Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
 
 
 
 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

ITR: Cuidados no preenchimento da declaração
 
 
Publicado em 19/08/2009

O prazo para a entrega da declaração do ITR (Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural), referente ao exercício de 2009, termina no dia 30 de setembro. Todos os proprietários ou possuidores de imóveis rurais (pessoas físicas ou jurídicas), inclusive usufrutuários, estão obrigados a entregar a declaração. O procedimento para a declaração deste ano está detalhado na Instrução Normativa nº 959, da Receita Federal. O contribuinte deverá entregar o Documento de Informação e Atualização Cadastral (Diac), que é o histórico da atividade do imóvel. São dados basicamente da movimentação econômica do imóvel, incluindo a produção. Deverá entregar também o Documento de Informação e Apuração do ITR, para fins de cálculo do imposto a pagar. Os imóveis imunes ou isentos estão dispensados da entrega do documento.

A lei que trata do ITR (9.393/96) dispõe de vários mecanismos de exclusão de áreas isentas de tributação. Entre elas estão as de reserva legal, as APPs (áreas de preservação permanente) e outras. É com a exclusão dessas áreas que se chega às áreas aproveitável e tributável.

Só que o contribuinte tem que tomar cuidado ao declarar essas áreas. Se elas não estiverem averbadas à margem da matrícula do imóvel, no registro imobiliário, não poderão ser declaradas. Caso sejam, o desconto de 20% que o contribuinte teria do imposto a pagar poderá custar-lhe uma multa de até 150% desse mesmo imposto. A multa neste caso será de 1% ao mês a contar do não pagamento, mais multa de mora de 20% e juros da taxa Selic. Na falta de recolhimento do tributo ou se forem constatadas informações fraudulentas, a Receita lançará de ofício o imposto e aplicará multa variável de 75% a 150%, conforme lei federal.

Segundo os advogados da área, o contribuinte deverá se precaver quanto à assinatura do ADA (Ato Declaratório Ambiental). Por esse documento, ele declara a situação ambiental de seu imóvel, que poderá ser vistoriado pelos órgãos ambientais em 6 meses. Se elas não forem verdadeiras, ele incorrerá nessas multas e ainda poderá ser processado.  Com informações do portal Estadão.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[28/01/2015] - Arroba e clima devem puxar confinamento
[28/01/2015] - Pressão de baixa na arroba do boi
[28/01/2015] - Custo de produção do leite aumentou
[28/01/2015] - Pecuária intensiva é mais lucrativa, diz Acrimat
[28/01/2015] - Sindicato pede que Marfrig aguarde 6 meses
[28/01/2015] - Um ano difícil para o mercado de couro
[28/01/2015] - Brasil recorre a escambo por calote venezuelano

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[28/01/2015] - Filho de Lula vai à Justiça por polêmica sobre JBS
[28/01/2015] - Preço do milho deve subir
[28/01/2015] - Prazo para o CAR deve ser estendido por 1 ano
[27/01/2015] - Especulação toma conta do mercado do boi
[27/01/2015] - Falta boi no Mato Grosso
[27/01/2015] - Boi firme em Três Lagoas
[27/01/2015] - Liminar impede demissões no Marfrig
[27/01/2015] - Justiça manda União indenizar produtores
[27/01/2015] - Produtores recorrem contra demarcação
[26/01/2015] - Oferta curta segura a arroba do boi
[26/01/2015] - Rebanho em alta no Mato Grosso
[26/01/2015] - Preço da carne dispara no RS
[26/01/2015] - Churrasco está mais caro também em SP
[26/01/2015] - Venezuela quer comprar mais carne brasileira
[26/01/2015] - Seguro rural: calote ainda sem solução
[23/01/2015] - Arroba: vendas de carne preocupam frigoríficos
[23/01/2015] - Fim do embargo russo: preocupação para o Brasil?
[23/01/2015] - JBS já é a quarta maior exportadora do Brasil
[23/01/2015] - Falta de chuva e preço travam a reposição
[23/01/2015] - Produtores de leite vivem drama no RS
[23/01/2015] - Crise no leite também chegou a SC
[23/01/2015] - Carne já é apontada como vilã da iinflação
[23/01/2015] - Crédito: o maior desafio de Kátia Abreu
[23/01/2015] - Venezuela deve US$ 5 bi a exportadores do Brasil
[22/01/2015] - Governo investiga brucelose em frigorífico
[22/01/2015] - Já tem frigorífico pagando mais pela arroba
[22/01/2015] - CEPEA: pecuarista não aceita pressão
[22/01/2015] - Kátia promete novas regras para frigoríficos
[22/01/2015] - Dilma volta a obrigar produtor a emplacar trator
[22/01/2015] - Indicados por Kátia respondem a processos
[22/01/2015] - Superávit do agro caiu 17% em SP
[21/01/2015] - Arroba do boi: animais de pasto começam a aparecer
[21/01/2015] - Kátia Abreu define relacionamento com frigoríficos
[21/01/2015] - Vendas caem mas preço da carne se mantém
[21/01/2015] - Inseminação cresce com alta na arroba
[21/01/2015] - Brasil dobrou exportações de lácteos em 2014
[21/01/2015] - Ministro quer Kátia fora da PEC das demarcações
[21/01/2015] - Governo tenta solucionar calote do seguro rural
[20/01/2015] - Sindicato ameaça Marfrig com greve nacional
[20/01/2015] - Mais um Batista para dominar o mercado?
[20/01/2015] - Mercado do boi gordo espera por uma definição
[20/01/2015] - Cinco países dominam exportações do agro do Brasil
[20/01/2015] - Bezerro 45% mais caro em Rondônia
[20/01/2015] - Importação de lácteos caiu em 2014
[20/01/2015] - Processo de rastreabilidade gera polêmica no MS
[19/01/2015] - Queda da carne trava compra de boi
[19/01/2015] - Frango na frente na concorrência com o boi
[19/01/2015] - Governo quer dar benefícios para manter Marfrig
[19/01/2015] - Área do milho deve cair 10%
[19/01/2015] - Kátia Abreu: abertura chinesa ajudou pouco

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br