Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
190,00 173,00 188,00
GO MT RJ
179,00 171,00 179,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1790,00
Garrote 18m 2100,00
Boi Magro 30m 2610,00
Bezerra 12m 1320,00
Novilha 18m 1610,00
Vaca Boiadeira 1860,00

Atualizado em: 26/5/2020 11:27

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Sauditas reduzem compras de fábrica da BRF

 
 
 
Publicado em 09/10/2019

Em meio aos esforços estatais para reduzir a dependência de importações de carne de frango, a Arábia Saudita restringiu drasticamente as compras de alimentos produzidos na fábrica da BRF em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, apurou o Valor.

Oficialmente, os alimentos industrializados à base de frango feitos na unidade foram barrados depois de uma auditoria do governo, explicou uma fonte. A Arábia Saudita tem essa prerrogativa porque a fábrica, inaugurada em 2014, foi construída com incentivos fiscais do Conselho de Cooperação do Golfo — além dos sauditas, o órgão é composto por Emirados Árabes Unidos, Barein, Omã, Catar e Kwait.

Segundo duas fontes, porém, a avaliação é que a restrição imposta pelo governo saudita é um recado para a BRF. A Arábia Saudita não abre mão do objetivo de abastecer 60% de sua demanda doméstica por carne de frango com produção local a partir de 2020.

Na prática, a barreira do governo saudita tira o principal mercado da fábrica do Oriente Médio. Segundo uma das fontes, a Arábia Saudita absorve pelo menos 30% das vendas da planta de Abu Dhabi. No segundo trimestre, a BRF produziu cerca de 40 mil toneladas de produtos processados no mercado halal (que segue os preceitos muçulmanos).

Procurada, a BRF informou que “a planta de Abu Dhabi passa por auditoria para atestar o valor agregado na produção local, segundo as regras do GCC. A empresa tem estoque suficiente na região e direciona sua produção a outros mercados do Golfo até que o fluxo comercial seja totalmente restabelecido”.

Em favor da BRF, também pesa o fato de a exportação de carne de frango in natura a partir do Brasil para a Arábia Saudita, principal via da acesso da companhia no país, continuar normalmente. Entre abril e junho, o negócio halal da BRF comercializou 258 mil toneladas de carne de frango in natura — o que inclui outros mercados que não apenas o saudita —, conforme o último balanço divulgado pela companhia. A receita líquida da BRF no mercado halal supera os R$ 8 bilhões por ano, cerca de 25% da faturamento total.

Paralelamente à barreira aplicada à fábrica de Abu Dhabi, a BRF segue negociando com os sauditas a entrada no mercado local de carne de frango. Com isso, a companhia atenderia aos interesses do país de ampliar a oferta local da proteína.

As negociações da BRF na Arábia Saudita, no entanto, não são fáceis. De acordo com uma fonte graduada, a empresa brasileira manteve tratativas com a Saudi Agriculture and Livestock Investment (Salic), veículo de investimento ligado ao fundo soberano do país árabe. No entanto, a demissão do presidente da Salic, Matt Jansen, deu outro rumo às negociações.

Uma das possibilidades avaliadas pela BRF para fechar com um parceiro na Arábia Saudita era envolver justamente a fábrica de Abu Dhabi e as operações de distribuição de alimentos no Oriente Médio. Conforme o Valor já informou, a BRF ofereceria uma fatia minoritária nesse ativos e, em troca, se tornaria sócia de um produtor de frango saudita. A Salic chegou a sinalizar com uma proposta de US$ 300 milhões — os ativos da BRF na região valem mais do que os negócios de produção de frango na Arábia Saudita. Por isso, a empresa receberia esse montante.

Com a Salic mais distante, ainda não está claro como será a formatação do acordo na Arábia Saudita, mas a BRF corre contra o tempo para costurar um acordo. Uma fonte argumentou que as restrições à fábrica de Abu Dhabi e a parceria para a produção de frango na Arábia Saudita são questões independentes, mas não negou que o acordo com um produtor de frango do país ajudaria a resolver o imbróglio da fábrica.

