberar novas unidades
[30/06/2020] - China também suspendeu frigoríficos holandeses
[30/06/2020] - Arroba: frigoríficos disputam boi em São Paulo
[30/06/2020] - Frigoríficos aceleraram abates em Mato Grosso
[30/06/2020] - Reposição subiu mais de 10% no Paraná
[29/06/2020] - Unidade da JBS é proibida de exportar à China
[29/06/2020] - Exportadores dos EUA desistem de vender à China
[29/06/2020] - Arroba dispara com disputa entre os frigoríficos
[29/06/2020] - Reabertura do comércio em SP pode puxar mais o boi
[29/06/2020] - Alta da arroba já chegou ao preço da carne?
[29/06/2020] - Marfrig e Minerva disputam mercado no Paraguai
[29/06/2020] - Marfrig contrata empréstimo de US$ 500 milhões
[29/06/2020] - Argentina tenta controlar nuvem de gafanhotos
[26/06/2020] - Consultoria prevê disparada da arroba do boi
[26/06/2020] - Arroba do boi já deixa pra trás os R$ 215
[26/06/2020] - Justiça interdita unidade da JBS novamente
[26/06/2020] - Sem acordo, outra unidade da JBS ficará fechada
[26/06/2020] - Alta na reposição dão tem data para acabar
[26/06/2020] - Brasil decreta emergência por nuvem de gafanhotos
[26/06/2020] - Foco de raiva é motivo de alerta aos pecuaristas
[25/06/2020] - Pecuária brasileira depende perigosamente da China
[25/06/2020] - Boi pronto está em falta no mercado
[25/06/2020] - Compras da China puxam alta forte do boi
[25/06/2020] - Prepare seu coração pras coisas que vou contar
[25/06/2020] - Nuvem de gafanhotos chegará ao Brasil?
[24/06/2020] - Frigoríficos declaram: carne está livre de vírus
[24/06/2020] - Frigoríficos dizem temer novo embargo da China
[24/06/2020] - Ministério confirma novas exigências chinesas
[24/06/2020] - Importações da China tiveram alta de quase 50%

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br