Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
281,00 268,00 279,00
GO MT RJ
271,00 274,00 266,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2250,00
Garrote 18m 2690,00
Boi Magro 30m 3430,00
Bezerra 12m 2010,00
Novilha 18m 2430,00
Vaca Boiadeira 2660,00

Atualizado em: 19/1/2021 10:18

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Governo estuda pacote bilionário para o agro

 
 
 
Publicado em 01/04/2020

Depois da pressão de produtores gaúchos atingidos pela estiagem e de críticas de parte do setor agropecuário pela demora na aprovação de medidas econômicas específicas para enfrentar os prejuízos causados pela pandemia do novo coronavírus, o Ministério da Agricultura pode anunciar ainda hoje dois pacotes de ajuda ao campo, com recursos totais da ordem de R$ 2 bilhões.

Ontem, a ministra Tereza Cristina ligou para o ministro da Economia, Paulo Guedes, de quem recebeu uma sinalização positiva quanto à disponibilização dos recursos necessários para a ação, segundo apurou o Valor.

O primeiro pacote contempla as demandas dos agricultores do Rio Grande do Sul, como a prorrogação das parcelas de dívidas de custeios e investimentos, inclusive do Programa de Sustentação do Investimento (PSI). Também deve ser criada uma linha de crédito emergencial para os agricultores familiares. Haverá, ainda, uma simplificação nos procedimentos de vistoria de perdas nas lavouras cobertas pelo Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro), para permitir notificação e verificação remotas como forma de agilizar a liberação de recursos para os produtores com prejuízos.

O segundo pacote contempla produtores de todo o país e também está concentrado na prorrogação dos financiamentos junto aos bancos, com exceção de produtores de soja e milho. A avaliação da Pasta é que a colheita recorde e os preços elevados dessas commodities no mercado ajudam os agricultores a passar por esse momento de dificuldade.

A proposta pede também a criação de linhas especiais de crédito para pequenos e médios produtores. O objetivo é dar liquidez e fluxo de caixa aos segmentos considerados, até agora, os mais afetados pela crise do coronavírus, em virtude de problemas de comercialização de produtos perecíveis como de frutas, hortaliças, flores e leite.

O Ministério da Agricultura quer R$ 20 mil para agricultores que acessam o Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar) e R$ 40 mil para quem é atendido pelo Pronamp (Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural), com três anos de prazo de pagamento e um de carência.

Outra solicitação encaminhada à equipe econômica do governo é para que a linha emergencial de crédito para folha de pagamento de micro, pequenas e médias empresas, lançada recentemente pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), seja estendida para o agronegócio. A linha disponibiliza R$ 40 bilhões para bancar salários por um período de dois meses.

Em uma negociação extra, o Ministério da Agricultura pediu a ampliação dos recursos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) para R$ 500 milhões (R$ 150 milhões para o PAA Leite, R$ 200 milhões para o PAA Doação Simultânea Municípios e R$ 150 milhões para o PAA Doação Simultânea Cooperativa via Conab). O programa é de responsabilidade do Ministério da Cidadania, mas é operacionalizado por órgãos como a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), vinculada à Agricultura, e contempla milhares de produtores e cooperativas em todo o país no fornecimento de alimentos aos órgão públicos e para doações. A medida atende, principalmente, produtores de perecíveis, como leite.

Uma fonte que atua diretamente na elaboração das propostas disse ao Valor que o impacto estimado das ações voltadas ao agro é de R$ 1,5 bilhão a R$ 2 bilhões. As propostas dependem do aval do Tesouro Nacional e do Conselho Monetário Nacional (CMN), que deve realizar uma reunião extraordinária hoje. Existe também a possibilidade de a ministra Tereza Cristina fazer um anúncio após aprovação dos itens no colegiado.

