Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
 
 
 
 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Bois serão abatidos por uso de cama de frango
 
 
Publicado em 25/06/2010

Na próxima terça-feira (29) o Serviço de Inspeção Federal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) irá acompanhar o abate sanitário de um lote de bovinos apreendido no município de Terenos/MS. Os bois eram alimentados com cama de frango, prática proibida pela legislação brasileira.  O objetivo do abate sanitário é evitar a todo custo situações que possam oferecer riscos para a saúde animal. A medida visa prevenir a ocorrência da Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), conhecida como a doença da “vaca louca”.

Os fiscais agropecuários da Agência Estadual de Defesa Agropecuária Animal e Vegetal (IAGRO) e do Serviço de Saúde Animal da Superintendência Federal de Agricultura (SSA/SFA/MS) chegaram à propriedade suspeita após uma denúncia. Durante a fiscalização conjunta, observaram que o produtor, que também á avicultor, estava utilizando cama de aviário na alimentação dos animais.

A ração foi coletada pelos fiscais e encaminhada para o Laboratório Oficial do MAPA (LANAGRO) em Pedro Leopoldo/MG. O resultado das análises comprovou a utilização do ingrediente (cama de frango), de uso proibido pela Instrução Normativa Mapa nº 41 de 08.10.2009. A legislação prevê ainda multas pesadas para o produtor que utilizar ingredientes de origem animal na alimentação de ruminantes, além da interdição da propriedade.

O abate dos animais apreendidos será realizado em um frigorífico sob Inspeção Federal, onde serão removidos e destruídos todos os materiais (órgãos) que representam riscos de transmissão da Encefalopatia Espongiforme Bovina.

Segundo o Fiscal Federal Agropecuário, Antonio Belarmino Machado Jr. do Serviço de Saúde Animal da SFA/MS, produtos de origem vegetal, além de leite e derivados não representam risco para a doença da “vaca louca”, sendo permitidos na alimentação de ruminantes. “O que a legislação do MAPA proíbe é o uso de proteínas de origem animal, inclusive a cama de aviário e os resíduos da exploração de suínos”, concluiu Antonio. Com informações da Superintendência Federal de Agricultura do MS.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir


   Leia também:
 
[17/12/2014] - Crise na Rússia derruba exportações em dezembro
[17/12/2014] - IMEA prevê demanda forte por carnes
[17/12/2014] - Frigoríficos aumentam a pressão sobre a arroba
[17/12/2014] - Agro gerou quase meio trilhão de reais em 2014
[17/12/2014] - Alta nos custos preocupa pecuaristas
[17/12/2014] - Preços dos lácteos continuam caindo
[17/12/2014] - Nova operação policial contra leite adulterado

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[17/12/2014] - Furtos levam medo a propriedades rurais
[16/12/2014] - BNDES transforma donos do JBS em bilionários
[16/12/2014] - Dilma elogia Kátia Abreu em posse na CNA
[16/12/2014] - Arroba: escalas mais logas, pressão de baixa
[16/12/2014] - Brasil importou menos lácteos em novembro
[16/12/2014] - Laboratório que falsificava agrotóxicos é fechado
[15/12/2014] - Frigoríficos do Brasil puxam embarques do Uruguai
[15/12/2014] - Bezerro subiu duas vezes mais que o boi no PR
[15/12/2014] - Arroba: frigoríficos tentam segurar as cotações
[15/12/2014] - Sementes de pastagem estão mais baratas
[15/12/2014] - Operação do MP faz produtor inocente perder leite
[12/12/2014] - Rússia: uma decepção para a pecuária bovina
[12/12/2014] - Oferta melhora e frigoríficos pagam menos
[12/12/2014] - Abate de fêmeas tem queda
[12/12/2014] - Pecuária puxa crescimento da indústria de ração
[12/12/2014] - Abates no Paraná cresceram 8,5%
[12/12/2014] - Pastagens: 45% tem baixa produtividade
[12/12/2014] - Vigor, do grupo JBS, quer voltar às compras
[12/12/2014] - LBR tem problemas com produtores e muda plano
[11/12/2014] - Exportações de carne devem continuar fortes
[11/12/2014] - Arroba do boi cai em São Paulo
[11/12/2014] - CEPEA: confinamento pressiona arroba
[11/12/2014] - Abates caíram 4,5% no trimestre, segundo o IBGE
[11/12/2014] - Wesley Batista nega lobby contra Kátia Abreu
[11/12/2014] - JBS negocia a compra de outro banco
[11/12/2014] - Frigoríficos perdem votação da MP da inspeção
[11/12/2014] - Comissão aprova isenção do emplacamento
[11/12/2014] - Sessão polêmica adia PEC da demarcação
[10/12/2014] - Rússia pode reduzir compra de carne em até 20%
[10/12/2014] - Minerva: oferta de gado será menor em 2015
[10/12/2014] - Oferta curta mantém o mercado firme para o boi
[10/12/2014] - Exportações de carne do MT podem bater recorde
[10/12/2014] - Agro deverá aumentar participação no PIB
[10/12/2014] - Está mais caro produzir leite
[10/12/2014] - Medida que favoreceria JBS volta em nova MP
[10/12/2014] - Congresso pode votar hoje emplacamento de trator
[09/12/2014] - Frigoríficos voltam a tentar pressionar o boi
[09/12/2014] - Japão deve voltar a importar carne do Brasil
[09/12/2014] - Como estão as exportações de carne em dezembro?
[09/12/2014] - Agro responde por mais de 40% das exportações
[09/12/2014] - JBS e Marfrig desistem de emissão de dívida
[09/12/2014] - Qual a expectativa para o mercado do leite?
[09/12/2014] - Leite cai quase 5% em Minas
[09/12/2014] - Mercado do boi firme em Rondônia
[09/12/2014] - Máquina pode pagar até R$ 18 mil de IPVA
[08/12/2014] - Analistas já falam em fechamento de frigoríficos
[08/12/2014] - Arroba: oferta continua bem curta
[08/12/2014] - Exportações de milho caíram 23,6% em 12 meses
[08/12/2014] - PMDB não vai desistir de mudar inspeção
[08/12/2014] - Kátia Abreu continua sob fogo cerrado

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br