Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
141,00 129,00 135,00
GO MT RJ
131,00 127,00 136,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1270,00
Garrote 18m 1530,00
Boi Magro 30m 1860,00
Bezerra 12m 940,00
Novilha 18m 1160,00
Vaca Boiadeira 1320,00

Atualizado em: 23/11/2017 10:40

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

CAR: metade das propriedades do MS está fora

 
 
 
Publicado em 19/05/2017

O prazo encerra no dia 31 de dezembro e 55% das propriedades rurais de Mato Grosso do Sul estão inscritas no CAR (Cadastro Ambiental Rural). Até segunda-feira (15), o Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) já havia recebido 44.187 inscrições, e o número abrange 27,6 milhões de hectares.

Segundo a chefe de unidade do CAR, Paula Crisina de Lima Neto Santana, quem perder o prazo não paga multa, mas também terá uma série de empecilhos se não estiver de acordo com o Código Florestal. "A inscrição no CAR possibilita o planejamento ambiental e econômico do uso e ocupação do imóvel rural. É o primeiro passo para obtenção da regularidade ambiental", explica.

Não há custo para o proprietário realizar o cadastro. Quem tiver dúvida e se enquadrar em até quatro módulos fiscais, o Governo do Estado realiza o CAR. "Uma empresa foi contratada para realizar o cadastro para quem tem até quatro módulos ficais, basta ir até a Agraer com os documentos que um técnico fará o atendimento. Acima de quatro módulos, o proprietário mesmo pode realizar o cadastro ou pagar um técnico", comenta.

A inscrição no cadastro ambiental rural será documento importante para qualquer tipo de transação do imóvel rural no país. Por exemplo, já tem frigorífico que só compra gado da fazenda que tiver cadastro no CAR. E a tendência é isso ampliar rapidamente. Além disso, a partir do ano que vem, qualquer alteração na escritura do imóvel só será possível desde que a propriedade esteja inscrita no CAR.

Até mesmo para contratar crédito em bancos só será possível se o proprietário rural comprovar a regularidade ambiental através do CAR. Hoje, processos de licenciamento de supressão vegetal nativa só são autorizados em propriedades já inscritas no cadastro.

Mapeamento - Mato Grosso do Sul desenvolveu um software para mapear todo o território estadual com imagens de satélite de nitidez equivalente à distância de 50 centímetros e desta forma identificar a situação de cada propriedade rural e confrontar com as informações fornecidas pelos proprietários.

A entrega dos documentos relativos à inscrição no CAR não significa que o imóvel já esteja cadastrado. Os técnicos do Imasul vão analisar os documentos e, estando tudo em ordem, farão a validação.  Com informações do Campo Grande News.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[23/11/2017] - Arroba: pressão de alta ganha força
[23/11/2017] - Arroba: exportações já puxam a arroba do boi
[23/11/2017] - Brasil e Rússia não se entendem sobre embargo
[23/11/2017] - Frigoríficos querem mais desconto no Funrural
[23/11/2017] - Ex-dono do Independência culpa BNDES por quebra
[23/11/2017] - Governo Trump pode ajudar Brasil a exportar mais

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[22/11/2017] - Arroba em alta com oferta curta
[22/11/2017] - ABIEC: ractopamina não é usada na carne bovina
[22/11/2017] - Rússia depende da carne brasileira
[22/11/2017] - Minerva exportará à Rússia por outros países
[22/11/2017] - Leite: vendas ruins derrubam preço do longa vida
[22/11/2017] - Reposição começa a se movimentar no MA
[21/11/2017] - Arroba: semana começou com escalas curtas
[21/11/2017] - Maggi nega que Rússia tenha fechado mercado
[21/11/2017] - Embargo russo atinge 59 frigoríficos de bovinos
[21/11/2017] - Governo do MS suspende benefícios fiscais da JBS
[21/11/2017] - Carne: EUA apontam irregularidades na fiscalização
[21/11/2017] - Leite longa vida tem queda de preço
[21/11/2017] - Agro demitiu em outubro, saldo continua positivo
[20/11/2017] - Rússia confirma bloqueio à carne bovina brasileira
[20/11/2017] - Arroba segue em alta
[20/11/2017] - BNDES quer avaliar mercado pecuário
[20/11/2017] - Preço do leite continua a cair em Minas Gerais
[20/11/2017] - Pesquisadores querem vaca gir transgênica
[20/11/2017] - Compradores de milho recuam e preço cai
[20/11/2017] - MP do Funrural é presente de Natal à JBS
[20/11/2017] - Prazo para aderir ao Refis rural está acabando
[17/11/2017] - Arroba: mercado está movimentado
[17/11/2017] - Reposição começa a se novimentar
[17/11/2017] - Frigol reabre unidade em Goiás
[17/11/2017] - Marfrig quer avançar mais sobre o mercado da JBS
[17/11/2017] - JBS já levantou R$ 6 bi com vendas de ativos
[17/11/2017] - Polícia recupera carga milionária de sêmen
[17/11/2017] - Milho: produção deve cair em 2018
[16/11/2017] - Arroba: mercado firma e pode subir mais
[16/11/2017] - Arroba: frigoríficos pagam bem acima da referência
[16/11/2017] - Rússia ameaça barrar importações de carnes
[16/11/2017] - Marfrig parcela dívida bilionária no Refis
[16/11/2017] - Funrural: mudanças na MP beneficiam frigoríficos
[16/11/2017] - Produtores expulsam índios invasores no Paraná
[16/11/2017] - Farelo de soja: dólar parou de subir
[16/11/2017] - MAPA ainda prevê queda para o PIB da Pecuária
[14/11/2017] - Confinamento surpreende e sobe 12% no MT
[14/11/2017] - Arroba: mercado firme com alta na demanda
[14/11/2017] - Minerva prevê dois anos favoráveis aos frigos
[14/11/2017] - Delação derrubou as vendas da JBS no Brasil
[14/11/2017] - Marfrig tem prejuízo de R$ 58,4 milhões
[14/11/2017] - China já representa quase 40% das exportações
[14/11/2017] - Leite: margens devem continuar apertadas
[14/11/2017] - CCPR tem até o final do mês para pagar pela Itambé
[14/11/2017] - Confiança da pecuária sobe e puxa índice do Agro
[14/11/2017] - Reforma Trabalhista já está valendo
[14/11/2017] - Empregado rural perde e deve pagar R$ 8,5 mil
[13/11/2017] - Arroba volta a subir
[13/11/2017] - Carne segue em alta no varejo
[13/11/2017] - Reposição começa a subir em Rondônia

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br