Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
191,00 176,00 190,00
GO MT RJ
180,00 176,00 180,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1750,00
Garrote 18m 2100,00
Boi Magro 30m 2550,00
Bezerra 12m 1350,00
Novilha 18m 1600,00
Vaca Boiadeira 1890,00

Atualizado em: 20/1/2020 09:25

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Moro busca apoio de ruralistas para pacote

 
 
 
Publicado em 04/12/2019

Membros da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) receberam, na última terça-feira (3), o ministro da Justiça, Sergio Moro, para apresentar pacote anticrime, que consiste no conjunto de medidas que defende a segurança pública do País. Segundo o ministro, a urgência do pacote deve ser votada ainda esta semana. “É um momento oportuno para intensificar o diálogo e explicar as propostas para convencer os parlamentares do acerto delas e também para ouvir sugestões e eventuais críticas”, disse.

O presidente da FPA, deputado Alceu Moreira (MDB-RS), ressaltou que a proposta ainda não tem definição de relator, sendo assim, ainda cabem reparos. “O ministro fez uma série de propostas, mas lá na Câmara nós temos questões regimentais a ser vencidas. Tanto a nossa bancada quanto na bancada da segurança ou religiosa temos condições de fazer os reparos necessários para que esse conteúdo legal seja uma ferramenta verdadeira e com toda a eficiência contra o crime. ”

O parlamentar lembrou ainda que a Frente tem obrigações com o setor. “A Frente tem obrigação com os assuntos do Agro, mas a gente conhece os parlamentares e seguramente o projeto anticrime terá o apoio de cerca de 200 parlamentares e pretendemos votar ainda esse ano. O que é bom para o campo é que tenhamos menos crimes.”

O ministro destacou que o governo federal tem sido rigoroso para diminuição do crime, mas ainda há muito a ser feito para garantir melhores instrumentos legais. “Se nós tivermos uma mensagem forte do Congresso, e para isso contamos com a FPA, endurecendo as medidas existentes e dando mais ferramentas ao policial para investigar crimes, nós vamos conseguir fazer uma diferença ainda maior. ”

Vice-presidente da FPA, deputado Sérgio Souza (MDB-PR), destacou que a bancada defende o projeto e contou que o Estado do Paraná sofre com a criminalidade por ser área de fronteira. “Boa parte dos problemas que temos estão nas facções vendendo drogas e armas. Entra pela divisa do Paraná e isso traz para o nosso meio rural uma insegurança enorme. Nós queremos mais segurança no campo. Hoje, a criminalidade no campo não aparece tanto quanto na cidade porque 90% da população mora na cidade, 10% no campo. Nós precisamos dar responsabilidade ao Estado nesse sentido,” justificou.

O deputado Zé Silva (SD-MG) manifestou apoio para aprovar as medidas que venham endurecer penas, especialmente, contra a violência no campo. “Não é armando o campo que vamos garantir segurança. É preciso investir também em tecnologia para que os bandidos saibam que qualquer ato que ele cometer será punido”, finalizou.

Para o deputado Zé Mário (DEM-GO), as medidas propostas são importantes para o Brasil. “O ministro teve a oportunidade de colocar a importância do projeto anticrime e houve uma receptividade no sentido apoiar as medidas que são extremamente importantes para o Brasil. Acredito que todos vão avaliar com tranquilidade os pontos colocados aqui.”

Já o deputado Giovani Cherini (PL-RS), questionou sobre o regime semiaberto e propôs fazer um grande projeto contra a corrupção sistêmica. “Eu penso que precisamos fazer um grande projeto contra corrupção sistêmica no Brasil, seja de político, médico, sem-terra. Voto de olhos fechados, mas vamos olhar para a corrupção sistêmica”, disse.

Alceu Moreira finalizou a reunião sugerindo que os membros da bancada procurem seus líderes partidários com o objetivo de formar consenso e sanar dúvidas sobre o pacote. Ele acredita que ainda há tempo suficiente para aprovar as medidas. Com informações da FPA.
 

