Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
151,00 141,00 146,00
GO MT RJ
139,00 136,00 146,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1380,00
Garrote 18m 1650,00
Boi Magro 30m 2000,00
Bezerra 12m 1020,00
Novilha 18m 1250,00
Vaca Boiadeira 1420,00

Atualizado em: 17/12/2018 10:49

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

JBS: o caso mais grave de manipulação de preços

 
 
 
Publicado em 13/03/2018

Os irmãos Batista, controladores da JBS, tiveram vantagem indevida de quase R$ 73 milhões com a venda de ações da companhia antes da divulgação do acordo de delação premiada que veio a público em 17 de maio do ano passado, conforme as conclusões do inquérito da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O caso analisa eventual uso de informação privilegiada e manipulação de mercado por Joesley e Wesley Batista, e quebra do dever de lealdade, abuso de poder e manipulação de preços pela FB Participações.

Segundo o documento, esse é possivelmente o caso mais grave de uso indevido de informação privilegiada e manipulação de preços que se tem notícia na história do mercado de valores mobiliários brasileiro. O relatório do inquérito concluiu que houve uso de informação relevante não divulgada ao mercado para a venda de 36.427.900 ações da JBS, no valor total de R$ 373.943.610, nos dias 20, 24, 25, 26, 27, 28 de abril de 2017 e 16 e 17 de maio de 2017.

O movimento proporcionou aos controladores auferir vantagem indevida no montante de R$ 72.982.053, segundo os cálculos da CVM - há alguns meses, denúncia do Ministério Público Federal apontou que a venda de ações antes da divulgação da delação evitou perda de até R$ 138 milhões aos controladores. Em caso de um eventual julgamento no colegiado, e se houve condenação, as penalidades aplicáveis incluem advertência, inabilitação e multa - neste caso, a lei prevê o pagamento de até três vezes a vantagem obtida ou o prejuízo evitado.

"Temos de um lado o controlador, na posição vendedora - com Joesley Batista tomando a decisão -- e na ponta oposta a JBS, recomprando ações de sua própria emissão, e com Wesley Batista responsável pela decisão", afirma a CVM.

Conforme o relatório, a venda de ações da JBS pela FB Participações no mesmo período em que a companhia colocava em prática o programa de recompra (dois meses depois de aprovado) se mostrou em "evidente conluio", com a finalidade de neutralizar a pressão vendedora causada pelas vendas da FB. Isso teria ensejado a indução de terceiros a sua compra e venda por valores artificialmente mantidos.

"A conduta em questão resultou na prática de outro ilícito, qual seja, a manipulação do preço do ativo JBSS3", diz o relatório. As operações de compra, pela companhia, de ações de sua emissão tiveram por objetivo manter artificialmente a cotação do valor mobiliário enquanto sua controladora, a FB Participações, atuava no mercado vendendo este mesmo ativo. "O resultado efetivo de tal ajuste e combinação foi a manutenção do preço da ação em valores artificiais".

De acordo com a cronologia dos fatos a respeito do fechamento do acordo de delação premiada elaborada pela CVM, desde 2 de março já havia a expectativa sobre ele e o impacto negativo que causaria no mercado quando as informações viessem a público. As consequências seriam o elevado aumento da cotação do dólar e a queda no preço das ações, inclusive as da JBS. Em 7 de abril foi feito o protocolo formal de apresentação de elementos e depoimentos dos executivos à Procuradoria Geral da República (PGR).

"Mesmo antes disso, Joesley Batista já estava se cercando de providências que lhe permitiriam realizar o acordo em posição vantajosa. Ele já tinha realizado desde o início do mês de março as gravações ambientais de conversa suas com o presidente da República", afirma o relatório. Segundo a CVM, já havia intenção da venda das ações da JBS pela FB a partir do momento em que a empresa disponibilizou parte de suas ações da JBS para negociação.

