Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
139,00 129,00 135,00
GO MT RJ
130,00 127,00 136,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1270,00
Garrote 18m 1530,00
Boi Magro 30m 1860,00
Bezerra 12m 940,00
Novilha 18m 1160,00
Vaca Boiadeira 1320,00

Atualizado em: 17/11/2017 10:35

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Crise é causada pelo poder da JBS

 
 
 
Publicado em 12/06/2017

A concentração da JBS no mercado de carnes é apontada por pecuaristas, especialistas e integrantes do governo como a principal causa da crise no setor: um tropeço da empresa afeta praticamente toda a cadeia de compra e venda de gado. A redução do tamanho do frigorífico e, por tabela, da presença da JBS no mercado é vista agora como saída para o setor de proteína animal no Brasil.

O encolhimento da empresa, que cresceu com crédito subsidiado, poderá ter um efeito positivo, com a inclusão de pequenos e médios frigoríficos no setor, hoje marcado por um oligopólio de três a quatro empresas. Essa é a visão do Ministério da Agricultura, que defende medidas de estímulo à entrada de novas empresas no mercado, e de alguns especialistas.

A diferença do tamanho da JBS para suas principais concorrentes é gigantesca. A companhia tem 36 unidades de processamento de bovinos, 30 centros de distribuição e três de confinamento, espalhados por 17 estados. Enquanto isso, a Marfrig tem nove unidades de processamento de bovinos em sete estados, e a Minerva Foods concentra 11 unidades industriais e oito centros de distribuição.

Ex-presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica, o advogado Ruy Coutinho do Nascimento acredita que o cenário pode melhorar, principalmente em Mato Grosso, Rondônia e Pará. Segundo Coutinho, nesses estados a JBS vinha comprando ou arrendando frigoríficos de médio e pequeno portes, para depois fechá-los.

— Com isso, a empresa se torna fortemente monopolista, comanda tudo, incluindo preços. E essa prática também atinge frigoríficos de grande porte. Em Nova Xavantina (MT), a JBS arrendou um frigorífico que abatia 1.500 cabeças por dia — diz Nascimento. — No meu entendimento, isso é abuso de poder dominante.

Ele recomenda que tanto o Cade como os órgãos de defesa da concorrência do Mercosul fiquem atentos ao que vai acontecer na região. Há o risco de, em vez de haver mais concorrência, a concentração se manter, com a aquisição de unidades da JBS pela Minerva — semana passada, as empresas negociaram unidades em Uruguai, Paraguai e Argentina — e outros frigoríficos de grande porte.

José Delchiaro, também especialista em defesa da concorrência, espera que possa ser restabelecida uma concorrência saudável, sem apadrinhamentos:

— A JBS é um dos mais marcantes exemplos de compadrio entre Estado e empresários. Com a leniência apresentada, os fatos vão demonstrar o indevido fortalecimento de um grupo às custas de financiamentos arcados pela sociedade, em detrimento da concorrência, por atuar em condições privilegiadas. Com iinformações do jornal O Globo.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[17/11/2017] - Arroba: mercado está movimentado
[17/11/2017] - Reposição começa a se novimentar
[17/11/2017] - Frigol reabre unidade em Goiás
[17/11/2017] - Marfrig quer avançar mais sobre o mercado da JBS
[17/11/2017] - JBS já levantou R$ 6 bi com vendas de ativos
[17/11/2017] - Polícia recupera carga milionária de sêmen
[17/11/2017] - Milho: produção deve cair em 2018

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[16/11/2017] - Arroba: mercado firma e pode subir mais
[16/11/2017] - Arroba: frigoríficos pagam bem acima da referência
[16/11/2017] - Rússia ameaça barrar importações de carnes
[16/11/2017] - Marfrig parcela dívida bilionária no Refis
[16/11/2017] - Funrural: mudanças na MP beneficiam frigoríficos
[16/11/2017] - Produtores expulsam índios invasores no Paraná
[16/11/2017] - Farelo de soja: dólar parou de subir
[16/11/2017] - MAPA ainda prevê queda para o PIB da Pecuária
[14/11/2017] - Confinamento surpreende e sobe 12% no MT
[14/11/2017] - Arroba: mercado firme com alta na demanda
[14/11/2017] - Minerva prevê dois anos favoráveis aos frigos
[14/11/2017] - Delação derrubou as vendas da JBS no Brasil
[14/11/2017] - Marfrig tem prejuízo de R$ 58,4 milhões
[14/11/2017] - China já representa quase 40% das exportações
[14/11/2017] - Leite: margens devem continuar apertadas
[14/11/2017] - CCPR tem até o final do mês para pagar pela Itambé
[14/11/2017] - Confiança da pecuária sobe e puxa índice do Agro
[14/11/2017] - Reforma Trabalhista já está valendo
[14/11/2017] - Empregado rural perde e deve pagar R$ 8,5 mil
[13/11/2017] - Arroba volta a subir
[13/11/2017] - Carne segue em alta no varejo
[13/11/2017] - Reposição começa a subir em Rondônia
[13/11/2017] - Turquia aumenta compras de boi em pé do Brasil
[13/11/2017] - Minerva retoma abates em unidade reaberta
[13/11/2017] - JBS: incertezas quanto ao futuro continuam
[13/11/2017] - MAPA acompanha risco de quebra da JBS
[13/11/2017] - JBS nega que esteja em dificuldades
[13/11/2017] - Para evitar embargo, Brasil libera trigo russo
[13/11/2017] - Exportações puxam para cima o preço do milho
[13/11/2017] - Empréstimo público pode pagar compra da Itambé
[13/11/2017] - Leite: uma maneira simples de aumentar a produção
[10/11/2017] - Arroba começa a subir com alta da carne
[10/11/2017] - Vendas de carne começam a melhorar
[10/11/2017] - Agro brasileiro exportou R$ 8 bi em um mês
[10/11/2017] - Lucro do Minerva tem alta de 81%
[10/11/2017] - Deputados protestam contra destruição de fazenda
[10/11/2017] - Mercosul: Brasil pode igualar exigência sanitária
[09/11/2017] - Mercado futuro indica alta para a arroba do boi
[09/11/2017] - Arroba não acompanhou alta das exportações
[09/11/2017] - Arroba sobe em algumas praças
[09/11/2017] - Reposição: chuvas devem puxar demanda
[09/11/2017] - Porte de arma no campo é aprovado em comissão
[08/11/2017] - Arroba: pressão de baixa está perdendo força
[08/11/2017] - Hong Kong e China puxam exportações de carne
[08/11/2017] - Exportações de boi em pé aumentaram 200%
[08/11/2017] - Dono da JBS se diz perseguido e fica em silêncio
[08/11/2017] - Criadores de Angus são contra retirada de vacina
[08/11/2017] - MP do Funrural é aprovada, apesar do PT
[08/11/2017] - UE cita corrupção para inspecionar carne do Brasil
[07/11/2017] - Arroba: cenários diferentes para o boi

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br