Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
152,00 139,00 149,00
GO MT RJ
139,00 139,00 143,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1500,00
Garrote 18m 1820,00
Boi Magro 30m 2060,00
Bezerra 12m 1140,00
Novilha 18m 1360,00
Vaca Boiadeira 1520,00

Atualizado em: 19/7/2019 10:14

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Especialistas comentam novas regras do leite

 
 
 
Publicado em 10/05/2019

Na noite de quinta (9) foi realizada uma reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite e Derivados, do Ministério da Agricultura, para discutir as novas regras da qualidade do leite produzido no país.

As Instruções Normativas (IN) 76 e 77/2018, que preveem as novas diretrizes, começam a valer a partir do dia 30 de maio. Para o assessor técnico da Comissão Nacional de Pecuária de Leite da CNA, Thiago Rodrigues, as mudanças previstas implicarão em maior comprometimento da cadeia produtiva em busca de uma melhoria contínua na qualidade do leite.

Durante a reunião, especialistas convidados pelo setor produtivo apresentaram ao Mapa alguns pontos específicos das normas que seriam impraticáveis. O primeiro diz respeito à obrigação dos laticínios em manter o leite em suas dependências a uma temperatura constante de no máximo 4°C.

Segundo o pesquisador da Embrapa Clima Temperado, Marcelo Bonnet, essa mudança exigiria um regime intenso de ajustes por parte das indústrias, além de contar com vários desafios de logística de coleta de leite, fornecimento de energia e avanços na obtenção de propriedades de leite com maior qualidade.

“Existem aspectos de qualidade do leite mais importantes e urgentes a serem enfrentados no país. De nada adiantaria refrigerar o leite obtido em más condições higiênico-sanitárias a 4ºC, sendo que leite obtido em boas condições poderia ser conservado adequadamente a uma temperatura limite de 7°C”.

Outro ponto da discussão foi o artigo 8º da IN 76 que exige que o leite armazenado nos silos das indústrias apresente limite máximo para Contagem Padrão em Placas (CPP) de até 900.000 UFC/ml (unidades formadoras de colônia por mililitro) antes do seu processamento.

A professora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Mônica Maria Cerqueira, apresentou uma pesquisa realizada com onze indústrias de laticínios, onde a CPP do leite foi analisada. “A média geométrica dessa contagem do leite de 91% dos silos das indústrias analisadas é elevada e superior aos 900 mil UFC/ml exigidos pela nova normativa”.

A professora sugeriu que seja feito um monitoramento nos laboratórios da Rede Brasileira de Laboratórios de Controle de Qualidade de Leite (RBQL) da CPP do leite dos silos de 100% das indústrias do país sob a coordenação do Mapa, por um período de dois anos, para que se normatize um número padrão para essa contagem.

Ao término da reunião, o presidente da Câmara Setorial e da Comissão Nacional de Pecuária de Leite da CNA, Rodrigo Alvim, alertou o ministério sobre os desafios impostos aos produtores de leite do país. “Não é apenas regulamentando que se melhora a qualidade de leite no Brasil. O desafio é levar assistência técnica aos produtores. Assim, teremos avanços”.

Como resultado da reunião, o Mapa analisará os documentos elaborados pelos especialistas e definirá até o final do mês se as mudanças propostas pelas Instruções Normativas 76 e 77 realmente serão implantadas.  Com informações da CNA.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[19/07/2019] - Consultoria prevê alta de 12% nas exportações
[19/07/2019] - Arroba: frigoríficos pressionam o preço do boi
[19/07/2019] - Carne: consumo piorou, mas preço não caiu
[19/07/2019] - Liberação do FGTS pode ser ótima para o Agro
[19/07/2019] - O preço do leite vai mesmo despencar?
[19/07/2019] - Exportações de milho podem bater recorde
[19/07/2019] - Delegado da PF é nomeado presidente da Funai

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[19/07/2019] - Ministro promete nova reunião sobre frete
[19/07/2019] - Caminhoneiros voltam a ameaçar entrar em greve
[19/07/2019] - Bolsonaro não cré em nova greve
[19/07/2019] - Projeto acaba com licença ambiental para estradas
[18/07/2019] - China deve habilitar mais 25 frigoríficos
[18/07/2019] - China inspeciona frigoríficos até por aplicativo
[18/07/2019] - Preço da carne continua a subir na China
[18/07/2019] - China aumenta importações de carne da Europa
[18/07/2019] - Arroba: pecuarista segura o boi esperando alta
[18/07/2019] - Como ficará o confinamento em 2019?
[18/07/2019] - Marfrig emitirá R$ 300 milhões em dívida
[18/07/2019] - Reposição firme em Rondônia
[18/07/2019] - Liberdade para os produtores de queijo artesanal
[18/07/2019] - Paraguai exige divisão da cota de carne à Europa
[18/07/2019] - Aftosa: Paraná pode não vacinar já em novembro
[18/07/2019] - Reforma da previdência passa de R$ 900 bi
[18/07/2019] - Imposto maior sobre o milho revolta produtores
[17/07/2019] - Exportações devem crescer com doença na China
[17/07/2019] - Arroba: como ficará o preço do boi em agosto?
[17/07/2019] - Preço da carne subiu no atacado
[17/07/2019] - Arroba: frigoríficos pressionam a arroba do boi
[17/07/2019] - Rebanho bovino cresceu no Mato Grosso
[17/07/2019] - Crise eleva abates de vacas na Argentina
[17/07/2019] - Deputado quer proibir cães na caça ao javali
[17/07/2019] - ANTT aprova mudanças na tabela de frete
[16/07/2019] - Como estão as exportações de carne em julho?
[16/07/2019] - Arroba: mercado devagar e indefinido
[16/07/2019] - Exportações de carne do MS cresceram 60%
[16/07/2019] - Turquia está importando menos bois do Brasil
[16/07/2019] - PIB da Pecuária sobe e evita queda maior do Agro
[16/07/2019] - Mercosul avança em novos acordos comerciais
[16/07/2019] - Impostos travam investimento na pecuária do MT
[16/07/2019] - Agro: 97% das exportações do Mato Grosso
[16/07/2019] - Indenizações sanitárias em alta no RS
[15/07/2019] - Há espaço para uma alta da arroba do boi?
[15/07/2019] - Arroba: o que está segurando uma alta do boi?
[15/07/2019] - Pecuária mostra força e puxa vendas do Agro
[15/07/2019] - Milho: exportações seguem fortes
[15/07/2019] - Milho: recordes travam negócios
[15/07/2019] - Acordo UE-Mercosul: agora, italianos protestam
[12/07/2019] - Fusão BRF-Marfrig não vai acontecer
[12/07/2019] - Por que a fusão BRF-Marfrig fracassou?
[12/07/2019] - PIB da Pecuária deve crescer mais de 7%
[12/07/2019] - Arroba: consumo interno está segurando o boi
[12/07/2019] - Reposição: mercado congela com tempo frio
[12/07/2019] - MAPA marca auditoria para retirar vacina no RS
[12/07/2019] - Acordo com a UE pode começar a valer em 2 anos
[12/07/2019] - Produtores não aceitam imposto maior no MT
[12/07/2019] - Polícia prende cobradores de dívidas rurais
[11/07/2019] - Arroba: frio pressiona o preço do boi

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br