Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
217,00 202,00 210,00
GO MT RJ
205,00 190,00 200,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2010,00
Garrote 18m 2310,00
Boi Magro 30m 2780,00
Bezerra 12m 1402,00
Novilha 18m 1680,00
Vaca Boiadeira 2090,00

Atualizado em: 6/7/2020 11:04

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Prevenir doenças em animais confinados

 
 
 
Publicado em 02/07/2007

O principal objetivo do confinamento de bovinos é o ganho de peso. Na época da seca, quando há falta de forragem, a tendência é de os animais perderem peso e é nesse período que os produtores recorrem ao sistema. Para não ter prejuízo alguns cuidados devem ser tomados, como por exemplo, o tipo de alimentação a ser servida. A dieta deve ser bem balanceada para evitar doenças, nos animais e garantir o lucro pretendido.

O produtor deve observar certos cuidados com os animais em confinamento ou poderá ter prejuízos, alertam especialistas. Algumas doenças, decorrentes de uma alimentação desequilibrada, podem reduzir a capacidade de engorda dos bovinos. Uma delas é o Botulismo, que ocorre quando os animais recebem ração, silagem ou feno mal conservados, com matéria orgânica em decomposição ou cadáveres de pequenos mamíferos ou aves. Reservatórios de água contaminada por carcaças também podem ser possíveis fontes de infecção. A melhor forma de prevenção a esta doença é a vacinação. Além disso, recomenda-se armazenar corretamente o feno, a silagem e a ração para evitar a presença de material em decomposição.

Uma alimentação com altos teores de concentrado e pouca quantidade de fibras pode ocasionar a Enterotoxemia, infecção aguda, não contagiosa, causada por toxinas de Clostridium perfrigens (presentes no solo, nas fezes e nos intestinos de animais sadios). A enfermidade caracteriza-se por distúrbios gastrintestinais, sintomas nervosos e morte súbita. A prevenção deve ser feita vacinando os animais antes do início do confinamento. Um bom período de adaptação ao concentrado e a manutenção de uma boa relação volumoso:concentrado são medidas complementares. Para controlar a doença o produtor deve reduzir a quantidade de grãos e aumentar a de fibras na alimentação dos animais.

A Dermatomicose é uma dermatite crônica cujos principais sintomas são descamação e perda de pêlos. É causada por fungos e afeta principalmente animais confinados em altas taxas de lotação, que favorecem a infecção, reinfecção e contaminação do ambiente. Animais recém-desmamados são os mais suscetíveis e a maior incidência da doença é durante o inverno. Existem vários tratamentos tópicos com soluções que devem ser esfregadas com intensidade nas lesões após a retirada das crostas. Uma dieta correta, com suplementação adequada principalmente com vitamina A, é uma medida que auxilia na prevenção.

Quando grãos ou outros produtos facilmente fermentáveis são consumidos rapidamente e em grandes quantidades, há alteração da microflora ruminal e produção de grandes quantidades de ácido láctico. O problema gera a Acidose Láctica, doença metabólica aguda caracterizada por perda de apetite, indigestão e morte do animal. As medidas mais eficazes para prevenir a doença são as que buscam evitar o acesso de animais a grandes quantidades de grãos e a adoção de um bom esquema de adaptação, com mudança lenta e gradual ao concentrado.

A intoxicação causada pelo consumo excessivo de uréia resulta em falta de coordenação motora, tremores musculares, colapso e morte. Quando chega ao rumem, a uréia sofre a ação da uréase e é desdobrada em amônia e dióxido de carbono. Acredita-se que a intoxicação acontece pelo excesso de amônia absorvida. A prevenção pode ser feita pela adaptação gradual do animal a dietas com uréia.