As medidas são aguardadas por diversos segmentos do campo que endureceram críticas pela “demora” em relação a outros setores da economia já contemplados. Os ânimos ficaram mais exaltados depois que o ministro Paulo Guedes afirmou, em uma transmissão ao vivo no fim de semana, que o agro “está voando”, devido à safra recorde deste ano. Com informações do Valor.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[19/01/2021] - Arroba começou a semana estável em SP
[19/01/2021] - Boi está em alta em Goiás
[19/01/2021] - Exportações perderam força na última semana
[19/01/2021] - Leite: preços devem ficar firmes, segundo o CEPEA
[19/01/2021] - ANTT publica tabela com fretes mais caros
[19/01/2021] - Atacado continua puxando índice de inflação
[19/01/2021] - Quadrilha simulava compra de gado em Goiás

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[18/01/2021] - Governo de SP decide taxar leite pasteurizado
[18/01/2021] - Leite: aumento do ICMS pode fechar fazendas
[18/01/2021] - Arroba: movimento de alta continua
[18/01/2021] - Carne sobe no atacado
[18/01/2021] - Milho: preços em disparada preocupam
[18/01/2021] - China ainda tenta recuperar produção de carne
[18/01/2021] - JBS vai antecipar pagamento de dívida
[18/01/2021] - Polícia recupera gado roubado em MG
[15/01/2021] - Arroba: frigoríficos seguem oferecendo mais
[15/01/2021] - Greve dos caminhoneiros: se ocorrer será pontual
[15/01/2021] - IGP-10 recua com queda de preços ao consumidor
[15/01/2021] - Doria cumpre parcialmente acordo com produtores
[15/01/2021] - Marfrig emite dívida ao menor juro de sua história
[14/01/2021] - Arroba: frigoríficos voltaram a pagar R$ 290
[14/01/2021] - CEPEA: boi já recuperou queda de dezembro
[14/01/2021] - China importou quase 10 milhões de t de carne
[14/01/2021] - Leite subiu mas não melhorou situação do produtor
[14/01/2021] - Caminhoneiros ameaçam Bolsonaro
[14/01/2021] - Doria ainda não mandou publicar redução do ICMS
[14/01/2021] - Secretário promete que redução de ICMS vai sair
[14/01/2021] - Pagamento por serviços ambientais vira lei
[13/01/2021] - BNDES desiste de vender ações da JBS
[13/01/2021] - Safras: alta do boi é muito agressiva
[13/01/2021] - Arroba: frigoríficos pagam até R$ 11 a mais
[13/01/2021] - Analista prevê boi firme até março
[13/01/2021] - Milho: EUA esperam safra menor no Brasil
[12/01/2021] - Exportações de carne começaram o ano em forte alta
[12/01/2021] - Agro: exportações dispararam em janeiro
[12/01/2021] - Exportações do Agro passaram de US$ 100 bi
[12/01/2021] - Arroba: frigoríficos estão precisando de boi
[12/01/2021] - Arroba: boi dispara também em Goiás
[12/01/2021] - Pecuaristas de MT estão otimistas
[12/01/2021] - Carne continua em falta na China
[12/01/2021] - Empresa da JBS paga multa para encerrar processo
[12/01/2021] - Bolsonaro cobra apoio da bancada do Agro
[12/01/2021] - Minério de ferro pressiona e IGP-M segue em alta
[11/01/2021] - Analista prevê ano favorável para a pecuária
[11/01/2021] - Arroba: preço do boi tem forte alta
[11/01/2021] - Milho: preços em disparada
[11/01/2021] - Argentina suspende veto às exportações de milho
[11/01/2021] - Dólar começa a semana em disparada
[08/01/2021] - Governo de SP promete recuar após tratoraço
[08/01/2021] - Produtores rurais protestam na Ceagesp
[08/01/2021] - Caminhoneiros voltam a ameaçar paralisação
[08/01/2021] - Arroba: alta do boi se espalha pelo Brasil
[08/01/2021] - Reposição começou 2021 devagar
[08/01/2021] - Carne: exportações bateram 2 mi de toneladas
[08/01/2021] - Ladrões fazem reféns para roubar gado em MT
[08/01/2021] - Setor de máquinas agrícolas está otimista
[07/01/2021] - Produtores protestam contra imposto maior em SP

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br