"Pode-se alegar que já havia a intenção de venda de ações da JBS pela FB Participações desde 22.03.2017, data em que foi pedida a transferência da custódia das ações da JBS do Banco Itaú, colocando as ações em disponibilidade para venda. Por sua vez, desde 22.03.2017 já havia decisão de vender as ações, pelo menos desde 02.03.2017, data da primeira reunião do advogado dos irmãos Batista com a PGR, já havia intenção de realizar a colaboração premiada", afirma a CVM. Procurados, os Batista e a FB não comentaram. Com informações do Valor.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[17/12/2018] - BOLETIM NOTÍCIAS DA PECUÁRIA EM RECESSO
[14/12/2018] - Arroba: frigoríficos continuam procurando boi
[14/12/2018] - Arroba sobe forte no RJ
[14/12/2018] - Agência otimista com a situação do Minerva
[14/12/2018] - Leite: importações podem ser suspensas
[14/12/2018] - CNA pede ao STF decisão urgente sobre frete
[14/12/2018] - Incerteza sobre frete trava negócios

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[13/12/2018] - Fux volta atrás e tabela de fretes volta a valer
[13/12/2018] - CNA recorrerá contra tabela do frete
[13/12/2018] - Líder dos caminhoneiros agradece Fux
[13/12/2018] - Exportações de gado em pé cresceram 80%
[13/12/2018] - Arroba chega ao maior valor do ano
[13/12/2018] - Abates de novilhas batem recorde
[13/12/2018] - Abates bovinos cresceram 7% em um ano
[13/12/2018] - Exportações poderiam ter crescido mais
[13/12/2018] - Leite: longa vida tem preços estáveis
[13/12/2018] - Mercado do leite está estagnado
[13/12/2018] - Onde criar gado é correr risco de vida
[12/12/2018] - Exportações devem bater recorde em 2019
[12/12/2018] - Arroba: frigoríficos precisam de boi para o Natal
[12/12/2018] - Para onde vai o preço da reposição?
[12/12/2018] - Fracassa leilão de frigorífico em SP
[12/12/2018] - Venda da parte do BNDES na JBS ficou para 2019
[12/12/2018] - Ruralistas nunca foram contra ambiente e índios
[12/12/2018] - Deputados querem prorrogar o Refis do Funrural
[11/12/2018] - PF investiga propina da JBS a Aécio Neves
[11/12/2018] - Árabes aumentam pressão sobre Bolsonaro
[11/12/2018] - Caminhoneiros temem falta de apoio para greve
[11/12/2018] - Arroba: festas de final de ano puxam o boi
[11/12/2018] - Oferta curta valoriza preço da reposição
[11/12/2018] - Alta no atacado puxa preço da carne no varejo
[11/12/2018] - Exportações de carne: dezembro começa forte
[10/12/2018] - Caminhoneiros protestam contra decisão do STF
[10/12/2018] - Arroba do boi segue subindo
[10/12/2018] - Atacado da carne tem recorde de preço
[10/12/2018] - Marfrig será líder global em hambúrguer
[10/12/2018] - Leite: oferta aumentou e derrubou preço
[10/12/2018] - MG terá nova referência para o preço do leite
[10/12/2018] - Milho: preços seguem firmes
[10/12/2018] - Agro dá apoio ao novo ministro do Meio Ambiente
[07/12/2018] - STF impede multa por desrespeito à tabela do frete
[07/12/2018] - Mais uma greve dos caminhoneiros?
[07/12/2018] - Arroba do boi ganha força na alta
[07/12/2018] - Mercado do boi está devagar em SC
[07/12/2018] - Marfrig fecha compra de unidades da BRF
[07/12/2018] - Tereza: produtor deve ser pago para preservar
[07/12/2018] - Milho deve ficar mais caro em 2019
[07/12/2018] - Funai irá para o Ministério dos Direitos Humanos
[06/12/2018] - Arroba do boi voltou a subir em São Paulo
[06/12/2018] - Exportação de boi em alta em novembro
[06/12/2018] - Boi deve subir no Mato Grosso
[06/12/2018] - Há frigoríficos pagando mais pelo boi
[06/12/2018] - CNA pede suspensão de multas por tabela
[06/12/2018] - Custos devem derrubar PIB do Agro em 2018
[06/12/2018] - Dívida do Funrural será extinta?
[06/12/2018] - Minerva nega oferta para comprar ativos da BRF
[06/12/2018] - Prazo para o CAR termina em 31 de dezembro

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br