Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
142,00 129,00 137,00
GO MT RJ
132,00 127,00 137,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1270,00
Garrote 18m 1540,00
Boi Magro 30m 1900,00
Bezerra 12m 950,00
Novilha 18m 1170,00
Vaca Boiadeira 1320,00

Atualizado em: 24/11/2017 10:09

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Renda está puxando alta da carne e do boi

 
 
 
Publicado em 11/04/2014

A inflação dos alimentos, responsável por mais da metade do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 0,92% em março, pode não ter efeito temporário. Alguns produtos agrícolas têm mostrado resistência na alta, o que, na opinião do coordenador de Projetos do Centro de Estudos Agrícolas da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV), Mauro Lopes, derruba a avaliação que parece predominante no governo de que há sinais de acomodação dos preços dos alimentos.

"Produtos como a carne e o leite há tempos estão com seus preços em trajetória de alta. Os itens de hortifrútis, sim, são sazonais, mas a carne, especialmente a bovina, e laticínios não são mais", disse Lopes ontem, no Fórum Estadão - Brasil Competitivo: "A Sustentabilidade no Campo II".

De acordo com o especialista, os índices que medem os preços ao produtor indicavam alta no atacado. Para o produtor paulista, por exemplo, os preços do boi gordo subiram 10% desde o início do ano. Já no atacado com osso, as peças acumularam alta de quase 20% no período.

Lopes atribui a pressão de alta da carne bovina ao aumento da renda do brasileiro, com programas de transferência de renda e reajustes do salário mínimo. "Não sou contra as políticas sociais, mas há um preço, que é o aumento do consumo e da inflação. Tem essa pressão e a melhor coisa que se pode fazer é o governo não atrapalhar. Mas nós estamos vivendo, sim, pressão de alimentos, com uma 'inflação' de demanda."

O engenheiro agrônomo e sócio da MB Agro, José Carlos Hausknecht, lembrou que não é apenas a demanda interna que sustenta os preços da carne bovina. "Há uma procura externa muito grande, ainda mais em um cenário no qual nossos principais concorrentes, como Estados Unidos e Austrália, estão com problemas de fornecimento da matéria-prima." A melhor remuneração no exterior acaba influenciando nos preços do produto no mercado interno.  Com informações do portal Estadão.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[24/11/2017] - Arroba sobe e deve continuar subindo
[24/11/2017] - Exportações: o melhor novembro da história
[24/11/2017] - China anuncia corte de impostos sobre as carnes
[24/11/2017] - Reposição parada no Rio de Janeiro
[24/11/2017] - Adubos estão mais caros em novembro
[24/11/2017] - Qual o futuro da JBS?
[24/11/2017] - Embrapa: pecuária ajuda a preservar o Pantanal
[24/11/2017] - Supostos índios invadem fazenda com carro do IBAMA
[24/11/2017] - BC: modelo de crédito rural vai acabar

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[23/11/2017] - Arroba: pressão de alta ganha força
[23/11/2017] - Arroba: exportações já puxam a arroba do boi
[23/11/2017] - Brasil e Rússia não se entendem sobre embargo
[23/11/2017] - Frigoríficos querem mais desconto no Funrural
[23/11/2017] - Ex-dono do Independência culpa BNDES por quebra
[23/11/2017] - Governo Trump pode ajudar Brasil a exportar mais
[22/11/2017] - Arroba em alta com oferta curta
[22/11/2017] - ABIEC: ractopamina não é usada na carne bovina
[22/11/2017] - Rússia depende da carne brasileira
[22/11/2017] - Minerva exportará à Rússia por outros países
[22/11/2017] - Leite: vendas ruins derrubam preço do longa vida
[22/11/2017] - Reposição começa a se movimentar no MA
[21/11/2017] - Arroba: semana começou com escalas curtas
[21/11/2017] - Maggi nega que Rússia tenha fechado mercado
[21/11/2017] - Embargo russo atinge 59 frigoríficos de bovinos
[21/11/2017] - Governo do MS suspende benefícios fiscais da JBS
[21/11/2017] - Carne: EUA apontam irregularidades na fiscalização
[21/11/2017] - Leite longa vida tem queda de preço
[21/11/2017] - Agro demitiu em outubro, saldo continua positivo
[20/11/2017] - Rússia confirma bloqueio à carne bovina brasileira
[20/11/2017] - Arroba segue em alta
[20/11/2017] - BNDES quer avaliar mercado pecuário
[20/11/2017] - Preço do leite continua a cair em Minas Gerais
[20/11/2017] - Pesquisadores querem vaca gir transgênica
[20/11/2017] - Compradores de milho recuam e preço cai
[20/11/2017] - MP do Funrural é presente de Natal à JBS
[20/11/2017] - Prazo para aderir ao Refis rural está acabando
[17/11/2017] - Arroba: mercado está movimentado
[17/11/2017] - Reposição começa a se novimentar
[17/11/2017] - Frigol reabre unidade em Goiás
[17/11/2017] - Marfrig quer avançar mais sobre o mercado da JBS
[17/11/2017] - JBS já levantou R$ 6 bi com vendas de ativos
[17/11/2017] - Polícia recupera carga milionária de sêmen
[17/11/2017] - Milho: produção deve cair em 2018
[16/11/2017] - Arroba: mercado firma e pode subir mais
[16/11/2017] - Arroba: frigoríficos pagam bem acima da referência
[16/11/2017] - Rússia ameaça barrar importações de carnes
[16/11/2017] - Marfrig parcela dívida bilionária no Refis
[16/11/2017] - Funrural: mudanças na MP beneficiam frigoríficos
[16/11/2017] - Produtores expulsam índios invasores no Paraná
[16/11/2017] - Farelo de soja: dólar parou de subir
[16/11/2017] - MAPA ainda prevê queda para o PIB da Pecuária
[14/11/2017] - Confinamento surpreende e sobe 12% no MT
[14/11/2017] - Arroba: mercado firme com alta na demanda
[14/11/2017] - Minerva prevê dois anos favoráveis aos frigos
[14/11/2017] - Delação derrubou as vendas da JBS no Brasil
[14/11/2017] - Marfrig tem prejuízo de R$ 58,4 milhões
[14/11/2017] - China já representa quase 40% das exportações
[14/11/2017] - Leite: margens devem continuar apertadas
[14/11/2017] - CCPR tem até o final do mês para pagar pela Itambé

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br