Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
147,00 143,00 141,00
GO MT RJ
137,00 133,00 143,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1370,00
Garrote 18m 1600,00
Boi Magro 30m 1970,00
Bezerra 12m 1000,00
Novilha 18m 1190,00
Vaca Boiadeira 1390,00

Atualizado em: 12/11/2018 10:04

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Pecuária argentina se recupera e avança

 
 
 
Publicado em 02/02/2018

O setor de carnes da Argentina, após o fim das intervenções do governo, começa a entrar nos trilhos. O país elevou o consumo interno, exporta mais e importa menos.

Os dados mais recentes do Ministério da Agricultura da Argentina e de entidades privadas apontam aumento de consumo per capita em todos os segmentos.

Os dados atuais mostram consumo anual de 59 quilos de carne bovina por pessoa, 44 de carne de frango e 14 de carne suína.

O maior desempenho ocorreu no setor de suínos, cujo consumo era 36% menor que o atual há cinco anos. Somava apenas 9 quilos per capita.

O consumo de carne bovina, após forte recuo nos últimos anos, devido à redução do rebanho, começa a se recuperar.

Essa melhora no quadro de produção e de oferta de carnes na Argentina acaba afetando o Brasil, que tinha um bom mercado no país vizinho.

Os argentinos, que já foram os principais exportadores mundiais de carne bovina, estão retornando ao mercado mundial com força. No ano passado, as vendas externas renderam US$ 1,3 bilhão, 24% mais do que em 2016. O volume exportado subiu para 208 mil toneladas, 33% mais.

O país cresce em duas frentes. Ganha mercado na China e na Rússia, países que elevaram em 71% e em 51% as importações dessa proteína da Argentina em 2017. Os preços ficam próximos de US$ 4.000 por tonelada.

Já o mercado europeu compra em quantidades menores, mas alguns países, como Alemanha e Holanda, chegam a pagar US$ 12 mil por tonelada.

Aves

A produção de carne de aves somou 2,1 milhões de toneladas no ano passado no país vizinho, abrindo espaço para exportações de 186 mil toneladas, 11% mais do que em 2016.

A oferta maior de carne de aves internamente permitiu à Argentina reduzir em 32% as importações desse produto no ano passado. Boa parte dessa carne saía do Brasil.

O grande salto dos argentinos nesse setor foi na produção de carne suína. Os abates ultrapassaram 6 milhões de cabeças pela primeira vez, elevando a produção do país para 566 mil toneladas.

O consumo interno de carne suína aumentou 6% no período, e as exportações subiram 56%. Com informações da Folha.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[12/11/2018] - Justiça solta dois presos da Operação Capitu
[12/11/2018] - Operação começou por gravação com Geller
[12/11/2018] - Arroba: pressão de baixa diminuiu
[12/11/2018] - Carne: varejo segue devagar
[12/11/2018] - Milho sobe, depois de três meses de queda
[12/11/2018] - Tereza Cristina fala sobre o futuro do MAPA
[12/11/2018] - Minerva negocia investimento com árabes
[12/11/2018] - Crise não reduz consumo de carne na Argentina
[12/11/2018] - Mosca-dos-estábulos: como controlar?

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[09/11/2018] - PF: Batista pagava para garantir monopólio à JBS
[09/11/2018] - Com Joesley preso, desconfiança volta à JBS
[09/11/2018] - Arroba: confinamento pressiona e o boi cai
[09/11/2018] - Preço do boi firme no RS
[09/11/2018] - Leite: segundo mês de queda para o produtor
[09/11/2018] - Leite: custo de produção tem leve queda
[09/11/2018] - Milho: pressão de baixa pode acabar
[09/11/2018] - Funrural: governo oficializa prazo até 31/12
[09/11/2018] - Tereza: frete não pode esperar até janeiro
[09/11/2018] - Descumprir tabela do frete: multa de R$ 10,5 mil
[08/11/2018] - Arroba: mercado está devagar
[08/11/2018] - CEPEA: alguns frigoríficos pagam mais pelo boi
[08/11/2018] - Consumo de leite segue fraco
[08/11/2018] - Tereza Cristina será a nova titular do MAPA
[08/11/2018] - Nova ministra quer defender a propriedade
[07/11/2018] - Arroba: alta da carne pode puxar o preço do boi
[07/11/2018] - Reposição em alta em Rondônia
[07/11/2018] - Irã e Egito querem importar gado do RS
[07/11/2018] - Bolsonaro: decisão sobre Israel não está tomada
[07/11/2018] - Sergio Moro defende punição contra invasões
[07/11/2018] - Bancada participa da transição de governo
[07/11/2018] - Bancada ruralista sai fortalecida das eleições
[07/11/2018] - Minerva anuncia prejuízo e culpa alta do dólar
[07/11/2018] - Marfrig: margem com carne em alta nos EUA
[06/11/2018] - Arroba: frigoríficos tentam pagar menos pelo boi
[06/11/2018] - Reposição sobe há 18 semanas
[06/11/2018] - CEPEA: lácteos seguem em queda
[06/11/2018] - JBS fecha acordo bilionário para vender carne
[06/11/2018] - Exportações do agro faturaram 10% mais
[06/11/2018] - Retaliação árabe traz apreensão ao mercado
[06/11/2018] - Marfrig reduz prejuízo
[06/11/2018] - Índios querem produzir, apesar de ambientalistas
[06/11/2018] - Transição começa com Agro e Meio Ambiente juntos
[06/11/2018] - Cuidado com a aplicação da vacina contra aftosa
[05/11/2018] - Exportações recuaram em relação a setembro
[05/11/2018] - UE quer acordo antes da posse de Bolsonaro
[05/11/2018] - Bolsonaro: apoio a Israel pode reduzir exportação
[05/11/2018] - Arroba: consumo fraco segura recuperação do boi
[05/11/2018] - Carne: consumo pode aumentar
[05/11/2018] - Preço do milho tem forte queda
[05/11/2018] - Bolsonaro diz que fusão do MAPA não deve ocorrer
[05/11/2018] - CNA quer Itamaraty mais agressivo
[05/11/2018] - Começa a vacinação contra a aftosa
[05/11/2018] - MT fiscalizará fazendas na fronteira com a Bolívia
[01/11/2018] - JBS e Marfrig ficaram de fora da liberação russa
[01/11/2018] - ABIEC crê em novas liberações de frigoríficos
[01/11/2018] - CNA quer mudar o indicador da arroba do boi
[01/11/2018] - Arroba: mercado do boi parou
[01/11/2018] - Oferta curta segura a arroba em MG
[01/11/2018] - Por que a arroba não sobe?

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br