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[17/01/2020] - O acordo EUA-China prejudica a carne brasileira?
[17/01/2020] - China: produção de carne suína tem queda histórica
[17/01/2020] - Bois e carne viram foco de bandidos
[17/01/2020] - Carne volta a cair com força no atacado
[17/01/2020] - Arroba volta a cair: pressão de baixa continua
[17/01/2020] - Controladores do Minerva venderão ações
[17/01/2020] - Minerva quer voltar a distribuir lucro

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[17/01/2020] - Saída do BNDES da JBS vai atrasar novamente
[17/01/2020] - Nova tabela de frete: alta de 11 a 15%
[16/01/2020] - Arroba: frigoríficos estão pagando preços iguais?
[16/01/2020] - A alta do boi em 2019 foi realmente forte?
[16/01/2020] - Agro respondeu por 43% das exportações do Brasil
[16/01/2020] - Pecuarista investiu apesar da crise
[16/01/2020] - Inflação medida pelo IGP mostra desaceleração
[16/01/2020] - Leite: preço deve subir no curto prazo
[16/01/2020] - Minerva fará oferta de ações
[15/01/2020] - Arroba volta a cair com pressão dos frigoríficos
[15/01/2020] - Preço da carne bovina tem queda forte em MT
[15/01/2020] - China pressiona frigoríficos por preços menores
[15/01/2020] - China vende mais carne das reservas estatais
[15/01/2020] - Arábia Saudita abre mercado ao Uruguai
[15/01/2020] - Vendas do varejo tiveram alta em novembro
[15/01/2020] - MAPA prevê crescimento de 17% no PIB da Pecuária
[15/01/2020] - Reposição: muita especulação em Mato Grosso
[15/01/2020] - Leite: captação caiu com força no RS
[15/01/2020] - Milho: exportações reduzem ritmo em janeiro
[14/01/2020] - Exportações de carne começaram o ano em alta
[14/01/2020] - JBS aumentará abates em SP
[14/01/2020] - Arroba: frigoríficos aumentam a pressão de baixa
[14/01/2020] - CEPEA prevê ano bom para a pecuária brasileira
[14/01/2020] - Impasse trava mercado de reposição
[14/01/2020] - Acordo tenta formalizar pecuaristas em MT
[13/01/2020] - Frigoríficos: exportações continuarão com força
[13/01/2020] - Arroba: frigoríficos pressionam por arroba menor
[13/01/2020] - Chuvas ajudam pecuarista a segurar o boi
[13/01/2020] - Carne caiu no atacado
[13/01/2020] - Preço da carne caiu no pasto, mas não no prato
[13/01/2020] - Donos da JBS venderam ações em dezembro
[13/01/2020] - JBS anuncia aumento de produção em outra unidade
[13/01/2020] - Agro protesta contra aumento de impostos
[13/01/2020] - Acordo com China vai puxar vendas do agro dos EUA
[10/01/2020] - JBS abre unidade prevendo demanda forte da Ásia
[10/01/2020] - Austrália: incêndios podem favorecer o Brasil
[10/01/2020] - Arroba: mercado de olho na demanda
[10/01/2020] - Varejo da carne ainda está devagar
[10/01/2020] - China faz Argentina bater recorde de abates
[10/01/2020] - Alta breve da carne puxou inflação de dezembro
[10/01/2020] - Prévia do IGP-M já mostra recuo da carne bovina
[10/01/2020] - Boi em alta puxa pra cima índice do CEPEA
[10/01/2020] - Milho deve continuar subindo
[10/01/2020] - Peste suína se aproxima da Alemanha
[10/01/2020] - Tereza Cristina: situação do Irã exige cautela
[10/01/2020] - Apesar da carne bovina, exportações do Agro caíram
[09/01/2020] - Arroba: pecuarista não aceita menos de R$ 200
[09/01/2020] - Queimadas na Austrália podem puxar o boi no Brasil
[09/01/2020] - Exportações: faturamento de MS subiu 21%
[09/01/2020] - Leite: 2019 foi um ano fora do normal

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br