Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
154,00 141,00 146,00
GO MT RJ
142,00 140,00 141,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1400,00
Garrote 18m 1660,00
Boi Magro 30m 2000,00
Bezerra 12m 1040,00
Novilha 18m 1280,00
Vaca Boiadeira 1450,00

Atualizado em: 25/3/2019 11:27

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

CNA pede ao STF decisão urgente sobre frete

 
 
 
Publicado em 14/12/2018

A Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) solicitou urgência ao Supremo Tribunal Federal (STF) para a análise da decisão do ministro Luiz Fux de manter as multas pelo descumprimento da tabela de preços mínimos de fretes. Segundo o chefe da assessoria jurídica da entidade, Rudy Ferraz, a decisão do ministro trouxe ainda mais insegurança jurídica para o agronegócio. "Não podemos passar o recesso de fim de ano com essa incerteza sobre um tema tão importante para o setor".

Na quarta-feira, o ministro Fux recuou da sua própria decisão da semana passada, que suspendia a cobrança de multa por quem não respeitasse a tabela, após recurso da Advocacia-Geral da União (AGU). No pedido de reconsideração da AGU, a ministra Grace Mendonça alegou que o novo governo deverá retomar a negociação com os setores envolvidos no tabelamento.

Ferraz disse que pedirá ao plenário do STF que avalie com urgência ou o mérito da ação de inconstitucionalidade impetrada pela CNA contra a lei que criou a tabela ou a própria decisão de ontem de Fux. "Vamos tentar sensibilizar o relator e o plenário para analisar a lei, que é claramente inconstitucional, ou pelo menos a medida cautelar do ministro Fux", afirmou. O problema, observou, é o tempo curto até o recesso - ontem houve sessão e haverá outra na próxima quarta-feira, cujas pautas já foram publicadas. Assim, é grande a chance de os ministros julgarem o tema só em 2019.

O presidente do STF, Dias Toffoli, que será o ministro de plantão, até poderá proferir uma decisão sobre as liminares durante o recesso, que termina em 31 de janeiro. Mas Fux já havia comunicado às partes do processo que poderá analisar as liminares só em fevereiro, quando o STF retornará di recesso e acabará o prazo para que ele receba informações das entidades envolvidas.

Para a CNA a tabela da Associação Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) desrespeita a lei em vigor, porque foi feita com base na Medida Provisória 832 e não ouviu os setores envolvidos. "A própria ANTT já reconheceu publicamente que fez a tabela às pressas, surpreendida pela MP. E a lei exige base técnica e audiência para ouvir os envolvidos", disse Ferraz.

Para a Associação Brasileira da Indústria de Óleos Vegetais (Abiove), a revogação da suspensão das multas traz mais incertezas em relação ao escoamento da safra de soja 2018/19, que começará a ser colhida nas próximas semanas

"Já existem muitas incertezas com relação à disputa comercial entre China e EUA, e agora temos também de prestar atenção ao comportamento do STF", disse André Nassar, presidente da entidade, a jornalistas em São Paulo. "Não sabemos direito o que vai acontecer, mas a modalidade de fretes CIF (entrega no porto) tem aumentado. No fim, o valor pago ao produtor pode cair", afirmou.

Enquanto o STF não julga se o tabelamento de frete é ou não inconstitucional, o futuro governo do presidente eleito Jair Bolsonaro e a ANTT já preparam uma nova tabela, que deve revisar os valores de piso mínimo e incluir no cálculo custos de transporte que não estão contemplados nas tabelas atuais.

A Organização das Cooperativas do Brasil (OCB), que representa 13 setores do cooperativismo e reúne tanto cooperativas de produção agrícola quanto de caminhoneiros, já apresentou à ANTT uma proposta de tabela que, na média, resulta em redução de até 30% no piso mínimo de frete para transporte de grãos em relação à primeira tabela, vigente desde fim de maio.

O estudo engloba um levantamento feito nos últimos cinco meses pela Esalqlog, que prestou consultoria para a OCB. E os cálculos levam em conta diferentes distâncias - de 50 a 3,5 mil quilômetros - e custos em geral como combustíveis, consertos e depreciação do veículo, usados no transporte de todas as cargas. No caso das outras cargas (frigorificada, geral, neogranel e perigosa), a proposta da OCB sugere reduções ou valores próximos aos de mercado.