Fonte: Embrapa Gado de Corte

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[06/07/2020] - China suspende importações de mais duas unidades
[06/07/2020] - Justiça permite que JBS reabra unidade
[06/07/2020] - Tereza Cristina fala sobre o embargo chinês
[06/07/2020] - Abrafrigo confirma recorde na exportação de carne
[06/07/2020] - Arroba; mercado firme para o boi
[06/07/2020] - Reabertura de restaurantes pode puxar preço do boi
[06/07/2020] - Varejo segue repassando alta do boi para a carne
[06/07/2020] - Milho chega perto de R$ 50 a saca

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[03/07/2020] - Um alerta urgente para toda a Pecuária Brasileira
[03/07/2020] - Qual será o real impacto do embargo chinês aqui?
[03/07/2020] - Arroba: frigoríficos precisam comprar boi
[03/07/2020] - Arroba do boi já chegou a R$ 214 em MG
[03/07/2020] - Preço do boi disparou também no Rio Grande do Sul
[03/07/2020] - Expointer 2020 é oficialmente cancelada
[02/07/2020] - Exportações de carne bateram recorde em junho
[02/07/2020] - Dependência da China preocupa produtores do Sul
[02/07/2020] - Tereza conversa com chineses sobre embargo
[02/07/2020] - Quais foram os frigoríficos liberados pelo México?
[02/07/2020] - Arroba: disputa pelo boi está cada vez maior
[02/07/2020] - Margem dos frigoríficos está menor
[02/07/2020] - A grande vitória do Brasil na pandemia
[02/07/2020] - Dólar trava queda no preço do milho
[02/07/2020] - Acordo com a UE deve sair, apesar de Macron
[02/07/2020] - Ataques destroem propriedades rurais na Argentina
[01/07/2020] - China pode suspender mais frigoríficos brasileiros
[01/07/2020] - Ação da China vai derrubar o preço do boi?
[01/07/2020] - Boi sobe com liberação de frigoríficos pelo México
[01/07/2020] - Arroba: sem chance de queda?
[01/07/2020] - Pecuaristas goianos estão segurando a venda de boi
[01/07/2020] - Varejo repassa alta do boi para carne
[01/07/2020] - Leite: preço dispara com oferta menor
[01/07/2020] - Para onde vai o preço do milho?
[01/07/2020] - EUA: exportações de carne a Hong Kong devem cair
[01/07/2020] - MAPA terá sistema de registro de máquina agrícola
[30/06/2020] - China suspende mais três frigoríficos brasileiros
[30/06/2020] - Por que a China está embargando frigoríficos?
[30/06/2020] - China também pode liberar novas unidades
[30/06/2020] - China também suspendeu frigoríficos holandeses
[30/06/2020] - Arroba: frigoríficos disputam boi em São Paulo
[30/06/2020] - Frigoríficos aceleraram abates em Mato Grosso
[30/06/2020] - Reposição subiu mais de 10% no Paraná
[29/06/2020] - Unidade da JBS é proibida de exportar à China
[29/06/2020] - Exportadores dos EUA desistem de vender à China
[29/06/2020] - Arroba dispara com disputa entre os frigoríficos
[29/06/2020] - Reabertura do comércio em SP pode puxar mais o boi
[29/06/2020] - Alta da arroba já chegou ao preço da carne?
[29/06/2020] - Marfrig e Minerva disputam mercado no Paraguai
[29/06/2020] - Marfrig contrata empréstimo de US$ 500 milhões
[29/06/2020] - Argentina tenta controlar nuvem de gafanhotos
[26/06/2020] - Consultoria prevê disparada da arroba do boi
[26/06/2020] - Arroba do boi já deixa pra trás os R$ 215
[26/06/2020] - Justiça interdita unidade da JBS novamente
[26/06/2020] - Sem acordo, outra unidade da JBS ficará fechada
[26/06/2020] - Alta na reposição dão tem data para acabar
[26/06/2020] - Brasil decreta emergência por nuvem de gafanhotos
[26/06/2020] - Foco de raiva é motivo de alerta aos pecuaristas
[25/06/2020] - Pecuária brasileira depende perigosamente da China
[25/06/2020] - Boi pronto está em falta no mercado

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br