Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
153,00 139,00 144,00
GO MT RJ
136,00 139,00 141,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1480,00
Garrote 18m 1820,00
Boi Magro 30m 2110,00
Bezerra 12m 1180,00
Novilha 18m 1380,00
Vaca Boiadeira 1550,00

Atualizado em: 19/6/2019 10:37

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Líder dos caminhoneiros elogia ação de Bolsonaro

 
 
 
Publicado em 12/04/2019

Um dos principais líderes dos caminhoneiros, Wallace Landim, o Chorão, creditou ao presidente Jair Bolsonaro e ministros palacianos o recuo da Petrobrás sobre o aumento do preço do diesel, na noite desta quinta-feira. Wallace esteve entre as lideranças que organizaram a paralisação da categoria por 11 dias no ano passado. "Isso prova que mais uma vez o presidente está do nosso lado", comemorou.

As ações da Petrobrás abriram a sexta-feira em queda de mais de 5% depois do recuo sobre o reajuste. O presiedente Jair Bolsonaro, segundo fonte do Palácio do Planalto, procurou o presidente da petroleira, Roberto Castello Branco, para tratar do preço do Diesel. O vice-presidente, Hamilton Mourão, disse em entrevista a uma rádio que essa foi uma ação pontual.

Wallace Landim afirma que os ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e da Secretaria-Geral, Floriano Peixoto, foram os responsáveis por levar o "problema" do aumento de preços para Bolsonaro ontem. "Eu preciso agradecer num primeiro momento o ministro Onyx (Lorenzoni, da Casa Civil) e o ministro Floriano Peixoto (da Secretaria-Geral), que levaram o problema (do aumento de preços) para o nosso presidente", contou ao Estadão/Broadcast Político.

Na visão de Wallace, foi esse contato dos ministros que viabilizou o recuo da estatal. "Sim. Isso prova que mais uma vez o presidente está do nosso lado, ao lado da categoria. É um comprometimento que ele teve com a categoria e que a gente teve apoiando a sua candidatura", disse à reportagem. Segundo fontes, Bolsonaro procurou o presidente da Petrobrás, Roberto Castello Branco, para tratar do assunto antes do anúncio do recuo.

Respostas imediatas

Wallace afirmou, ainda, que recebeu uma sinalização da Casa Civil de que a categoria "sempre terá o respeito e respostas imediatas desse governo". "A gente fica muito feliz, porque vê que ele (Bolsonaro) está olhando por nós. Só que a gente também sabe que não é uma situação muito fácil, vem chumbo grosso por aí, pode ter certeza, porque querendo ou não interfere na política de preços (da Petrobrás)", declarou.

Segundo Wallace, ele mantém contato com integrantes da Casa Civil desde o mês passado, quando levou demandas da categoria. Ontem, ao saber do aumento de preços, procurou funcionários da pasta para pedir que o governo interviesse, o que acabou acontecendo no final do dia.

O período em que iniciou o diálogo entre caminhoneiros e a Casa Civil, em março, coincide com o momento em que o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) passou a monitorar com mais atenção os riscos de uma nova greve da categoria.

O governo quer evitar uma nova paralisação com receio de que tome as mesmas proporções da que ocorreu no ano passado. O estopim, na época, foi justamente as altas do preço do diesel. A avaliação de um integrante do governo é de que os caminhoneiros "conheceram a sua força" na última greve e que agora possuem maior poder de negociação.

Nova greve

Questionado pelo Estadão/Broadcast Político sobre o risco de uma nova greve, Wallace disse que "a categoria toda está sofrendo" e que todos estão "insatisfeitos". "Isso vem de longa data, tanto que tivemos que parar em maio de 2018", comentou. Ele ponderou, no entanto, que há diálogo com o governo.

De acordo com ele, os caminhoneiros levaram três demandas para a Casa Civil, mas ainda sem resposta. A pasta prorrogou o prazo para dar respostas. Os pedidos são para que seja cumprido o piso mínimo de frete, que seja cumprida a jornada de trabalho e fornecidos pontos de parada adequados e também que ocorra a mudança na política de preços.