Do lado dos caminhoneiros, um dos líderes da greve de maio, Wallace Landim, o Chorão, publicou em redes sociais ontem um vídeo comemorando a decisão do ministro Fux, mas recomendou aos colegas que não façam "nenhuma paralisação".Com informações do Valor.
 

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[25/03/2019] - Líder nega nova greve dos caminhoneiros
[25/03/2019] - Arroba: pecuarista ainda pode segurar boi
[25/03/2019] - Arroba: escalas estão curtas
[25/03/2019] - Exportações de gado em pé têm mais um mercado
[25/03/2019] - ABIEC: protesto americano é esperneio
[25/03/2019] - Preço do milho caiu com força
[25/03/2019] - Governo vai mudar lei sobre terra de estrangeiros
[25/03/2019] - Crédito rural: BB deve reduzir empréstimos

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[22/03/2019] - Aumento de impostos sobre o Agro é um erro
[22/03/2019] - Atacado da carne ensaia uma reação
[22/03/2019] - Arroba: demanda fraca segura alta do boi
[22/03/2019] - Milho: exportações perderam força
[22/03/2019] - Leite: preços podem cair?
[21/03/2019] - Ex-presidente Michel Temer é preso pela Lava Jato
[21/03/2019] - Ações da JBS caem com prisão de Temer
[21/03/2019] - Arroba do boi continua subindo
[21/03/2019] - Como está o atacado da carne?
[21/03/2019] - CEPEA: boi teve alta de quase 2%
[21/03/2019] - Pecuaristas dos EUA vão ao ataque contra o Brasil
[21/03/2019] - FPA ameniza declarações de ministro contra China
[21/03/2019] - Brasil não deve decidir entre EUA e China
[21/03/2019] - Tereza: Agro precisa de investimentos urgentes
[20/03/2019] - China nega habilitação de novos frigoríficos
[20/03/2019] - Frigoríficos ainda não têm posição sobre China
[20/03/2019] - EUA marcarão data para inspecionar frigoríficos
[20/03/2019] - Arroba: frigoríficos já pagam mais pelo boi
[20/03/2019] - Frigos apontam possível alta em abate clandestino
[20/03/2019] - Mercado de lácteos está fraco
[20/03/2019] - Emprego no agro ficou estável em 2018
[19/03/2019] - Boi: frigoríficos têm dificuldade para comprar
[19/03/2019] - Exportações do Agro seguem fortes
[19/03/2019] - Abates ficaram estáveis em SP
[19/03/2019] - EUA: Expectativa no mercado da carne bovina
[19/03/2019] - Brasil irá à China para aumentar exportações
[19/03/2019] - China: postura do governo preocupa o Agro
[19/03/2019] - Carne: Argentina quer ganhar espaço na China
[19/03/2019] - Exportações do agro gaúcho têm forte queda
[19/03/2019] - Índio não quer ser tratado como coitadinho
[18/03/2019] - Arroba do boi retoma trajetória de alta
[18/03/2019] - Reposição retoma o ritmo e volta a subir
[18/03/2019] - Carne: vendas do varejo voltam a crescer
[18/03/2019] - EUA: Tereza pedirá amanhã o fim do embargo
[18/03/2019] - Incêndio atinge unidade da JBS
[18/03/2019] - Milho: preço vira e começa a cair
[18/03/2019] - Investidores lucram com ações do Minerva
[15/03/2019] - MP: BNDES emprestou à JBS muito mais que deveria
[15/03/2019] - MPF: Palocci recebeu R$ 2,5 mi para ajudar JBS
[15/03/2019] - Fachin pede que STF marque julgamento dos Batista
[15/03/2019] - Arroba: oferta restrita mantém preços firmes
[15/03/2019] - Está faltando gado no Maranhão
[15/03/2019] - Milho: preços devem cair
[15/03/2019] - Novo presidente do BC quer mudar crédito rural
[15/03/2019] - Em live, Bolsonaro ressalta parceria com a China
[15/03/2019] - Exportações de carne australiana devem cair 8%
[14/03/2019] - Frigoríficos têm dificuldade para comprar boi
[14/03/2019] - Vendas de carne decepcionaram durante o Carnaval
[14/03/2019] - Preço do boi magro pode ajudar confinadores
[14/03/2019] - Exportações estão crescendo em novos mercados

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br