Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
146,00 130,00 138,00
GO MT RJ
134,00 133,00 136,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1280,00
Garrote 18m 1560,00
Boi Magro 30m 1950,00
Bezerra 12m 990,00
Novilha 18m 1170,00
Vaca Boiadeira 1340,00

Atualizado em: 21/2/2018 10:43

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Brasil exporta 600 mil bois por ano

 
 
 
Publicado em 06/02/2018

Os terminais portuários brasileiros devem embarcar nos próximos dias 100 mil animais vivos rumo a destinos estrangeiros. Em entrevista à Globo Rural, o ministro da Agricultura e Pecuária, Blairo Maggi, disse que esse é o tamanho do lote atual que está em quarentena em diversas fazendas do país. O ministro não deu detalhes sobre data nem locais de embarque dos animais, mas ressaltou que a operação é regulamentada pelo governo há anos. Na semana passada, a Justiça de São Paulo atendeu a um pedido de organizações de proteção e defesa animal e suspendeu as exportações de animais vivos em todo o território nacional. O caso ganhou força depois que o navio NADA atracou no Porto de Santos e embarcou mais de 25 mil animais vivos, com destino à Turquia, principal país comprador deste tipo de carga.

Segundo Maggi, o mercado de animais vivos no Brasil gira em torno de 600 mil cabeças por ano. “Nós procuramos esses mercados [no exterior], abrimos e são mercados importantes para a pecuária brasileira. Temos aí mais de 100 mil bois em confinamentos e estações de quarentena para serem exportados nos próximos dias. São navios que vão chegar e não podemos parar com tudo isso”, disse.

O mercado de animais vivos é disputado no exterior por Brasil, Argentina, Uruguai, Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia. Os compradores, segundo Maggi, são os países islâmicos, que fazem o abate halal, respeitando algumas regras. A pessoa que mata o animal, por exemplo, precisa ser muçulmana. Além disso, lembra o ministro, há também países que não tem estrutura para receber carne congelada.

“Existem dois mercados que compram assim, é o halal, que, no caso a Turquia, prefere fazer o abate deles lá e não comprar a carne já pronta, congelada. E também alguns outros países que não têm uma cadeia de frio ainda completa, não conseguem guardar essa carne. Então eles compram os animais vivos e interiorizam os animais, levam para a zona de consumo e lá vão abatendo. Esses dois mercados são importantes”, explica Maggi.

Dados do Agrostat, sistema do governo com estatísticas de exportações, mostram que no ano passado o Brasil faturou 32% mais com as vendas de animais vivos. O negócio gerou ao país US$ 276 milhões (cerca de R$ 890 milhões). Com informações do Globo Rural.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[21/02/2018] - JBS: STJ decide soltar os irmãos Batista
[21/02/2018] - Incêndio atinge unidade da JBS
[21/02/2018] - Enchente paralisa abates em frigorífico
[21/02/2018] - Arroba: frigoríficos controlam as compras
[21/02/2018] - Qual a expectativa para o mercado de reposição?
[21/02/2018] - Brasil, enfim, livre oficialmente da aftosa
[21/02/2018] - Preço do leite começa a se recuperar no RS

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[21/02/2018] - Brasil e Canadá negociarão acordo comercial
[21/02/2018] - STF retoma hoje julgamento do Código Florestal
[20/02/2018] - Arroba: impasse no mercado do boi
[20/02/2018] - Arroba: pecuarista tende a segurar o boi
[20/02/2018] - Carne: momento chave para o boi gordo
[20/02/2018] - Pecuária do MT deve crescer quase 4% em 2018
[20/02/2018] - Governo deve prorrogar adesão ao Refis do Funrural
[20/02/2018] - Acordo com UE pode gerar corrida de concorrentes
[20/02/2018] - Hospital pede doações do agro para sobreviver
[19/02/2018] - Arroba: escalas estão menores
[19/02/2018] - Margem do varejo subiu em 2018
[19/02/2018] - Pecuarista não tem culpa do preço da carne
[19/02/2018] - Reposição parada no Rio de Janeiro
[19/02/2018] - Deputado quer proibir exportação de gado em SP
[19/02/2018] - Laticínio fecha e deixa produtores na mão
[19/02/2018] - O mercado do leite vai melhorar?
[19/02/2018] - MG registra os maiores prejuízos com leite
[19/02/2018] - MAPA prevê PIB menor para o agro, boi deve crescer
[19/02/2018] - Milho: mercado lento com recesso de Carnaval
[19/02/2018] - Pecuarista vai pagar dívida de frigos com Funrural
[19/02/2018] - Depois de suspeitas, JBS fecha mesa de câmbio
[16/02/2018] - Arroba: preços firmes com alta da carne
[16/02/2018] - Preço do bezerro se recupera
[16/02/2018] - Malásia confirma missão de inspeção ao Brasil
[16/02/2018] - Produtores temem apagão do milho em 2018
[16/02/2018] - CVM abre novo inquérito sobre a JBS
[16/02/2018] - Funrural: deputado quer que Temer prorrogue prazo
[16/02/2018] - Crédito rural começa 2018 com força
[15/02/2018] - Arroba: é hora de vender?
[15/02/2018] - Tombo da arroba interrompe reposição no Maranhão
[15/02/2018] - Disputa pelo controle da Itambé continua
[15/02/2018] - Empresa da JBS nos EUA tem alta de 90% no lucro
[15/02/2018] - Briga entre China e EUA pode beneficiar o Brasil?
[14/02/2018] - Arroba: o que esperar desta semana?
[14/02/2018] - Preço da carne despenca no atacado
[14/02/2018] - Reposição: indefinição à espera do boi
[14/02/2018] - China aumenta compras de carne bovina brasileira
[14/02/2018] - Pecuaristas vêem um mercado sob ameaça
[14/02/2018] - Brasil terá mais um grande mercado para a carne
[14/02/2018] - MAPA tenta reabrir outro mercado
[14/02/2018] - Qual a expectativa para o preço do milho?
[09/02/2018] - Arroba do boi reage e começa a subir
[09/02/2018] - Operação Carne Fraca fecha delação premiada
[09/02/2018] - Diretores da JBS são recebidos em Brasília
[09/02/2018] - Senado promete acelerar vetos do Funrural
[09/02/2018] - Brasil deve produzir menos milho em 2018
[09/02/2018] - Processo por naufrágio com bois é encerrado
[09/02/2018] - Vigiagro impede entrada de praga no Brasil
[08/02/2018] - Arroba: leve alta antes do Carnaval
[08/02/2018] - CEPEA: exportações de carne seguem fortes

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br