Para a BRF, o ideal é anunciar o acordo com um parceiro saudita durante a visita do presidente Jair Bolsonaro à Arábia Saudita, no fim de outubro. O CEO da companhia, Lorival Luz, acompanhará a visita do presidente. De acordo com duas fontes, a BRF negocia com um produtor de frango de médio porte da Arábia Saudita e um desfecho favorável pode ocorrer em breve, embora problemas de última hora seja comuns em negócios do gênero. Com informações do Valor.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[26/05/2020] - Exportações podem fechar maio com alta de 22,6%
[26/05/2020] - Tailândia abre mercado e pode começar a comprar
[26/05/2020] - PIB do Agro crescerá 1,3% no pior caso, diz Ipea
[26/05/2020] - É hora de repor o gado?
[26/05/2020] - Frigoríficos pagam até R$ 10 a mais pelo boi China
[26/05/2020] - Arroba: mercado vive calmaria
[26/05/2020] - Justiça manda Marfrig mudar processos em unidade
[26/05/2020] - Leite: pandemia preocupa muito os produtores
[26/05/2020] - Milho: preço firme
[26/05/2020] - Dólar amplia queda em relação ao real

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[25/05/2020] - Agronegócio será o único setor a crescer em 2020
[25/05/2020] - China: importações de carne bovina cresceram 28%
[25/05/2020] - Produção de carne caiu com força nos EUA
[25/05/2020] - Preço da carne continuará alto
[25/05/2020] - Atacado da carne segue firme
[25/05/2020] - Arroba: mercado prevê oferta curta na entressafra
[25/05/2020] - Marfrig: 25 funcionários afastados em Mato Grosso
[25/05/2020] - Carne contaminada transmite o coronavírus?
[25/05/2020] - Segurança em frigoríficos ficará melhor
[25/05/2020] - ACNB diz que Expoinel 2020 está mantida
[25/05/2020] - Relação de troca do boi com milho segue ruim
[25/05/2020] - Dólar tem nova queda forte
[22/05/2020] - Carne brasileira começa a chegar aos EUA
[22/05/2020] - EUA: estoques de carne caíram
[22/05/2020] - China vai aumentar a importação de carne
[22/05/2020] - PIB da Pecuária bateu R$ 600 bi em 2019
[22/05/2020] - Arroba: como ficará o boi com o fim da safra?
[22/05/2020] - Preço da carne tem leve queda no varejo
[22/05/2020] - Marfrig e Minerva registram casos de Covid-19
[22/05/2020] - Decreto deve evitar fechamento de frigoríficos
[22/05/2020] - Minerva cria fundo para apoiar o varejo
[21/05/2020] - Arroba: nem oferta maior derruba o boi
[21/05/2020] - CEPEA: preço do boi segue firme
[21/05/2020] - CNA: exportações do agro cresceram quase 6%
[21/05/2020] - Dólar cai mais de 1% após BC sinalizar intervenção
[21/05/2020] - JBS reabre unidade no RS
[21/05/2020] - Votação da regularização fundiária é adiada
[20/05/2020] - Frigoríficos aumentam as contratações em MS
[20/05/2020] - Recuperação dos frigoríficos dos EUA deve demorar
[20/05/2020] - Arroba: preços firmes para o boi
[20/05/2020] - Confinamento deve cair 16% em Mato Grosso
[20/05/2020] - Leite: alta do dólar reduz importações
[20/05/2020] - MT: comunicação de vacina pode ser feita por e-mai
[20/05/2020] - Doria promete afrouxar quarentena em junho
[19/05/2020] - Como estão as exportações de carne em maio?
[19/05/2020] - Marfrig: prejuízo com dólar apaga recorde
[19/05/2020] - Marfrig: Brasil tem clientes melhores que os EUA
[19/05/2020] - Arroba: consumo interno não empolga
[19/05/2020] - Boi: já tem frigorífico comprando para junho
[19/05/2020] - Preço do bezerro disparou em Mato Grosso
[19/05/2020] - Unidade da Marfrig tem 14 casos de Covid-19
[19/05/2020] - JBS obtém liminar para retomada de unidade no RS
[19/05/2020] - JBS vai à Justiça para reabrir unidade em SC
[19/05/2020] - Justiça condena responsáveis por leite adulterado
[19/05/2020] - Dólar tem a maior queda desde 29 de abril
[19/05/2020] - Agro responde por 80% das exportações do Paraná
[19/05/2020] - Câmara de SP aprova mega feriadão municipal
[19/05/2020] - China pode ampliar retaliação contra a Austrália
[18/05/2020] - Exportações do Agro batem recorde em abril
[18/05/2020] - Arroba: mercado movimentado na última sexta

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br