Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
 
 
 
 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Receita publica regras para o ITR 2011
 
 
Publicado em 22/06/2011

A Receita Federal do Brasil publicou nesta terça, dia 21, no Diário Oficial da União a Instrução Normativa 1.166 com as regras para a declaração do Imposto sobre Propriedade Territorial Rural (ITR) de 2011. A Receita Federal informou que espera receber cinco milhões de declarações no período de 22 de agosto e 30 de setembro deste ano.

A entrega ocorrerá por meio da internet, no site da Receita Federal, em mídia removível nas agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal, ou ainda por meio de um formulário. O formulário custa R$ 6 nas agências e franqueadas dos correios, onde também deve ser entregue a declaração do ITR. Se o proprietário rural optar ou for obrigado a entregar a declaração pela internet, o prazo vai até as 23h59 do dia 30 de setembro. Se a entrega for feita nos bancos ou nos correios, o prazo é até o final do horário de expediente das agências nesse dia.

Devem entregar as declarações de ITR 2011 todas as pessoas físicas ou jurídicas proprietárias, titulares do domínio ou usufrutuárias, além de condôminos, inventariantes e até mesmo os que perderam a posse de imóveis rurais até 1º de janeiro de 2011. A entrega do ITR pela internet é obrigatória para as pessoas jurídicas proprietárias de terra, além das pessoas físicas que sofreram desapropriações ou tiveram perdas de posse do imóvel.

Também são obrigadas a declarar o ITR pela internet as pessoas físicas proprietárias de imóveis rurais com áreas: acima de um mil hectares em municípios da Amazônia Ocidental ou no Pantanal mato-grossense e no sul-mato-grossense; acima de 500 hectares no Polígono das Secas ou na Amazônia Oriental e acima de 200 hectares, se localizado em qualquer outro município.

As declarações retificadoras realizadas em qualquer prazo, ou ainda as originais entregues após o prazo de 30 de setembro, só poderão ser feitas utilizando o programa gerador da Receita Federal e devem ser enviadas pela internet, ou em mídias móveis entregues nas unidades do órgão.

A declaração de ITR será composta pelo Documento de Informação e Atualização Cadastral do ITR (Diac), com os dados do proprietário e do imóvel e do Documento de Informação e Apuração do ITR (Diat), com as informações para o cálculo do valor do ITR, exceto para os imóveis isentos.

As multas para as declarações do ITR entregues com atraso variam de R$ 50 a 1% ao mês sobre o valor do imposto devido. O valor apurado do imposto para os não isentos deve ser pago em até quatro parcelas mensais desde que cada parcela não seja inferior a R$ 50. O ITR com valor inferior a R$ 100 deve ser pago em cota única. Todas as informações sobre a Instrução Normativa do ITR 2011 estão no site da Receita Federal, no link Legislação. Com informações do portal Estadão.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir


   Leia também:
 
[31/07/2014] - Frigoríficos já têm dificuldade em encontrar boi
[31/07/2014] - Margem do frigorífico se mantém com queda do boi
[31/07/2014] - CADE prorroga por 90 dias análise do JBS-Rodopa
[31/07/2014] - Greve tira o site do Cepea do ar
[31/07/2014] - Leite cai durante a entressafra em Goiás
[31/07/2014] - Agro quer que governo reduza impostos

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[30/07/2014] - Frio pode ter matado mais de 1.000 bois
[30/07/2014] - China ainda não empolga frigoríficos
[30/07/2014] - Minerva pretende abrir filial na Austrália
[30/07/2014] - Pecuaristas podem ter prioridade em falências
[30/07/2014] - Estoques abastecidos pressionam valor da arroba
[30/07/2014] - Agro agora também ajuda a conter a inflação
[29/07/2014] - Mercado do boi: início de semana travado
[29/07/2014] - Carne: consumo devagar, preços em queda
[29/07/2014] - Aquisições da JBS ainda não ameaçam a BRF
[29/07/2014] - Novas aquisições da JBS podem criar problemas
[29/07/2014] - Assembléia da LBR é adiada
[29/07/2014] - Caroço do algodão: preços em queda
[29/07/2014] - Frio já mata bois no Mato Grosso do Sul
[29/07/2014] - Quadrilhas armadas roubam gado no Paraná
[28/07/2014] - Pressão dos frigoríficos sobre a arroba continua
[28/07/2014] - Boi teve alta de quase 20% em um ano no MS
[28/07/2014] - Chuvas ajudam a manter pastos verdes em SP
[28/07/2014] - Copa não ajudou a vender mais carne
[28/07/2014] - JBS compra unidades da Tyson no Brasil e México
[28/07/2014] - Confirmados casos de estomatite em 4 estados
[28/07/2014] - MAPA orienta: como enfrentar a estomatite?
[25/07/2014] - Demanda fraca prejudica arroba do boi
[25/07/2014] - Entidade pede mudança na lei da tuberculose
[25/07/2014] - MPF e Abiec assinam acordo por sustentabilidade
[25/07/2014] - Farelo e caroço de algodão mais baratos
[24/07/2014] - Pressão de baixa no boi é maior em São Paulo
[24/07/2014] - CEPEA: com confinamento, frigoríficos pressionam
[24/07/2014] - Economia piora e pressiona frigoríficos
[24/07/2014] - Pecuária cresce 15,6% e puxa PIB do agro
[24/07/2014] - Multinacionais de lácteos de olho no Brasil
[24/07/2014] - Entidade pede Zona de Alta Vigilância para aftosa
[24/07/2014] - Reação à vacina: prejuízo para o pecuarista
[24/07/2014] - Como combater lagartas nas pastagens?
[24/07/2014] - Governo publica regras para o ITR 2014
[23/07/2014] - Confinamento começa a afetar preço da arroba
[23/07/2014] - Após bater recorde, preço do bezerro cai
[23/07/2014] - Imea: economia pode prejudicar demanda por carne
[23/07/2014] - Pecuarista já se prepara para a estação de monta
[23/07/2014] - Polpa cítrica em falta
[23/07/2014] - Foco de estomatite já traz prejuízos no MT
[22/07/2014] - Acordo com EUA poderá prejudicar carne do Brasil
[22/07/2014] - Pressão e lentidão no mercado do boi
[22/07/2014] - Indea confirma estomatite e descarta aftosa no MT
[22/07/2014] - O boi em xeque
[22/07/2014] - Governo destina R$ 25 mi à qualidade do leite
[22/07/2014] - Escândalo da carne se espalha na China
[21/07/2014] - Exportações aos países árabes crescem 18,4%
[21/07/2014] - Situação econômica já afeta vendas de carne
[21/07/2014] - Oferta de boi encurta, escalas ainda confortáveis
[21/07/2014] - Reposição: fêmeas têm queda de preço

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br