Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
207,00 185,00 214,00
GO MT RJ
195,00 185,00 185,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1820,00
Garrote 18m 2300,00
Boi Magro 30m 2600,00
Bezerra 12m 1350,00
Novilha 18m 1620,00
Vaca Boiadeira 1900,00

Atualizado em: 6/12/2019 10:02

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Crise eleva abates de vacas na Argentina

 
 
 
Publicado em 17/07/2019

Os mundialmente famosos pecuaristas argentinos estão sacrificando suas vacas reprodutoras ao maior ritmo em 30 anos para aproveitar a demanda chinesa e pagar contas em meio a uma seca no acesso a crédito rural no país.

O movimento destaca como o aperto na política monetária da Argentina tem espremido o setor agrícola com taxas de juros ao redor de astronômicos 60%, que prejudicam investimentos necessários para manter valiosos rebanhos de vacas e bezerros por vários anos até a maturidade.

"Os fazendeiros, sem fonte real de financiamento, estão procurando liquidez por meio dessas vendas de vacas", disse à Reuters o presidente da Federação Agrária Argentina, Carlos Achetoni.

A câmara argentina do setor de carnes, CICCRA, disse que no primeiro semestre de 2019 as fêmeas representaram 50,1% dos animais sacrificados, maior nível nas últimas três décadas e bem acima da taxa máxima vista como sustentável, de cerca de 43%.

Essa tendência pode levar o rebanho do país a ser reduzido em até 400 mil cabeças em 2020, ante um total de 53 milhões de cabeças em março.

"É uma decisão de sobrevivência", disse o presidente da CICCRA, Miguel Schiaritti.

Segundo ele, os fazendeiros estão precisando pensar no curto prazo e se desfazer de ativos porque não conseguem tomar empréstimos às atuais taxas de juros.

"Para os fazendeiros, a vaca é a máquina que produz bezerros. É como se alguém que fabrica parafusos vendesse a máquina que faz os parafusos para se financiar e pagar suas despesas."

A demanda chinesa, segundo os fazendeiros, tem sido importante para que essas vendas ao menos sejam lucrativas.

As exportações de carne bovina da Argentina para a segunda maior economia do mundo se multiplicaram, com embarques nos primeiros cinco meses do ano para os portos chineses representando 72% do total de 180.000 toneladas exportados pelo país, segundo a CICCRA.

A China demanda principalmente cortes mais baratos de carne de vacas --que se adequam melhor à culinária local, mais focada em pratos compartilhados do que em cortes de carnes nobres. Isso elevou o preço dessa categoria de carne em 88% contra um ano atrás, para média de 43 pesos (1,01 dólar) por quilo vivo nos principais mercados de gado da Argentina.

Os agricultores vendem as vacas para matadouros locais, que por sua vez enviam a carne para compradores globais, incluindo na China.

Carlos Iannizzotto, presidente da associação argentina de produtores rurais CONINAGRO, disse que os preços mais elevados devido à demanda da China ajudaram, embora a questão central ainda seja as finanças dos agricultores.

"As exportações para a China significam que pelo menos os produtores não precisam entregar suas vacas, eles podem obter um bom preço. Isso é uma bênção", acrescentou Schiaritti. Com informações da Reuters.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[06/12/2019] - Arroba: mercado busca nova referência
[06/12/2019] - China: quase metade das exportações brasileiras
[06/12/2019] - Alta das carnes puxou a alta da inflação no Brasil
[06/12/2019] - Preço da carne bovina subiu no mundo todo
[06/12/2019] - China tenta reativar mercado de suínos do país
[06/12/2019] - Marfrig: Molina não vai comprar parte do BNDES
[06/12/2019] - Banco prevê recuperação para o mercado do leite

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[06/12/2019] - Leite: concorrência limita queda maior no preço
[06/12/2019] - Custos em alta pressionam produtor de leite
[06/12/2019] - Lácteos: demanda deve melhorar no fim de ano
[06/12/2019] - Rondônia anuncia fim da vacinação contra aftosa
[06/12/2019] - RS suspende multa para quem não vacinou
[06/12/2019] - O Brasil terá nova greve dos caminhoneiros?
[05/12/2019] - Até onde vai a queda do preço do boi?
[05/12/2019] - Arroba: vendas fracas de carne travam negócios
[05/12/2019] - Ministra prevê mais investimentos na pecuária
[05/12/2019] - CNA: pecuária deverá crescer 14% em 2020
[05/12/2019] - JBS: investimento maior em aves e suínos
[05/12/2019] - Custo de produção de leite volta a subir
[05/12/2019] - Exportações de milho em alta
[05/12/2019] - MP do Agro avança no Congresso
[04/12/2019] - Arroba: consumidor trava alta e mercado recua
[04/12/2019] - A disparada do boi em Mato Grosso
[04/12/2019] - Frigoríficos menores seguram compra de boi
[04/12/2019] - Frigorificos: exportações seguirão fortes em 2020
[04/12/2019] - Rússia barra compras de frigoríficos argentinos
[04/12/2019] - Tereza diz que mercado da carne voltará ao normal
[04/12/2019] - Júnior Friboi é alvo de operação da PF
[04/12/2019] - CVM rejeita acordo com irmãos Batista
[04/12/2019] - Cade aprova nova aquisição da JBS
[04/12/2019] - Leite: concorrência está maior em 2019
[04/12/2019] - Moro busca apoio de ruralistas para pacote
[04/12/2019] - Tereza: Agro é retratado de forma maldosa
[03/12/2019] - Arroba: frigoríficos pressionam por queda
[03/12/2019] - Qual a previsão da arroba para janeiro?
[03/12/2019] - Exportações de carne bovina: alta de 45%
[03/12/2019] - Por que as exportações caíram em relação a outubro
[03/12/2019] - Governo esclarece revisão das exportações
[03/12/2019] - Agro ganha força e ajuda na alta do PIB
[03/12/2019] - Economia saiu do fundo do poço, segundo ministério
[03/12/2019] - Confinamento: alta de 5% em 2019
[03/12/2019] - Leite: oferta curta segura preço
[02/12/2019] - Arroba cedeu. Os preços vão cair mais?
[02/12/2019] - Rússia libera unidades do JBS e do Minerva
[02/12/2019] - Erro nas exportações pode mudar mercado da carne
[02/12/2019] - Exportações à China devem continuar com força
[02/12/2019] - Alta da carne acelera fora de São Paulo
[02/12/2019] - Bolsonaro: governo não interfere no preço da carne
[29/11/2019] - É hora de ajuste no preço do boi?
[29/11/2019] - Tereza: arroba não vai voltar ao preço de antes
[29/11/2019] - Arroba: mercado se acalmou (um pouco)
[29/11/2019] - Governo confirma erro nos números das exportações
[29/11/2019] - Mercado futuro perde força na alta
[29/11/2019] - Reposição sobe forte na carona do boi
[29/11/2019] - FGV faz previsão sobre o boi em 2020
[29/11/2019] - Desemprego chega a 11,6% no trimestre
[29/11/2019] - Burocracia adia a saída do BNDES da JBS

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br