Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
142,00 130,00 136,00
GO MT RJ
131,00 128,00 130,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1270,00
Garrote 18m 1520,00
Boi Magro 30m 1830,00
Bezerra 12m 970,00
Novilha 18m 1160,00
Vaca Boiadeira 1340,00

Atualizado em: 20/7/2018 10:57

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Quem quer vender boi a R$ 150 a arroba?

 
 
 
Publicado em 10/07/2018

Animados com os preços do boi gordo no mercado futuro e com a recente queda das cotações do milho, os pecuaristas brasileiros devem aumentar o número de bovinos sob engorda no sistema intensivo - o confinamento - em 2018. Em média, 10% do gado bovino abatido no país é oriundo dos confinamentos. O restante é alimentado a pasto. Considerando todos os sistemas de produção, os frigoríficos brasileiros abateram 30,8 milhões de cabeças em 2017, segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

"A rentabilidade do confinador está favorável", avalia o gerente-executivo da Associação Nacional de Pecuária Intensiva (Assocon), Bruno Andrade. De acordo com o zootecnista, a diferença entre os preços do boi gordo no mercado físico e os contratos na B3 com vencimento em outubro anima os pecuaristas.

Na primeira semana de julho, o preço do boi gordo no Estado de São Paulo - referência para o restante do país - oscilou perto de R$ 140 por arroba, conforme levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), vinculado à Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP). Na sexta-feira passada, o indicador ficou em R$ 139,00.

 

Na comparação com o mercado futuro, a diferença é de quase 8%. Na B3, os contratos futuros de boi gordo para outubro estão na casa dos R$ 150 por arroba. O mês de outubro é referência porque é o período de concentração de comercialização de boi confinado para os frigoríficos. A atividade do confinamento é maior no segundo semestre devido à entressafra na pecuária. Com menos chuvas, a condição das pastagens piora. Por isso, a alternativa do confinamento, em que os animais são alimentados também com ração.

Considerando o último levantamento de intenção de confinamento feito pela Assocon com os associados da entidade, que representa criadores responsáveis por cerca de 80% do gado engordado no sistema intensivo, haverá um aumento de 11,9% dos animais confinados em 2018. A expectativa da Assocon é que 3,7 milhões bovinos sejam confinadas neste ano, ante 3,3 milhões de cabeças do ano passado.

O número ainda está longe do auge do sistema de confinamento, ressalta Andrade. O pico foi em 2014, quando os associados da entidade confinaram 4,6 milhões de cabeças de bovinos no país. De lá para cá, a atividade foi afetada por problemas como a quebra de safra de milho na temporada 2015/16 e pelas cotações mais altas do boi magro.

Juntos, boi magro e ração (feita a partir de milho e farelo de soja) representam 95% dos custos do confinamento, segundo estimativas da multinacional holandesa DSM. Dona da marca de sal mineral Tortuga, a DSM é a maior fornecedora de nutrição para bovinos. No segmento de confinamentos, a DSM tem 30% do mercado, segundo o gerente de confinamento da companhia, Marcos Baruselli.

A colheita da safrinha ainda está no início, mas os preços do milho no mercado interno já registram forte queda - influenciados pela maior produção americana. Fatores internos, como o impasse em torno do tabelamento do frete, também influenciam. Em junho, o preço do milho caiu 18,7%, para R$ 36,97 por saca, conforme indicador Esalq/BM&FBovespa. Na primeira semana de julho, o preço do cereal recuou (-2%), para R$ 36,22. Com informações do Valor.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[20/07/2018] - BNDES: há interessados em parte da JBS
[20/07/2018] - Arroba: consumo está segurando a alta
[20/07/2018] - Para onde vai a reposição?
[20/07/2018] - Tabela de frete continua travando venda de milho
[20/07/2018] - CEPEA: Agro será o mais prejudicado com tabela

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[19/07/2018] - Pressão de alta na arroba do boi
[19/07/2018] - Para onde vai a arroba do boi em 2018?
[19/07/2018] - Exportações em alta animam a pecuária
[19/07/2018] - MAPA demite envolvidos na Carne Fraca
[19/07/2018] - Caminhoneiros estariam espalhando boatos
[19/07/2018] - Governo já não crê em acordo com a UE
[18/07/2018] - Lucro dos frigoríficos melhorou com greve e dólar
[18/07/2018] - Frigoríficos seguem pagando acima da referência
[18/07/2018] - Reposição se movimenta no MS
[18/07/2018] - Frigorífico fechado pela JBS será reaberto
[18/07/2018] - Leite longa vida parou de subir
[17/07/2018] - Exportações batem recorde de outubro de 2014
[17/07/2018] - Arroba: boi deveria subir mais
[17/07/2018] - Carne não sobe e reduz margem do frigorífico
[17/07/2018] - MT: 300 mil animais tiveram que ser revacinados
[17/07/2018] - Preços do milho sem direção definida
[16/07/2018] - Lula teria pedido para agilizar verba para a JBS
[16/07/2018] - Arroba: frigoríficos oferecem acima da referência
[16/07/2018] - Reposição ganhou força
[16/07/2018] - Exportações de boi em pé cresceram 84%
[16/07/2018] - Exportações do Agro seguem firmes, apesar da greve
[13/07/2018] - Arroba: frigoríficos cm dificuldade para comprar
[13/07/2018] - Preço da carne continua caindo no varejo
[13/07/2018] - STF nega liminar que suspenderia tabela de frete
[13/07/2018] - Frete: aprovação não derruba ações judiciais
[13/07/2018] - O Brasil ganha ou perde com a guerra comercial?
[13/07/2018] - Preço do milho recua e pode cair mais
[13/07/2018] - CNA: campo precisa entrar na política de segurança
[12/07/2018] - Arroba subiu, frigoríficos já pagam mais
[12/07/2018] - CEPEA: arroba em alta, carne em baixa
[12/07/2018] - Frigoríficos apostam em retomada das exportações
[12/07/2018] - Abates batem recorde positivo no MT após a greve
[12/07/2018] - PIB da Pecuária recua no MT mas deve se recuperar
[12/07/2018] - Câmara aprova tabela de frete
[12/07/2018] - Senado aprova tabela de frete em tempo recorde
[12/07/2018] - Lactalis vai produzir marca francesa no Brasil
[11/07/2018] - Arroba: frigoríficos não acham boi para comprar
[11/07/2018] - Carne bovina deve subir mais
[11/07/2018] - Leite pára de subir
[11/07/2018] - Custo deve subir até 50% com tabela de frete
[11/07/2018] - Frete alto dificulta entrega de fertilizantes
[11/07/2018] - JBS: Noruega decide não investir e cita corrupção
[11/07/2018] - Polpa cítrica: oferta está menor
[10/07/2018] - Quem quer vender boi a R$ 150 a arroba?
[10/07/2018] - Consumo de carne bovina segue devagar
[10/07/2018] - Proibição da exportação pode ser votada hoje
[10/07/2018] - Inspeção privada tem data para começar no RS
[10/07/2018] - Crise e inflação podem piorar com tabela
[10/07/2018] - Tabelamento do frete pode ser aprovado hoje
[10/07/2018] - Doença que atinge o milho chegou ao Paraná

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br