Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
163,00 153,00 158,00
GO MT RJ
148,00 147,00 156,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1540,00
Garrote 18m 1850,00
Boi Magro 30m 2160,00
Bezerra 12m 1200,00
Novilha 18m 1410,00
Vaca Boiadeira 1540,00

Atualizado em: 23/10/2019 10:13

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Evento discute problema de segurança no campo

 
 
 
Publicado em 03/10/2019

O 2º Painel sobre Segurança Rural promovido pela CNA começou na quarta (2). O evento reuniu especialistas das Polícias Militares de 14 estados e do Distrito Federal, que apresentaram ações voltadas ao policiamento rural e trocaram experiências estaduais, além de discutirem a criação de uma rede de contatos entre as corporações.

O painel pretende fomentar políticas de governo em segurança pública e disseminar as práticas bem-sucedidas, como em Goiás, que criou em 2017 o patrulhamento rural georreferenciado e o Centro de Comando e Controle Rural, iniciativas pioneiras no País.

"Abrimos o leque da segurança pública no campo. Hoje protegemos não só o produtor rural, mas a economia do estado. Onde o programa é implementado já reduzimos em 60% o índice de roubos e furtos. A gente tem o envolvimento massivo dos produtores, uma rede de segurança muito forte e os resultados são significativos. Nosso desafio é ampliá-lo para todo o estado o quanto antes", afirmou o tenente-coronel Daniel Moreira Galvão, da Polícia Militar de Goiás.

Em Rondônia, o programa de patrulhamento rural foi construído com base no modelo de Goiás, mas adaptado à realidade local, destacou o major Robson Brancalhão, do 7º Batalhão da PM. Segundo ele, devido à extensão territorial, há dificuldades para fazer o policiamento no campo. No entanto, a corporação tem conseguido superar os problemas com ajuda dos produtores rurais.

“Contornamos as dificuldades por meio das parcerias com as associações de produtores e pecuaristas, que auxiliam na aquisição de telefones via satélite e rádio e na criação de grupos de WhatsApp com os produtores para que possamos identificar e reprimir a criminalidade. Uma reunião como essa é interessante porque é um amadurecimento no sentido de entender que o crime não tem fronteiras e essa articulação é fundamental.”

O capitão da Polícia Militar do Distrito Federal, Rafael Cunha, destacou a importância da proximidade com a comunidade rural para o trabalho que a corporação realiza desde maio do ano passado com o programa Guardião Rural.

"De uma forma sistematizada e organizada, o programa está trazendo excelentes resultados desde sua criação. Nosso programa é muito recente, mas já atingimos resultados significativos com 57% de redução nos índices de criminalidade. Alcançamos mais de 180 propriedades cadastradas e utilizamos o WhatsApp para contato direto."

A CNA desenvolve diversas ações para auxiliar o poder público na criação de políticas publicas de segurança no meio rural, como o Observatório da Criminalidade no Campo, que realizou um levantamento de dados sobre o tema e promoveu uma pesquisa piloto sobre vitimização rural com 141 produtores rurais do DF.

Segundo a pesquisa, quase 2/3 dos produtores entrevistados já foram vítimas de algum crime. A intenção da CNA é fazer esse levantamento periodicamente e ampliar a pesquisa para todos os estados do País. Com informações da CNA.

Na quinta (3), os debates continuam com as apresentações da Polícia Militar e os encaminhamentos do painel com as propostas de trabalho para avançar no tema.
 

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[23/10/2019] - Alta do boi deve continuar
[23/10/2019] - Exportações e entressafra estão puxando a arroba
[23/10/2019] - Arroba do boi continua em alta
[23/10/2019] - Carne sobe e reforça otimismo com o boi
[23/10/2019] - Quais negócios Bolsonaro planeja fechar na China?
[23/10/2019] - Polícia fecha frigorífico clandestino em fazenda
[23/10/2019] - CPI aprova relatório sem PT mas com JBS

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[23/10/2019] - Chineses compram frigorífico na Argentina
[22/10/2019] - Frigorífico é salvo por exportações à China
[22/10/2019] - Investidores otimistas com frigoríficos
[22/10/2019] - Exportações de carne caem, mas projetam recorde
[22/10/2019] - Carne sobe forte no atacado
[22/10/2019] - Arroba: confinamento não segura a alta do boi
[22/10/2019] - Mercado está otimista com o preço futuro do boi
[22/10/2019] - Está faltando boi no Mato Grosso
[22/10/2019] - CPI do BNDES pode ficar sem relatório final
[22/10/2019] - Preço do leite cai no RS
[22/10/2019] - Tereza chega à China para discutir exportações
[22/10/2019] - Aprovada renegociação de dívidas ruraiis
[21/10/2019] - Arroba: mercado vai para onde?
[21/10/2019] - Especulação no mercado de reposição
[21/10/2019] - Bolsonaro vai ao Oriente em busca de mercados
[21/10/2019] - JBS confirma que estuda venda de ações em NY
[21/10/2019] - Mercado reduz previsão de inflação
[21/10/2019] - Milho:preços sobem há 5 semanas
[21/10/2019] - Bolsonaro dá prazo para regularização ambiental
[18/10/2019] - O boi vai parar de subir?
[18/10/2019] - Arroba: boi segue em alta firme
[18/10/2019] - Americanos estimam que Brasil baterá recordes
[18/10/2019] - Como está o preço do boi em Santa Catarina?
[18/10/2019] - MP investigará incentivos dados à JBS
[18/10/2019] - CPI tentará aprovar relatório sem petistas
[18/10/2019] - Preço da uréia está menor em 2019
[18/10/2019] - Prioridade do Incra é a regularização de terras
[17/10/2019] - Arroba: boi sobe e frigoríficos oferecem mais
[17/10/2019] - CEPEA: boi e carne batem recordes de preço
[17/10/2019] - Preço do boi dispara também nos Estados Unidos
[17/10/2019] - Relator tira Lula e Dilma da CPI do BNDES
[17/10/2019] - Justiça absolve Temer em conversa com Joesley
[17/10/2019] - JBS prepara reestruturação
[17/10/2019] - Novo presidente do INCRA é pecuarista
[16/10/2019] - Mercado futuro já sinaliza arroba a R$ 170
[16/10/2019] - Estiagem prolongada preocupa pecuaristas no MS
[16/10/2019] - Qual a tendência para a arroba do boi?
[16/10/2019] - Reposição: oferta está curta em Goiás
[16/10/2019] - Varejo tenta puxar para cima o preço da carne
[16/10/2019] - BNDES: funcionários estariam travando venda da JBS
[16/10/2019] - Presidente da CPI do BNDES acusa Batistas e PT
[16/10/2019] - Bolsonaro tentará negociar acordo com o Japão
[16/10/2019] - O que muda com o fim da vacinação no Paraná?
[16/10/2019] - Milho está mais caro que em 2018
[16/10/2019] - Sérgio Moro atuará contra venda casada no crédito
[15/10/2019] - Exportações de carne bovina devem bater recorde
[15/10/2019] - China aumenta importação de carne bovina
[15/10/2019] - Arroba do boi volta a subir
[15/10/2019] - Arroba: diminui a diferença entre o MS e SP
[15/10/2019] - Preço da carne reage e sobe

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br