Ele elogiou a iniciativa do governo de criar o "cartão-caminhoneiro", há cerca de duas semanas, mas disse que 'não resolve nosso problema 100%".Com informações do portal Estadão.
 

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[19/06/2019] - Arroba: mercado aponta para alta firme
[19/06/2019] - Pecuaristas do MT estão muito otimistas
[19/06/2019] - Embargo chinês afetou a reposição
[19/06/2019] - Governo anuncia Plano Safra de R$ 225 bilhões
[19/06/2019] - Plano Safra inclui reforma de moradia rural
[19/06/2019] - Bolsonaro devolve demarcações ao MAPA
[19/06/2019] - Moro: governo tem o dever de proteger o agro

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[19/06/2019] - Senado vota contra posse de armas
[18/06/2019] - Arroba: frigoríficos precisam comprar boi
[18/06/2019] - China deve puxar para cima o preço do boi
[18/06/2019] - Exportações de carnes têm pequena queda
[18/06/2019] - STF: fundador da JBS não vai à CPI do BNDES
[18/06/2019] - Leite: preço vai subir ou vai cair?
[18/06/2019] - Brasil terá exportações recordes de milho
[18/06/2019] - Juros do Plano Safra serão maiores
[18/06/2019] - Tereza: pequenos produtores terão mais crédito
[18/06/2019] - Agro investe em diplomacia para exportar mais
[18/06/2019] - China vai importar carne do Reino Unido
[17/06/2019] - Arroba: pecuarista agora faz jogo duro
[17/06/2019] - Levy pode ser convocado a explicar crédito ao JBS
[17/06/2019] - Governo do MS dá mais incentivos à JBS
[17/06/2019] - Brasil vai à OMC por barreiras da Indonésia
[14/06/2019] - Para onde vai a arroba com a reabertura da China?
[14/06/2019] - Pecuaristas calculam prejuízos com embargo chinês
[14/06/2019] - Preço da carne com osso já subiu
[14/06/2019] - Minerva suspende férias e retoma a produção
[14/06/2019] - JBS anuncia que aumentará produção em MG
[14/06/2019] - Marfrig aumenta produção no Mato Grosso
[14/06/2019] - Abates cresceram em 2019
[14/06/2019] - Produtor rural luta para poder produzir queijo
[13/06/2019] - China reabre as importações de carne do Brasil
[13/06/2019] - Arroba já sobe com frigoríficos firmes na compra
[13/06/2019] - Exportações de boi caíram
[13/06/2019] - Reposição está valorizada em Minas Gerais
[13/06/2019] - Mais um problema para a fusão BRF-Marfrig
[13/06/2019] - Presidente da Funai foi demitido
[12/06/2019] - Arroba: pecuarista está segurando os animais
[12/06/2019] - ABIEC: Brasil exportou mais carne à Rússia
[12/06/2019] - A Argentina pode tomar espaço do Brasil na China?
[12/06/2019] - China: sindicato teme demissões no Minerva
[12/06/2019] - A fusão BRF-Marfrig vai mesmo sair?
[12/06/2019] - Congresso garante verba para o Plano Safra
[12/06/2019] - Governo marca data de lançamento do Plano Safra
[12/06/2019] - Bolsonaro deve assinar nova MP sobre o CAR
[12/06/2019] - CNA e frigoríficos assinam compromisso ambiental
[11/06/2019] - Arroba: frigoríficos testam o mercado
[11/06/2019] - Como estão as exportações de carne em junho?
[11/06/2019] - Pecuaristas do MT pessimistas com confinamento
[11/06/2019] - China: Minerva dá férias coletivas e fecha unidade
[11/06/2019] - Carne bovina em queda no varejo
[11/06/2019] - CNA: Agro está contribuindo para inflação baixa
[11/06/2019] - Crédito rural esta em alta
[11/06/2019] - Tereza se diz confiante que Plano Safra sairá
[11/06/2019] - Bancada tenta salvar o Plano Safra
[11/06/2019] - Leite: preços do longa vida em queda
[10/06/2019] - Arroba: frigos usam China para pressionar
[10/06/2019] - O pânico no mercado do boi vai continuar?

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br